Estádio Érton Coelho Queiroz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estádio Érton Coelho Queiroz
Nomes
Nome Estádio Presidente Érton Coelho Queiroz
Apelido Vila Olímpica, Vila Olímpica do Boqueirão
Características
Local Curitiba, PR, Brasil
Gramado Grama natural (102m x 70m)
Capacidade 10.000 pessoas[1]
Construção
Data Década de 1980
Inauguração
Data 7 de setembro de 1983 (35 anos)
Partida inaugural Pinheiros 1x0 Coritiba
Primeiro gol Toninho Vieira para o Pinheiros[2]
Recordes
Público recorde 17.926 pessoas
Data recorde 8 de Junho de 1997
Partida com mais público Paraná Clube 3x0 União Bandeirante
Outras informações
Proprietário Paraná Clube
Administrador Paraná Clube
Arquiteto Maria Helena Grudizen
Mandante Paraná Clube (Base)

O Estádio Érton Coelho Queiroz, mais conhecido como Vila Olímpica do Boqueirão, é um estádio localizado na cidade de Curitiba de propriedade do Paraná Clube e é utilizado pelos times de base do clube[3]. Possui capacidade oficial para 10.000 pessoas (capacidade de operação conforme CNEF/CBF 2016 é de apenas 500 torcedores[1]).

História[editar | editar código-fonte]

A Vila Olímpica foi herdado pelo Paraná Clube do Esporte Clube Pinheiros, clube que uniu-se ao Colorado Esporte Clube em 1989 dando origem ao Paraná[3].

O local onde encontra-se construído, fez parte da antiga fazenda do Boqueirão até meados do século XX e em 1975, foi adquirido pelo Pinheiros. O então presidente do clube, Érton Coelho (presidente homenageado com a denominação do estádio), iniciou a construção daquele que seria o principal estádio do clube no início da década de 1980, inaugurando na data da independência do Brasil, em 7 de setembro de 1983[3].

O "Érton" foi palco das finais do Campeonato Paranaense de Futebol de 1984, 1986[4] 1987, 1994 e de 1997. No título de 1997, o do pentacampeonato paranista, a torcida do Paraná Clube estabeleceu o recorde de público deste estádio, 17.926 torcedores, no jogo Paraná 3 x 0 União Bandeirante[5][6]. Os títulos paranaenses de 1984 e 1987 foram conquistados pelo Esporte Clube Pinheiros[3].

No Campeonato Paranaense de Futebol de 2005 foi o estádio que o Império do Futebol mandou seus jogos.[7]

Leilão[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de junho de 2015[3], o estádio foi a leilão para pagar dívidas trabalhista do clube, principalmente dívidas com o técnico Ricardo Pinto. Quem arrematou o estádio foi a empresa Seagull Incorporações e Participações por R$ 11,65 milhões, mas o clube e a prefeitura de Curitiba anularam a venda, na justiça, alegando área inalienável[8], ou seja, não pode ser vendida. A prefeitura transferiu a inalienabilidade do antigo estádio do Britânia (patrimônio do clube adquirido das várias fusões), no bairro Guabirotuba, para a Vila Olímpica. Em 2013, o Paraná manifestou o interesse de modernizar a Vila Olímpica e construir a Arena Boqueirão.[9] Os anos se passaram, até que em Abril de 2016, o clube e a prefeitura de Curitiba desistiram de reformar o estádio, acabando com o sonho de construir um estádio "Padrão FIFA" [10][11].

Referências

  1. a b CNEF - Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - Elaboração: Diretoria de Competições / CBF - Revisão 6 (18/01/16) (PDF), Site da Confederação Brasileiro de Futebol - CBF, consultado em 24 de abril de 2017 
  2. Construído para ser a sede de um clube formador de atletas, estádio Érton Coelho Queiroz tem sua vocação retomada pela diretoria do Paraná Clube Tribuna do Paraná - acessado em 7 de setembro de 2016
  3. a b c d e Piazada paranista é que vai sofrer com leilão da Vila, Portal Paraná-Online, consultado em 12 de junho de 2015 
  4. Craque Tostão foi um ídolo coxa branca Portal Parana-online
  5. Paraná Clube passa a treinar na Vila Olímpica Paraná-Online
  6. «Em 1997, Paraná Clube torna-se pentacampeão do campeonato paranaense com menos de 10 anos de existência». Paranautas.com 
  7. «Império de confusão». Jornal Tribuna do Paraná. 29 de janeiro de 2005. Consultado em 4 de setembro de 2018 
  8. Liminar suspende leilão da Vila Olímpica do Boqueirão Paraná-Online - acessado em 9 de julho de 2015
  9. «Paraná dá adeus ao sonho de construir a Arena Boqueirão | De Letra, Paraná Clube | Tribuna PR - Paraná Online». Tribuna PR - Paraná Online. 14 de março de 2016 
  10. Com preço inferior, Vila Olímpica do Boqueirão é leiloada no PR LANCENET! - acessado em 12 de junho de 2015
  11. Gustavo Fruet revela que ação na Justiça impede avanço nas negociações para Arena Boqueirão Arquivado em 14 de junho de 2015, no Wayback Machine. Esporte Banda B - acessado em 12 de junho de 2015
Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.