Estação Ferroviária de Canas-Felgueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Canas - Felgueira IPcomboio2.jpg
IPestacao.jpg
Linha(s) Linha da Beira Alta (PK 109,097)
Coordenadas 40° 29′ 27,83″ N, 7° 54′ 23,43″ O
Concelho Nelas
Serviços Ferroviários Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgR
Horários em tempo real
Serviços Serviço de táxis
Telefones públicos Sala de espera


Logos IP.png
BSicon CONTfa grey.svg
BSicon HST grey.svgLapa do Lobo (Sentido Pampilhosa)
BSicon BHF grey.svgCanas - Felgueira
BSicon BHF grey.svgNelas (Sentido Vilar Formoso)
BSicon CONTf grey.svg

A Estação Ferroviária de Canas-Felgueira, originalmente conhecida como Cannas de Senhorim, é uma interface da Linha da Beira Alta, que serve a localidade de Canas de Senhorim, no Distrito de Viseu, em Portugal.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Publicidade das Caldas de Felgueira, onde se publicita um serviço de carruagens entre aquela estância termal e a estação de Cannas de Senhorim.

Localização e acessos[editar | editar código-fonte]

A estação situa-se junto à localidade de Canas de Senhorim, em frente ao Largo da Estação.[1]

Descrição física[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2011, tinha duas vias de circulação, com 541 e 514 m de comprimento, e duas plataformas, com 164 e 94 m de extensão, e 45 cm de altura.[2]

Serviços[editar | editar código-fonte]

Esta interface é servida por comboios regionais da operadora Comboios de Portugal.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Anúncio de 1903, onde esta interface aparece com o nome original, Cannas de Senhorim.

A Linha da Beira Alta entrou ao serviço, de forma provisória, em 1 de Julho de 1882, tendo a linha sido definitivamente inaugurada no dia 3 de Agosto do mesmo ano, pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses da Beira Alta.[4]

Em 1888, existia um serviço de diligências entre a estação de Canas e as Caldas da Felgueira,[5] que ainda funcionava em 1913.[6]

Em 1932, executaram-se trabalhos de modificação da retrete, tendo a fossa turca sido substituída por uma do tipo "mouras".[7]

Em 1934 e 1935, o chefe da estação de Canas - Felgueira foi premiado com vários dias de licença, no âmbito de um concurso dos jardins das estações na Linha da Beira Alta.[8][9]

Em 1934, foram instaladas novas cancelas nos acessos ao cais,[10] e em 1935 foi construído o pavimento do cais coberto, utilizando calçada de junta aberta reforçada com argamassa hidráulica.[11] Em 1936, foram feitas obras de reparação no edifício da estação e nas retretes.[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Canas-Felgueira - Linha da Beira Alta». Infraestruturas de Portugal. Consultado em 2 de Julho de 2017 
  2. «Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque». Directório da Rede 2012. Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. p. 71-85 
  3. «Longo Curso / Rregional > Linha da Beira Alta» (PDF). Comboios de Portugal. 2 de Janeiro de 2017. Consultado em 2 de Julho de 2017 
  4. TORRES, Carlos Manitto (16 de Março de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 71 (1686). p. 133-140. Consultado em 5 de Fevereiro de 2014 
  5. «Guia annunciador do viajante luso-brasileiro: indicador official dos caminhos de ferro e da navegação». Biblioteca Nacional Digital. Ano 10 (37). Lisboa: Empreza do Guia Annunciador. 1888. p. 70. Consultado em 25 de Setembro de 2018 
  6. «Serviço de Diligencias». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. 39 (168). Outubro de 1913. p. 152-155. Consultado em 26 de Fevereiro de 2018 
  7. «O que se fez nos Caminhos de Ferro em Portugal no Ano de 1932» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1081). 1 de Janeiro de 1933. p. 10-14. Consultado em 26 de Junho de 2011 
  8. «Linha da Beira Alta» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1120). 16 de Agosto de 1934. p. 418. Consultado em 2 de Novembro de 2010 
  9. «Ajardinamento das estações da Beira Alta» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1144). 16 de Agosto de 1935. p. 356. Consultado em 2 de Julho de 2017 
  10. «O que se fez nos caminhos de ferro em Portugal, em 1934» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 47 (1129). 1 de Janeiro de 1935. p. 27-29. Consultado em 20 de Outubro de 2012 
  11. SOUSA, José Fernando de (1 de Outubro de 1935). «Os Nossos Caminhos de Ferro em 1935» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 48 (1153). p. 5-9. Consultado em 2 de Julho de 2017 
  12. «O que se fez em caminhos de ferro durante o ano de 1936» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 49 (1179). 1 de Fevereiro de 1937. p. 86-87. Consultado em 2 de Julho de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a estação de Canas - Felgueira

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.