Estação Senador Camará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Senador Camará
Estação Senador Camará, em 2010
Informações
Senador Camará está localizado em: Baixada Fluminense e parte da cidade do Rio de Janeiro
Senador Camará
Localização da Estação Senador Camará
Coordenadas 22° 52' 32.77" S 43° 29' 12.91" O
Administração Logo da SuperVia.svg SuperVia
Uso Atual Estação de trens metropolitanos
Código RJ-3443
Sigla SEN
Linha Linha Santa Cruz
Estrutura Superfície
Outras Informações
Inauguração 1 de junho de 1923 (94 anos)
Próxima Estação
Sentido Centro
Sv-vgreenlinecontshort.svg Sv-vredlinecontshort.svg
Sv-vgreeninterleft.svg Sv-vredintertoptermesp.svg Bangu
Sv-vgreeninterleft.svg Sv-vredinterright.svg Senador Camará
Sv-vgreeninterleft.svg Sv-vredinterright.svg Santíssimo
Sv-vgreenlinecontshort.svg Sv-vredlinecontshort.svg
Sentido Santa Cruz

Senador Camará é uma estação de trem do Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

A estação de Senador Camará foi aberta em 1923. O nome homenageia o antigo Senador Otacílio de Carvalho Camará, morador no bairro de Santa Cruz. Hoje é uma estação dos trens metropolitanos da Supervias.

O ramal Inaugurado em 1878 com o nome de Angra, foi, posteriormente, chamado de ramal de Mangaratiba, partindo da estação de Deodoro (antes Sapopemba) até o distante subúrbio de Santa Cruz. Em 1911 foi prolongado até Itaguaí, mais tarde, em 1914, chegou a Mangaratiba, de onde deveria ser prolongado até alcançar Angra dos Reis, onde, se encontraria com a E. F. Oeste de Minas que, em 1928, havia atingido Angra com sua linha vinda de Barra Mansa. Esse encontro nunca aconteceu, e o ramal, com trechos belíssimos próximo ao mar transportou passageiros ao longo da praia, em toda a sua extensão até sua desativação em 1982. Antes disso, em 1973, uma variante construída pela RFFSA e que partia de um ponto próximo à estação de Japeri, na Linha do Centro, permitia que trens com minério alcançassem o porto de Guaíba, próximo a Mangaratiba, encontrando o velho ramal na altura da parada Brisamar. A variante, entretanto, deixava de coincidir com o ramal na altura da ponta de Santo Antonio, onde desviava para o porto; com isso, em 30 de junho de 1983, o trecho original entre esse local e Mangaratiba foi erradicado e os trens passaram a circular somente entre Deodoro e Santa Cruz o que acontece atualmente, o trecho entre Santa Cruz e Brisamar está abandonado e o restante, Brisamar-porto, é utilizado pelos trens que transportam minério.

Plataformas[editar | editar código-fonte]

Plataforma 1A: Sentidos Santa Cruz e Campo Grande
Plataforma 2B: Sentido Central do Brasil

Referências

Fonte[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação Senador Camará