Estêvão de Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde abril de 2017). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Estêvão de Vasconcelos.

José Estêvão Brosselard Pais de Vasconcelos (Olhão, 13 de novembro de 1868Lisboa, 15 de maio de 1917) foi um médico e político português.[1]

Estêvão de Vasconcelos estudou na Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, tendo concluído a licenciatura em 1894. Aderiu ao Partido Republicano Português ainda durante o curso de medicina, tendo colaborado em órgãos da imprensa partidária, como A Pátria, A Vanguarda e O Mundo.

Foi presidente da Comissão Municipal Republicana de Lisboa, em 1900, candidato a deputado pela capital, em 1901, e membro do Diretório do Partido Republicano, em 1902. Entre 1903 e 1910, desempenhou funções de médico municipal em Vila Real de Santo António, o que lhe deu a possibilidade de reorganizar o Partido Republicano no Algarve. Em 1908, foi eleito deputado republicano por Setúbal. Nessa altura, apresentou a proposta de Lei de Acidentes no Trabalho, que, mais tarde, veio a aprovar enquanto ministro e que foi considerada das mais progressistas da Europa.

Após a implantação da República Portuguesa, Estêvão de Vasconcelos foi eleito deputado à Assembleia Nacional Constituinte de 1911, foi ministro do Fomento no governo liderado por João Chagas e, mais tarde, senador pelo distrito de Beja. Foi ainda administrador da Caixa Geral de Depósitos.

Participou em vários congressos e tem numerosos trabalhos publicados sobre o combate à tuberculose e sobre questões de higiene.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estêvão de Vasconcelos

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • MARQUES, A. H. de Oliveira (coord.) (2000). Parlamentares e Ministros da 1.ª República (1910-1926). Col. Parlamento. Porto: Edições Afrontamento. 433 páginas 
  • Nobre, Antero (1987). Doze Olhanenses Que Muito Honraram a sua Terra. Olhão: Sep. "Voz de Olhão". 14 páginas 
  • MENDES, Elsa. "Vasconcelos, José Estêvão de" in Mónica, Maria Filomena (coord.) (2006). Dicionário Biográfico Parlamentar (1834-1910). Col. Parlamento. III. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais/Assembleia da República. p. 999-1001 

Referências

  1. As informações deste artigo foram recolhidas de Artur B. Mendonça. «Dr. Estêvão de Vasconcelos». Almanaque Republicano. Arepublicano.blogspot.com. Consultado em 6 de setembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.