Estádio Gil Bernardes da Silveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estádio Gil Bernardes da Silveira
Treinamento no estádio com as arquibancadas ao fundo.
Nomes
Nome Estádio Gil Bernardes da Silveira
Apelido Toca do Índio
Características
Local Itapoã - Vila Velha, ES
Gramado Natural
Capacidade 1.000 pessoas[1]
Construção
Data 1938
Inauguração
Outras informações
Proprietário Esporte Clube Tupy
Administrador Esporte Clube Tupy
Mandante Esporte Clube Tupy
Vilavelhense Futebol Clube
Vila Velha Tritões

O Estádio Gil Bernardes da Silveira, também conhecido como Toca do Índio, é um estádio de futebol que fica localizado no bairro de Itapoã, Vila Velha, no estado do Espírito Santo. É pertencente ao Esporte Clube Tupy e tem capacidade para 1.000 pessoas.[1]

A área onde o estádio foi construído foi doada pelo ex-prefeito de Vila Velha Américo Bernardes e por sua esposa Marina Barcellos em 1967. O estádio recebe o nome de Gil Bernardes da Silveira, pai de Américo Bernardes, considerado um dos maiores nomes da história do Tupy.[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Campo de Futebol de medida 100x72m, três sanitários, três vestiários, um vestiário para árbitros, uma cozinha, bar, secretaria, sala de reunião, cabines de rádio e televisão.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - 2016» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 3 de março de 2016 
  2. «Conheça as pessoas que dão nome a estádios capixabas». gazetaonline.com. 9 de outubro de 2016. Consultado em 7 de fevereiro de 2017 
  3. «EC Tupy: Infra-estrutura». EC Tupy. 2008. Consultado em 14 de fevereiro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.