Estação Ecológica da Universidade Federal de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Entrada da Estação.

A Estação Ecológica da UFMG é uma unidade de conservação que contribui para a preservação das áreas verdes da região metropolitana de Belo Horizonte. Oferece aos seus usuários, atividades de pesquisa, ensino e extensão. Além disso, a área possui enorme potencial para o lazer contemplativo e atividades físicas.

A Estação está localizada no Campus Universitário da Pampulha. São duas áreas descontínuas, entrecortadas pela Avenida Presidente Carlos Luz. Compreende cerca de 1.142 m² de área verde, com uma rica diversidade de fauna e flora. Foram identificadas na área cerca de 9 ordens de mamíferos, 220 espécies de aves, répteis, anfíbios e invertebrados. A flora é rica em espécies nativas e exóticas (mutamba, cedro, pau d’óleo, paineira, ipê, jaborandi, cotieira, eucalipto, mangueira, jaqueira, jambo, capim elefante, abacateiro, etc).

A Estação Ecológica tem umgrande diferencial em relação a outras áreas verdes da capital mineira, pois se encontra dentro de um dos maiores centros de estudos do país, o que facilita maior integração maior entre as suas atividades fins, sendo modelo de preservação ambiental.