Estádio Joaquim Américo Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arena da Baixada
Estádio Joaquim Américo Guimarães
Arena da Baixada
Sisbrace: Star full.svg Star full.svg Star full.svg Star full.svg Star full.svg

[1]

Nomes
Nome Estádio Joaquim Américo Guimarães
Apelido Arena da Baixada
Caldeirão do Diabo
Características
Local Curitiba
 Paraná,  Brasil
Gramado Grama sintética (sistema Italgreen 62 Lesmo HD Geofill N[2] ) (a partir de fev/2016)[3] (105 x 68 m)
Capacidade 42.370 pessoas[4]
Construção
Data 1914
Custo US$30.000.000(Primeira Fase) R$326.700.000 (Reforma para Copa do Mundo 2014)[5]
Inauguração
Data 6 de setembro de 1914
20 de junho de 1999
14 de maio de 2014
Partida inaugural Internacional-PR 1 x 7 Flamengo-RJ (1914)
Atlético Paranaense 2x1 Cerro Porteño (1999)
Atlético Paranaense 1x2 Corinthians[6] (2014)
Primeiro gol Arnaldo (Flamengo)(1914)
Lucas (Atlético)(1999)
Marcelo Cirino (Atlético)(2014)
Recordes
Público recorde 39.375 Pessoas[7]
Data recorde 23 de junho de 2014
Partida com mais público Flag of Australia.svg Austrália 0 x 3 Flag of Spain.svg Espanha
Outras informações
Remodelado 1993 a 1994
1997 a 1999
2012 a 2014
Demolido Final de 1996
Proprietário Clube Atlético Paranaense
Administrador Clube Atlético Paranaense
Mandante Clube Atlético Paranaense

O Estádio Joaquim Américo Guimarães é o estádio do Clube Atlético Paranaense (CAP), localizado em Curitiba, capital do estado do Paraná, Brasil.

Introdução[editar | editar código-fonte]

Conhecido como Arena da Baixada, o espaço foi o primeiro palco do futebol brasileiro a adotar o naming rights com o título de Kyocera Arena entre 2005 e 1º de abril de 2008 e com a escolha de Curitiba para ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, a Arena, entre 2012 e 2014, foi reformada, com a ampliação de capacidade de modo a atender os padrões exigidos pela FIFA, passando a ter 42.370[8] [9] lugares (capacidade de operação conforme CNEF/CBF 2014 é idêntico a capacidade oficial).[10]

Localizado no bairro do Água Verde, tem como forte diferencial sua localização, próximo ao centro da capital paranaense. A história do estádio do Atlético começou no início do século XX, quando em 1914, Joaquim Américo Guimarães, então presidente do Internacional (clube que originaria o Clube Atlético Paranaense), comandou a construção do estádio Baixada da Água Verde. O Atlético surgiu dez anos depois, herdando o patrimônio e batizando o estádio com o nome do principal responsável por seu surgimento.

Em 1934, o estádio foi batizado, oficialmente, com o nome do fundador do International Foot-Ball Club, Joaquim Américo Guimarães[11] .

Kyocera[editar | editar código-fonte]

Em março de 2005, o CAP anunciou a venda dos direitos de nome da Arena por três anos para a empresa japonesa Kyocera Mita América, renováveis por mais dois, resultando no novo nome de Kyocera Arena. Os asiáticos também passaram a ser patrocinadores da camisa do time. A venda do nome do estádio, comum na América do Norte e Europa, foi pioneira no Brasil. O acordo foi desfeito a partir de 1º de Abril de 2008, por decisão do Atlético, para tentar buscar outros parceiros mais lucrativos, devido à expectativa existente na época de abrigar jogos da Copa do Mundo de 2014.[12]

O Estádio[editar | editar código-fonte]

O antigo estádio, preterido pelo CAP de 1987 a 1993 (quando usou o Estádio do Pinheirão), sofreu uma reforma em 1994, sendo feitas novas arquibancadas e sociais, as quais foram demolidas junto com o restante três anos depois, em 1997.

A Arena[editar | editar código-fonte]

A construção da primeira fase da nova Arena durou um ano, seis meses e vinte dias. O canteiro de obra foi lançado em 1º de dezembro de 1997 e em 20 de junho de 1999 foi entregue.[13] . O custo da construção foi de cerca de US$ 30 milhões. Portanto, o Estádio Joaquim Américo Guimarães, em sua nova fase ou Arena da Baixada, foi inaugurada em 24 de junho de 1999 com o jogo Atlético Paranaense 2 a 1 Cerro Porteño (com o primeiro gol desta nova fase do atacante Lucas[14] ),

Vista aérea das obras em outubro de 2012

Após a reforma de 1999, o estádio ainda necessitava da sua conclusão, e esta conclusão ocorreu com as obras finais, entre os anos de 2012 e 2014, com o objetivo de ser uma das doze sedes da Copa do Mundo de 2014. A partir da reinauguração de 1999, o estádio ostentou o título de o mais moderno de toda a América latina. Este título perdurou até o ano de 2007 quando o estádio Engenhão foi inaugurado.

Estádio já existia antes mesmo da criação do Clube Atlético Paranaense

Setor Brasílio Itiberê[editar | editar código-fonte]

O estádio quando reconstruído em 1999, não pôde obedecer o projeto original por completo, pois o espaço destinado a reta localizada no lado da Rua Brasílio Itiberê estava ocupado por uma escola. Após anos de uma disputa judicial e depois de aguardar a transferência da escola para um novo endereço, o clube pode dar sequência na finalização do projeto, agora com novas linhas e arquitetura.

No domingo, 24 de junho de 2009, data de aniversário de 50 anos do primeira partida de um clube paranaense em uma competição nacional (Hercílio Luz 1 a 2 Atlético Parananaense)[15] marcou também a conclusão da primeira fase deste projeto ao entregar, ao seu torcedor, as cadeiras do "setor" Brasílio Itiberê.

Em estruturas pré-moldadas de concreto e assentos personalizados a obra finalizou o primeiro anel do estádio, podendo, agora, o clube contar com o apoio de novos 4.700 torcedores. A capacidade do estádio, após a conclusão deste setor passou para 28.273 lugares[16] .

A inauguração deste setor foi no jogo entre o furacão e o tricolor paulista, o São Paulo Futebol Clube, no campeonato brasileiro de 2009 com o resultado de 1 a 0 para o time da casa.[17]

Reta Brasílio Itiberê no jogo Atlético x São Paulo – Brasileirão 2009
Jogo disputado na Arena da Baixada em 2008

Conclusão do Estádio[editar | editar código-fonte]

Após o término do Brasileirão de 2011[18] , na vitória de 1 a 0 sobre o rival Coritiba[19] , o Atlético fechou a Arena para jogos e assim, iniciar a conclusão do estádio, que entre os anos de 2012 até maio de 2014, ocorreram a remodelação estrutural para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014.

No aniversário de Curitiba, dia 29 de março de 2014, houve o primeiro jogo de inauguração, um jogo amistoso entre o Clube Atlético Paranaense e o J.Malucelli e com o placar de 0 a 0. Este evento foi um jogo teste administrado pelo clube, com público reduzido (10 mil pagantes), pois havia muitas setores com obras inacabadas[20] .

A inauguração oficial (a pedido da FIFA), ocorreu em 14 de maio de 2014, num novo amistoso, agora entre o Atlético e o Sport Club Corinthians Paulista, quando o clube paulista ganhou de 2 a 1 e o primeiro gol marcado nesta nova inauguração foi do atacante rubro negro, Marcelo Cirino, aos treze minutos do primeiro tempo. O jogo foi para um público de 30 mil pagantes, pois a carga completa de cadeiras ainda não havia sido instalada[21] .

Foto panorâmica de jogo disputado na Arena da Baixada em 2014

Arena multiuso[editar | editar código-fonte]

Após a conclusão da arena, o espaço, em seu primeiro ano de uso, foi usado quase que exclusivamente para jogos de futebol e pequenos eventos empresariais. Em dezembro de 2014, foi utilizado pelo Tribunal de Justiça do Paraná para realizar o maior casamento coletivo da cidade, quando 800 casais efetuaram suas cerimônias de casamento[22] . O primeiro grande show da arena multiuso, foi a apresentação do compositor britânico Rod Stewart, na noite de 17 de setembro de 2015 para um público de aproximadamente 35 mil pessoas[23] .

No dia 15 de maio 2016 ocorreu o UFC 198, que contabilizou um público total de 45.201[24] espectadores. Entre os lutadores do card oficial, estavam Fabricio Werdum (em defesa do cinturão), Vitor Belfort, Cris Cyborg, Rogério Minotouro, entre outros. O evento foi o primeiro nesta natureza realizado num estádio de futebol no Brasil[25] , com o maior público registrado no país e o terceiro, em todas as edições do UFC, no mundo[26] .

Recordes de público[editar | editar código-fonte]

Após a reconstrução do estádio para a nova arena e com a capacidade estimada em mais de 28.000 lugares, o recorde de púbico ocorreu no dia 16 de dezembro de 2001, no primeiro jogo da final do Campeonato Brasileiro de 2001, com 31.700 torcedores[27] no jogo entre Atlético Paranaense 4 a 2 São Caetano. O público foi superior a capacidade, em função de que até então o estádio não contava com assentos numerados, mas somente arquibancadas de concreto, o que propiciou este número.

Com a reforma para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014, a capacidade aumentou e o recorde atual ocorreu no dia 23 de junho de 2014, entre as seleções da Austrália e Espanha, com o resultado final de 3 a 0 para os espanhóis em um público total de 39.375 pessoas[28] . O maior público da arena, em evento não futebolístico, foi registrado no dia 15 de maio 2016, quando ocorreu o UFC 198. Neste dia, compareceram ao evento 45.201 espectadores.[24]

Copa do Mundo FIFA de 2014[editar | editar código-fonte]

Arena da Baixada durante o jogo Irã e Nigéria pela Copa do Mundo FIFA de 2014.

A Arena da Baixada recebeu quatro jogos da Copa do Mundo FIFA de 2014, sendo os quatro jogos da fase inicial:

Data Horário
(UTC−3)
Equipe #1 Placar Equipe #2 Grupo Público
16 de junho 16:00 Irã Flag of Iran.svg 0 – 0 Flag of Nigeria.svg Nigéria Grupo F 39 081[29]
20 de junho 19:00 Honduras Flag of Honduras.svg 1 – 2 Flag of Ecuador.svg Equador Grupo E 39 224[30]
23 de junho 13:00 Austrália Flag of Australia.svg 0 – 3 Flag of Spain.svg Espanha Grupo B 39 375[31]
26 de junho 17:00 Argélia Flag of Algeria.svg 1 – 1 Flag of Russia.svg Rússia Grupo H 39 311[32]

Referências

  1. «Ministério do Esporte: Sistema Brasileiro de Classificação de Estádios». 28 de janeiro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2016. 
  2. Certificação FIFA Site Atlético Paranaense - acessado em abril de 2016
  3. Atlético-PR inicia instalação da grama sintética na Baixada nesta terça-feira Portal Globo - Globo Esporte - janeiro de 2016
  4. Aprovados? Veja as notas recebidas pelos estádios paranaenses Jornal Gazeta do Povo - janeiro de 2016
  5. Obra da Arena da Baixada tem novo valor Esporte Terra
  6. Corinthians vence Atlético-PR na inauguração da Arena da Baixada O Globo - acessado m 9 de dezembro de 2015
  7. Público Austrália x Espanha LANCE!
  8. Aprovados? Veja as notas recebidas pelos estádios paranaenses Jornal Gazeta do Povo - janeiro de 2016
  9. CNEF - Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - Elaboração: Diretoria de Competições / CBF - Revisão 5 (24/10/14), Site da Confederação Brasileiro de Futebol - CBF, http://cdn.cbf.com.br/content/201410/20141024155740_0.pdf, visitado em fevereiro de 2015 
  10. Moderna, Arena da Baixada projeta espaço para 42 mil Terra
  11. Atlético esquece Joaquim Américo e rebatiza Baixada mais uma vez Jornal Tribuna do Parana no Portal Paraná-Online - 26 de setembro de 2015
  12. Globo Esporte - Furacão não renova com patrocinador. Acessado em 01 de junho de 2008.
  13. Site Oficial - Kyocera Arena completa sete anos. Acessado em 01 de junho de 2008.
  14. Atacante Lucas decide encerrar a carreira Gazeta do Povo
  15. Parana-Online – Cinquenta anos da estréia em competição nacional. Acessado em 23 de agosto de 2009.
  16. Clube Atlético Paranaense – Estrutura Estádio Joaquim Américo. Acessado em 12 de maio de 2011.
  17. Portal RPC – Inauguração Setor Brasílio Itiberê. Acessado em 16 de agosto de 2009.
  18. Atlético-PR mandará jogos fora da Arena da Baixada ESP Brasil
  19. Arena da Baixada será fechada para reformas Vermelho da Paixão
  20. Em dia de festa, Atlético-PR empata sem gols na volta à Arena da Baixada Globo Esporte
  21. Corinthians vence Atlético-PR na inauguração da Arena da Baixada Jornal O Globo
  22. Casamento coletivo reúne 800 casais na Arena da Baixada, em Curitiba Portal G1 de Notícias - acessado em 17 de setembro de 2015
  23. Rod Stewart 'inaugura' a Arena da Baixada para shows Portal de Notícias Paraná-Online - acessado em 17 de setembro de 2015
  24. a b redação (15/05/2016). «UFC 198 é sucesso de público e bate recordes na modalidade». O Estado de S. Paulo. Consultado em 16 de maio de 2015. 
  25. Veja.com (15/05/2016). «UFC 198, o maior evento de MMA do Brasil, em Curitiba». Revista Veja. Consultado em 16 de maio de 2015. 
  26. Adriano Albuquerque (15/05/2016). «UFC 198 chega à Arena da Baixada e promove estreia, recordes e redenção». Portal Globo.com. Consultado em 16 de maio de 2015. 
  27. Arena da Baixada completa 98 anos Site ClicRBS - Jornal de Santa Catarina
  28. FICHA TÉCNICA ESPANHA 3 X 0 AUSTRÁLIA Jornal O Globo
  29. Ficha técnica - Irã e Nigéria não saem do zero em Curitiba Portal Band Sports
  30. Em jogo de muita correria, Equador vence Honduras de virada Portal LanceNet - LANCE!
  31. Mesmo com muito sono, Espanha bate a Austrália na despedida da Copa Diário LANCE! - 23 de junho de 2014
  32. Ficha técnica: Argélia 1 x 1 Rússia Gazeta Esportiva - 26 de junho de 2014