Estação Engenheiro Manoel Feio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CPTM icon.svg Engenheiro Manoel Feio
Prédio e plataformas da estação.
Uso atual Estação de Trem Urbano Estação de Trem
Administração CPTM icon.svg CPTM
Linha 12blue.png Safira
Código EMF
Movimento em 2015 13,9
Informações históricas
Inauguração 7 de fevereiro de 1926 (92 anos)
Localização
Localização Gnome-globe.png Estação Engenheiro Manoel Feio
Endereço Avenida Eldorado, s/n - Engenheiro Manoel Feio - Itaquaquecetuba
Próxima estação
Sentido Brás 12blue.png Sentido Calmon Viana
Jardim Romano Itaquaquecetuba
Engenheiro Manoel Feio

A Estação Engenheiro Manoel Feio é uma estação ferroviária, pertencente à linha 12 da CPTM, localizada no município de Itaquaquecetuba, no estado de São Paulo. No futuro pretende, ser um dos terminais do Ferroanel Metropolitano de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

A estação foi construída pela EFCB entre 1921-1926 e aberta em 7 de fevereiro de 1926 tendo sido batizada em homenagem ao engenheiro da Estrada de Ferro Central do Brasil Manoel Feio. Após um curto período de operações, nos quais um descarrilhamento nos arredores de Manoel Feio ocorrido em 6 de maio de 1930 causou a morte de 4 pessoas e ferimentos em outras 20, a estação e a Variante Poá foram fechadas e reabertas apenas em 1 de janeiro de 1934.[1][2]

Em 1979 recebeu um novo prédio construído pela RFFSA (no âmbito das obras da Variante do Parateí - ramal entre Engº Manoel Feio e São José dos Campos) [3], reformado em 1986.[4] Desde 1994 é administrada pela CPTM.[5] A precariedade dos serviços da ferrovia aliada ao clima de insegurança na região ao longo das décadas provocou a ocorrência de depredações na estação nas décadas de 1980 e 1990 e de um assalto a suas bilheterias com 26 reféns ocorrido em 19 de maio de 2000. [6]

Existem dois projetos para sua reconstrução. Em 2005 a CPTM contratou a empresa Una Arquitetos para elaborar o projeto de uma nova edificação e em 2012 foi contratado o escritório JBMC para elaborar um novo projeto. Apesar dos projetos serem concluídos, não existe previsão para início das obras. [7] [8] [9]

Recentemente, um grupo de moradores locais pleiteou na Assembléia Legislativa (por meio do deputado Carlos Cesar), sem sucesso, uma sugestão para a troca de nome da estação de Engenheiro Manoel Feio para Presidente Juscelino Kubitschek. A motivação seria o nome atual ser considerado pejorativo por alguns moradores, embora a denominação tenha sido outorgada em 1926. [10] Segundo um artigo divulgado na 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô (AEAMESP), o custo de modificação do nome de uma estação ferroviária intermediária como Manoel Feio é de quase R$ 620 mil, razão pela qual a CPTM evita renomear suas estaçõe,s salvo quando obrigada por força de lei.[11]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
EMF Engenheiro Manoel Feio 7 de fevereiro de 1926 Bilhete Único da SPTrans. uma de cada lado superfície estação reconstruída no padrão RFFSA

Referências

  1. «Vai funcionar a variante Mogi das Cruzes-Norte». Folha da Manhã, Ano 1, edição 193, página 8. 10 de janeiro de 1926. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  2. «O trágico fim de uma festa». Folha da manhã, Ano 5, edição 1804, página 3. 6 de maio de 1930. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  3. Rede Ferroviária Federal S. A. (1979). «Relatório Anual». Ministério dos Transportes/Internet Archive. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  4. «CBTU quer modernizar rede do subúrbio». Folha de S. Paulo, Ano 66, edição 20929, caderno cidades/educação e ciência, página 18. 22 de julho de 1986. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  5. Ralph Mennucci Giesbrecht (2016). «Manoel Feio». Estações ferroviárias do Brasil. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  6. Agora-SP (20 de maio de 2000). «Grupo faz 26 reféns em assalto a estação». Folha de S., Paulo, ano 80, edição 25980, caderno Cotidiano, página C-10. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  7. «Estações Linha F». Una Arquitetos. 2005. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  8. «Estação Engenheiro Manoel Feio - Linha 12 - Safira da CPTM». Galeria da Arquitetura. 2012. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  9. «André do Prado e vereadores pedem reforma das estações». Mogi News. 18 de agosto de 2017. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  10. Carlos Cezar (5 de abril de 2016). «Indicação 468/2016». Assembleia Legislativa de São Paulo. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  11. Clercia Mara de Oliveira Nisti, Helena da Silva Andrade, Thiago dos Santos da Silva (2016). «Nomenclatura das estações da CPTM – Metodologia para escolha de nome, custos e as consequências de sua alteração» (PDF). Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]