Estátua de Chollima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estátua de Chollima
천리마동상
Chollima statue 06.JPG

Estátua na Colina Mansu

História
Arquiteto
Período de construção
Arquitetura
Material
Altura
46 metros (151 pés)
Localização
Endereço
Coordenadas

A Estátua de Chollima (em Chosŏn'gŭl: 천리마동상; hancha: 千里馬銅像; rr: Cheonrimadongsang) é um monumento localizado na Colina Mansu, em Pyongyang, a capital da Coreia do Norte. O monumento simboliza a "velocidade Chollima" do Movimento Chollima. Diz-se que o lendário cavalo alado Chollima, representado pelo monumento, percorre 1.000 li (400 km) por dia.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O monumento foi construído como um presente para Kim Il-sung.[2] Foi construído pela Companhia de Produção de Escultura Merecida do Estúdio de Arte Mansudae.[3] A estátua foi inaugurada em 15 de abril de 1961, no 49º aniversário de Kim Il-sung.[1] O ímpeto para construir o monumento foi o discurso "Vamos Continuar a Desenvolver Arte Popular" de Kim Il-sung, concedido a artistas amadores de grupos rurais em 7 de março de 1961.[1][4] A estátua de Chollima foi premiada com o Prêmio do Povo.[5]

Características[editar | editar código-fonte]

O monumento tem 46 metros de altura no total. A escultura tem 14 metros de altura e 16 metros de comprimento. As duas figuras que montam o Chollima, um trabalhador e uma mulher camponesa, têm 7 metros e 6,5 metros de altura, respectivamente.[1] As figuras são feitas de bronze, enquanto a base é de granito.[5] O trabalhador levanta um documento do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia e a camponesa segura uma quantidade de arroz,[6] simbolizando o "heroísmo e o espírito de luta constante do povo coreano".[7] O cavalo estaria indo para o "futuro da coreia do norte, com as inovações que avançam tão rapidamente, na velocidade do Chollima".[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Corfield, Justin (1 de dezembro de 2014). Historical Dictionary of Pyongyang (em inglês). [S.l.]: Anthem Press. ISBN 9781783083411 
  2. Germany, SPIEGEL ONLINE, Hamburg. Fotostrecke - Bild 11 - Nordkorea-Bildband [Galeria de Imagens da Coreia do Norte: Beleza Proibida] (em alemão). [S.l.: s.n.] 
  3. Kim Kyong-hui (Março de 2013). «Prestigious Sculpture Production Company». Democratic People's Republic of Korea (687). p. 21. ISSN 1727-9208 
  4. Kim, Il-sŏng (1983). Kim Il Sung: Works (em inglês). [S.l.]: Foreign Languages Publishing House 
  5. a b «Chollima Statue, Symbol of Juche Korea» [Estátua de Chollima, Símbolo do Juche da Coreia]. KCNA. 15 de abril de 2006. Consultado em 14 de abril de 2019. Cópia arquivada em 12 de outubro de 2014 
  6. Chollima Statue [Estátua de Chollima]. Naenara (Notas de mídia). Pyongyang: Foreign Languages Publishing House. N.d. Em cena em 1:00. Consultado em 13 de fevereiro de 2016 [ligação inativa] 
  7. a b «LONG LIVE MANSUDAE – 艺术界 LEAP». www.leapleapleap.com. Consultado em 27 de março de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Coreia do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.