Estação Tatuapé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Metrô-SP icon.svg CPTM icon.svg Tatuapé
Acesso à Estação Tatuapé.
Uso atual Estação de Metrô Estação de metrô
Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração Metrô-SP icon.svg Metrô de São Paulo
RFFSA (1981–1984)
CBTU Logo2.svg CBTU (1984–1994)
CPTM icon.svg CPTM (1994–atualmente)
Linhas 3red.png Vermelha
11orange.png Coral
12blue.png Safira
13green.png Jade–Connect
Sigla TAT
Informações históricas
Inauguração 5 de novembro de 1981
Localização
Localização R. Catiguá, s/n.º, Tatuapé
Próxima estação
Sentido
Palmeiras–Barra Funda
3red.png Sentido
Corinthians–Itaquera
Belém Carrão
Tatuapé
Sentido Luz 11orange.png Sentido Guaianases/Estudantes
Brás Corinthians–Itaquera
Tatuapé
Sentido Brás 12blue.png Sentido Calmon Viana
Brás Engenheiro Goulart
Tatuapé
Sentido Brás 13green.png Sentido
Aeroporto–Guarulhos
Brás Engenheiro Goulart
Tatuapé

A Estação Tatuapé é uma estação que faz parte do sistema de trens metropolitanos da CPTM e do Metrô de São Paulo.

É integrada ao Shopping Metrô Tatuapé (ao lado sul da estação) e ao Shopping Metrô Boulevard Tatuapé (ao lado norte da estação). Está localizada no distrito homônimo do Tatuapé, dividida físicamente entre as áreas 3 e 4 da capital paulista.

História[editar | editar código-fonte]

Plataforma da estação Tatuapé (RFFSA), nos seus primeiros anos de funcionamento.

O projeto da Estação Tatuapé foi iniciado em 1973, quando a Rede Ferroviária Federal (RFFSA) e a Companhia do Metropolitano de São Paulo entraram em acordo para a construção do trecho leste da Linha Leste–Oeste (atual Linha 3–Vermelha).[1] O primeiro projeto foi apresentado ao público em maio de 1975 e previa a integração das linhas do metrô e de subúrbios da RFFSA na Estação Tatuapé.[2] As obras da Linha Leste–Oeste foram iniciadas em março de 1976, porém o primeiro decreto de desapropriação para a construção da futura Estação Tatuapé foi lançado apenas em junho daquele ano.[3][4]

Apesar da assinatura de um memorando de entendimento entre a RFFSA e o Metrô em junho de 1977, as obras da Estação Tatuapé foram iniciadas pela construtora Beter S.A. apenas em 29 de abril de 1978.[5][6][7] Em 29 de abril de 1979, uma nova fase das obras foi lançada, quando um novo trecho da Radial Leste foi entregue, permitindo o início da construção do bloco principal da Estação Tatuapé, com uma área total construída de dezoito mil metros quadrados.[8] Prometida para meados de 1980, a estação teve sua inauguração atrasada por problemas de verbas.[9]

A Estação Tatuapé foi inaugurada pelo governador Paulo Maluf, utilizando-se de uma cadeira de rodas (apesar de a estação até então não contar com nenhum elevador — o primeiro seria implantado apenas em 1992), em 5 de novembro de 1981.[10]

Características[editar | editar código-fonte]

O trecho entre Belém e Tatuapé demandou a escavação de 313 346 metros cúbicos de solo, 7 713 metros de estacas do tipo "Franki", 4 675 metros cúbicos de concreto estrutural, 1 428 metros cúbicos de concreto pré-moldado, 155 327 metros cúbicos de reaterro e 1 021 metros de estaqueamento metálico.[11]

Tatuapé é uma estação com mezanino de distribuição sobre plataformas central e laterais em superfície, estrutura em concreto aparente e cobertura espacial metálica treliçada. Possui acesso adaptado para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Conta com uma área construída de 34 680 metros quadrados e possui uma capacidade de sessenta mil passageiros por hora nos horários de pico.[12]

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Tatuapé é um termo tupi: tatu (tatu) e apé (caminho), expressão que significa caminho dos tatus.[13]

Integração CPTM, Metrô e SPTrans[editar | editar código-fonte]

A estação Tatuapé da Linha 3–Vermelha do Metrô de São Paulo possui transferência tarifada com as estações das Linhas 11–Coral (Expresso Leste) e 12–Safira da CPTM, exceto em horários especiais, de segunda a sexta das 10h às 17h e das 20h às 24h, aos sábados das 15h à 01h e aos domingos e feriados a integração gratuita é o dia todo.[14]

Há também a possibilidade de se transferir para o sistema de ônibus da capital paulista, da SPTrans, através do Terminal de Ônibus Norte e do Terminal de Ônibus Sul, ambos anexos à estação, utilizando-se o Bilhete Único. Do Terminal Norte partem ônibus urbanos do serviço Airport Bus Service com destino direto ao Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos.

CPTM[editar | editar código-fonte]

Estação das linhas 11–Coral, 12–Safira e 13–Jade – Connect da CPTM.

Tabela[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
TAT Tatuapé 5 de novembro de 1981 Bilhete Único da SPTrans e Linha 3–Vermelha do Metrô (tarifada) Centrais e laterais Superfície Estação construída pelo Metrô de São Paulo

Metrô de São Paulo[editar | editar código-fonte]

Estação da Linha 3–Vermelha do Metrô de São Paulo. É uma estação com mezanino de distribuição sobre plataformas central e laterais em superfície, estrutura em concreto aparente e cobertura espacial metálica treliçada. Possui acesso adaptado para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Conta com uma área construída de 34.680 m² e possui uma capacidade de 60.000 passageiros por hora/pico.[12]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Capacidade Integração Plataformas Posição Notas
TAT Tatuapé 5 de novembro de 1981 60 mil passageiros hora/pico Linhas 11–Coral (Expresso Leste) e 12–Safira da CPTM (tarifada) Laterais e central Superfície Integrada ao Shopping Metrô Tatuapé e Shopping Metrô Boulevard Tatuapé

Obras de arte[editar | editar código-fonte]

  • "Inter-Relação Entre o Campo e a Cidade", Aldemir Martins, Mural (1993), Cerâmica pintada (2,90 x 24,80 m), instalado no mezanino da estação do Metrô.[15]

Shoppings[editar | editar código-fonte]

Para a construção da Estação Tatuapé foram desapropriadas diversas áreas, para a implantação de canteiros de obras. Após a abertura da estação, em 1981, essas áreas tornaram-se ociosas. Em 1997, a Companhia do Metropolitano de São Paulo desativou e alugou o edifício-garagem do lado sul da estação para a implantação do Shopping Metrô Tatuapé pela empresa AD Shopping — Agência de Desenvolvimento de Shopping Centers Ltda. Uma outra área, do lado norte da estação, foi alugada para a implantação do Shopping Metrô Boulevard Tatuapé, em 2007.[16] Com a implantação dos shoppings, a Companhia do Metropolitano ampliou a receita não-tarifária da empresa.[17]

Referências

  1. «A Leste-Oeste tem data para funcionar:em 1978». Folha de S.Paulo, Ano LV, Edição 16792, Página 8. 3 de março de 1975. Consultado em 29 de maio de 2019 
  2. «O Metrô no Tatuapé». Folha de S.Paulo, Ano LVI, Edição 17223, Página. 8 de maio de 1976. Consultado em 29 de maio de 2019 
  3. Prefeitura de São Paulo (25 de junho de 1976). «Decreto Nº 13.154». leis Municipais. Consultado em 29 de maio de 2019 
  4. «Desapropriados mais 600 imóveis para o Metrô». Folha de S.Paulo, Ano LVI, Edição 17273, Página 14. 29 de junho de 1976. Consultado em 29 de maio de 2019 
  5. «Rede Ferroviária Federal permite que Metrô passe na estação do Brás». Folha de S.Paulo, Ano LVI, Edição 17705, Página 10. 15 de junho de 1977. Consultado em 29 de maio de 2019 
  6. Construtora Beter S.A. (4 de abril de 1982). «Relatório da Administração (1981)». Jornal do Brasil, Ano XCI, edição 357, página 7/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 28 de maio de 2019 
  7. «Metrô fecha na Radial Leste». Folha de S.Paulo, Ano LVI, Edição 17273, Página 14. 29 de junho de 1976. Consultado em 29 de maio de 2019 
  8. «Nova pista da Radial Leste». Folha de S.Paulo, Ano 58, Edição 18286, Página 14. 27 de abril de 1979. Consultado em 29 de maio de 2019 
  9. «Presidente do Metrô tem planos modestos». Folha de S.Paulo, Ano 59, Edição 18767, Página 14. 20 de agosto de 1980. Consultado em 29 de maio de 2019 
  10. «Entregue estação Tatuapé». Folha de S.Paulo, Ano 61,Edição 19210, Página 12. 6 de novembro de 1981. Consultado em 29 de maio de 2019 
  11. «Eliseu inaugura hoje estação do Metrô de São Paulo». Correio Braziliense, edição 6834, página 9/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 5 de novembro de 1981. Consultado em 28 de maio de 2019 
  12. a b Metrô de São Paulo. «Estação Tatuapé». Consultado em 2 de abril de 2019 
  13. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.
  14. Metrô de São Paulo
  15. Roteiro de Arte - Metrô de São Paulo
  16. «Os Shoppings». Shopping Metrô Tatuapé. Consultado em 29 de maio de 2019 
  17. Rodrigo Russo (24 de agosto de 2016). «Metrô de SP aposta em shoppings nas estações para ampliar receita». Folha de S.Paulo. Consultado em 29 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]