Estação de Assis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estação Ferroviária de Assis
Museu dos ferroviários de Assis
EstaçãoAssis.jpg
Estação Ferroviária de Assis em 11 de Junho de 2014
Uso atual Estação Parada das Artes - local de concentração de artesões de Assis e região
Administração Prefeitura de Assis/Fundação Assisense de Cultura
Linhas Tronco São Paulo – Presidente Epitácio

km 601,411

Código SP-0581
Informações históricas
Inauguração 1914
Fechamento 1999
Localização
Coordenadas Gnome-globe.png Estação Assis
Localização Av. Rui Barbosa, 14 - Assis, SP

As primeiras estradas de ferro no Brasil surgiram no final do Século XIX, o primeiro trecho da Estrada de Ferro Sorocabana foi aberto em 1875, ligando São Paulo à Sorocaba. A expansão foi até 1922, quando chegou ao município de Presidente Epitácio, às margens do Rio Paraná.[1]

A Estação Ferroviária de Assis passou a integrar a linha-tronco da companhia a partir de 1914, em 1926 ganhou um novo prédio (já com a construção atual) e a estação antiga foi adaptada como morada do tráfego, em 1927.[2]

Contou com oficinas (hoje parcialmente utilizadas pela Incubadora de Empresas de Assis, o restante, está em deterioramento total). Estas construções existem ainda hoje no município nas proximidades da estação, onde fica o bairro chamado Vila Operária, conhecido por sua tradição ferroviária.

A estação recebeu reforma em 1938 e em janeiro de 1999 foi desativada pela Ferroban (hoje parte da ALL). Em maio de 2005, a estação, reformada, transformou-se em centro cultural, e em 2006 foi transformada em um Museu dos Ferroviários locais, denominado Museu dos Ferroviários "Agenor Ferraz Felizardo", graças a isso impediu-se que houvesse a deterioração de objetos, documentos, máquinas e mobiliário expostos à ação do tempo, o que demonstra que houve uma ação dos órgãos responsáveis para preservar a memória da cidade.[2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Museus da FAC». Consultado em 27 de Fevereiro de 2014. 
  2. a b «Sobre a Estação de Assis». Consultado em 27 de Fevereiro de 2014.