Estação São Francisco Xavier (SuperVia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
São Francisco Xavier
Estação São Francisco Xavier, em março de 2016
Informações
São Francisco Xavier está localizado em: Baixada Fluminense e parte da cidade do Rio de Janeiro
São Francisco Xavier
Localização da Estação São Francisco Xavier
Coordenadas 22° 54' 9.73" S 43° 14' 39.02" O
Administração Logo da SuperVia.svg SuperVia
Uso Atual Estação de Metropolitano
Código RJ-1508
Sigla SFX
Linha Linha Deodoro
Estrutura Superfície
Níveis 1
Plataformas 2
Outras Informações
Inauguração 16 de maio de 1861 (158 anos)
Inauguração da atual edificação 1929 (90 anos)
Próxima Estação
Sentido Centro
Sv-vbluelinecontshort.svg Sv-vgreenlinecontshort.svg Sv-vredlinecontshort.svg
Sv-vblueline.svg Sv-vgreenline.svg Sv-vredstation.svg Mangueira(Desativado)
Sv-vblueline.svg Sv-vgreenline.svg Sv-vredstation.svg São Francisco Xavier
Sv-vblueline.svg Sv-vgreenline.svg Sv-vredstationdis.svg Rocha (Desativado)
Sv-vblueline.svg Sv-vgreenline.svg Sv-vredstation.svg Riachuelo
Sv-vbluelinecontshort.svg Sv-vgreenlinecontshort.svg Sv-vredlinecontshort.svg
Sentido Baixada/Zona Oeste

São Francisco Xavier é uma estação de trem da Zona Norte do Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

A estação de São Francisco Xavier foi inaugurada em 16 de maio de 1861.[1] Em menos de dois meses já haviam embarcado pela nova estação 800 passageiros.[2] Da mesma saíram por muitos anos as linhas da Linha Auxiliar, originalmente Melhoramentos, antes de ser construída e aberta a estação de Alfredo Maia, em 1905.

Novas edificações para a estação foram construídas e inauguradas em 1908[3] Posteriormente, no final da década de 1920, foram construídas passagens subterrâneas para substituir a passagem de nível de pedestres até então existente.[4]

Em outubro de 1935 a estação foi depredada por populares em protesto após um acidente ferroviário ocorrido em sua plataforma. O acidente causou a morte de nove pessoas e ferimentos em mais de cem.[5]

Desde 1998 é administrada pela concessionária Supervia. Em 2004 a estação recebeu uma reforma e equipamentos de acessibilidade como elevadores e escadas rolantes, tornado-se acessível.[6]

Referências

  1. Guia Geral das Estradas de Ferro (1960). «EFCB - Estrada de Ferro Central do Brasil-Linha do Centro (Bitola de 1,60 m)». Centro Oeste. Consultado em 2 de julho de 2019 
  2. Estrada de Ferro de D. Pedro II (31 de julho de 1861). «Recapitulação do movimento e rendimento dos passageiros, mercadorias e outros objetos de janeiro a junho de 1861». 12º Relatório Semestral, página 409/Memória Estatística do Brasil-Biblioteca do Ministério da Fazenda no Rio de Janeiro-republicado pelo Internet Archive. Consultado em 2 de julho de 2019 
  3. Manuel Fernandes Figueira (29 de março de 1908). «Memoria histórica da Estrada de Ferro Central do Brazil». Imprensa Nacional, página 509-Cópia digitalizada pela Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados do Brasil. Consultado em 2 de julho de 2019 
  4. «O ministro da viação na Central do Brasil». O Paiz, Ano XLI, edição 16053, página 6/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 2 de outubro de 1928. Consultado em 2 de julho de 2019 
  5. Ralph Mennucci Giesbrecht (2006). «São Francisco Xavier». Estações ferroviárias do Brasil. Consultado em 2 de julho de 2019 
  6. «Estações de Metrô serão modernizadas». Correio do Brasil. 10 de fevereiro de 2004. Consultado em 2 de julho de 2019 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação São Francisco Xavier