Estação Jardim de Alah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jardim de Alah
Uso atual Estação de Metrô Estação de Metrô
Administração Metrorioicon.png Metrô Rio
Linha Icon 4 (set yellow).png Linha 4
Sigla JAL
Posição Subterrânea
Plataformas 2 (Laterais)
Informações históricas
Inauguração 30 de julho de 2016 (1 anos)[1]
Localização
Jardim de Alah está localizado em: Rio de Janeiro (cidade)
Jardim de Alah
Localização da Estação Jardim de Alah
22° 58' 59" S 43° 12' 55" O
Endereço Av. Borges de Medeiros x Av. Ataulfo de Paiva
Município Bandeira da cidade do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro - RJ
País  Brasil
Próxima estação
Sentido General Osório Icon 4 (set yellow).png Sentido Jardim Oceânico
Nossa Senhora da Paz Antero de Quental
Jardim de Alah

A Estação Jardim de Alah é uma estação da Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro. Localizada próxima do conjunto de praças Jardim de Alah, que divide os bairros de Ipanema e Leblon, a estação terá acessos voltados apenas para o bairro do Leblon. Serão quatro: dois na avenida Ataulfo de Paiva, junto à avenida Borges de Medeiros (que margeia o Jardim) e ao Shopping Leblon, e dois na esquina das avenidas Ataulfo de Paiva e Afrânio de Melo Franco.[2] A estação encontra-se em obras e sua inauguração está prevista para 5 de agosto de 2016,[3] juntamente com as outras quatro novas estações da linha.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. RODRIGUES, Matheus; SILVEIRA, Daniel (30 de julho de 2016). «Com Temer e Pezão, Linha 4 do Metrô no Rio é inaugurada». G1. Consultado em 04 de agosto de 2016.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «O que é o projeto». Concessionária Rio Barra S.A. Consultado em 5 de novembro de 2013. 
  3. «Linha 4 do metrô atrasa e inauguração será apenas na abertura da Olimpíada - Rio - O Dia». O Dia. Consultado em 6 de junho de 2016. 
  4. Luiz Ernesto de Magalhães (3 de dezembro de 2012). «Construção da Linha 4 do metrô custará 70% a mais do que o estimado inicialmente». O Globo. Consultado em 5 de novembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]