Estação Arts et Métiers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arts et Métiers
Plataforma encorpada de cobre da linha 11.
Uso atual Estação de metropolitano
Administração RATP Metrô de Paris
Linhas Linhas 3, 11
Código 0803
Tipo de estação Subterrânea
Plataforma 4
Informações históricas
Inauguração Paris m 3 jms.svg 19 de outubro de 1904
Paris m 11 jms.svg 28 de abril de 1935
Localização
Localização 42, Rue Réaumur x 48, Rue Turbigo x 51, Rue Turbigo x 57, Rue Turbigo x Rue des Vertus / Rue Réaumur
Próxima estação
Sentido Pont de Levallois Paris m 3 jms.svg Sentido Gallieni
Réaumur - Sébastopol Temple
Arts et Métiers
Sentido Châtelet Paris m 11 jms.svg Sentido Mairie des Lilas
Rambuteau République
Arts et Métiers

Arts et Métiers é uma estação das linhas 3 e 11 do Metrô de Paris, localizada no 3.º arrondissement de Paris.

História[editar | editar código-fonte]

A estação leva o seu nome do próximo Conservatoire national des arts et métiers.

Em 2011, 3 859 066 passageiros entraram nesta estação[1]. Ela viu entrar 4 036 745 passageiros em 2013, o que a classifica na 121ª posição das estações de metrô por sua frequência[2].

Serviços aos Passageiros[editar | editar código-fonte]

Acessos[editar | editar código-fonte]

  • 42, rue Réaumur.
  • 48, rue Turbigo.
  • 51, rue Turbigo.
  • 57, rue Turbigo.
  • Esquina rue des Vertus / rue Réaumur (dois).

Plataformas[editar | editar código-fonte]

As plataformas das duas linhas são de configuração padrão: duas plataformas laterais por ponto de parada, elas são separados pelas vias do metrô situadas ao centro e a abóbada é elíptica

A estação da linha 3 é estabelecida em uma curva e sua decoração é de estilo "Ouï-dire" de cor verde: a faixa de iluminação, da mesma cor, é suportada por consoles curvos em forma de foice. A iluminação direta é branca enquanto que a iluminação indireta, projetada sobre a abóbada, é multicolorida. As telhas de cerâmica branca são planas e recobrem os pés-direitos, a abóbada, os tímpanos e as saídas dos corredores. Os quadros publicitários são verdes e cilíndricos e o nome da estação está inscrito em letras capitais em placas esmaltadas. As plataformas são equipadas com assentos do estilo "Motte" e os bancos "assis-debout" verdes.

A estação da linha 11 é completamente coberta desde outubro de 1994 de chapas de cobre animadas umas às outras, e não de habituais telhas de faiança. Este equipamento foi colocado por ocasião das celebrações do bicentenário do Conservatoire national des arts et métiers. É devido a Benoît Peeters, cenarista francês, e François Schuiten, cartunista belga, autores da série Les Cités Obscures[3]. O passageiro é imerso no interior de uma grande máquina, uma espécie de Nautilus subterrâneo evocando a atmosfera de Vinte Mil Léguas Submarinas, de estilo steampunk. No teto da estação, uma série de grandes engrenagens evoca o Museu de Artes e Ofícios. O cobre, único material usado, evoca o universo técnico e industrial. Nas plataformas, uma série de janelas abertas em cenografias de tamanho pequeno, focado nas coleções do museu: se observa a esfera armilar, o satélite Telstar, ou até mesmo a roda hidráulica. Todo o mobiliário da estação é adaptado à decoração e constitui um caso único na rede: as chapas com o nome da estação, os bancos de madeira, as lixeiras, as telhas planas dos tímpanos, os terminais de alarmes e as faixas de iluminação, do estilo "Ouï-dire", são marrons. Esta última não possui no entanto iluminação multicolorida e difunde uma luz suave. Não há publicidade sobre estas plataformas.

Intermodalidade[editar | editar código-fonte]

A estação é servida pelas linhas 20, 38, 47 e 75 da rede de ônibus RATP e, à noite, pelas linhas N12 e N23 da rede Noctilien.

Pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

Galeria de fotografias[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação Arts et Métiers