Estatísticas do Fortaleza Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fortaleza Esporte Clube
Temporada 2021
Presidente Brasil Marcelo Paz
editar

O Fortaleza Esporte Clube é um dos principais clubes desportivos do Nordeste. A agremiação foi fundada como clube de futebol por Alcides Santos no dia 18 de outubro de 1918 em Fortaleza. Ao longo dos anos o clube se desenvolveu e passou a competir também em outras modalidades, como futsal, basquete, natação, vôlei, hóquei sobre patins, jiu-jitsu e outros. Mesmo assim, suas principais conquistas e seu reconhecimento foram alcançados pelo futebol profissional.

Esta é uma página que reúne estatísticas e dados gerais das diferentes modalidades esportivas do clube, principalmente o futebol. Segue em anexo o desempenho ano a ano do Fortaleza Esporte Clube, e dados históricos da equipe fundada em 1918 na cidade homônima ao clube.

Dados históricos[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro presidente de fora do Brasil: Manuel Nunes de Oliveira, o Manuel "Português" presidiu o Leão entre 1959 e 1960, sendo campeão cearense em 1959
  • Maior público pagante que já assistiu a um jogo do Fortaleza: 63.903 pagantes,pelas quartas de final da Série C,contra o Juventude,Estádio Castelão,no dia 9 de Outubro de 2016
  • Jogador mais vezes artilheiro: Humberto Ribeiro, Rinaldo, Marciano, Moésio Gomes e Juracy, foram artilheiros três vezes, todas pelo estadual com exceção de Rinaldo foi duas vezes no estadual e uma vez na Série B.

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2021
Competição Temporadas Anos
Ceará Campeonato Cearense 100 1920-1929, 1932-2021
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa do Nordeste 13 1994, 1997-1998, 2001-2002, 2010, 2013, 2015-2017, 2019-2021
Brasil Campeonato Brasileiro 23 1960-1961, 1965-1966, 1968, 1973-1979, 1981, 1983-1984, 1986, 1993, 2003, 2005-2006, 2019-2021
Série B 18 1972, 1980, 1982-1983, 1985, 1987, 1989, 1991-1992, 1994, 2000-2002, 2004, 2007-2009, 2018
Série C 14 1990, 1995-1999, 2010-2017
Copa do Brasil 24 1989, 1992, 1997, 1999-2013, 2015-2017, 2019-2021
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Sul-Americana 1 2020

Retrospecto em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Série A de 2020, 38ª rodada (Fluminense 2-0 Fortaleza).

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Brasil Campeonato Brasileiro 22 440 418 124 126 178 465 589
Série B 18 1 518 371 151 101 119 537 451
Série C 14 314 192 82 70 40 272 183

Pts Pontos obtidos, J Jogos, V Vitórias, E Empates, D Derrotas, GP Gols Pró e GC Gols Contra

Recordes do Fortaleza Esporte Clube[editar | editar código-fonte]

Maiores artilheiros em jogos oficiais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Geraldino Saravá com 127 gols (1972-1978) sendo 154 no total
  • 2º - Clodoaldo - 120 gols (1996, 1999-2001, 2002-2005 e 2018), sendo 127 no total.
  • 3º - Rinaldo - 107 gols (2004, 2005-2008 e 2010), sendo 108 no total
  • 4º - Amilton Melo - 86 gols (1973-1977).
  • 5º - Mozart Gomes - 83 gols (1955-1957, 1961-1963, 1965 e 1969-1970).
  • 6º - Mozart - 83 gols (1952-1961, 1963 e 1965).
  • 7º - Croinha - 74 gols (1965 à 1969 e 1972), sendo 138 no total
  • 8º - França - 68 gols (1940-1941, 1946-1949, 1952 e 1954-1955).
  • 9º - Sandro Preigschadt - 66 gols (1997- 1999).
  • 10º - Marciano - 63 gols (1973-1974 e 1980-1981).
  • 11º - Juracy Machado - 59 gols (1918-1929 e 1936-1940).
  • 12º - Eliézer - 52 gols (1989, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994 e 1996).
  • 13º - Bececê - 50 gols (1958-1960).
  • 14º - Mimi - 50 gols (1969-1973)
  • 15º - Erandy Montenegro - 49 gols (1969-1971).
  • 16º - Bila - 48 gols (1931-1938).
  • 17º - Vinícius - 48 gols (2000-2003).
  • 18º - Beijoca - 46 gols (1973-1975 e 1982).
  • 19º - Nagibe - 45 gols (1956-1957 e 1960-1964).
  • 20º - Finazzi - 44 gols (2001-2003, 2006 e 2010).

Maior Artilheiro do Nacional...[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogador do Fortaleza Esporte Clube a marcar gol na Série A por temporada[editar | editar código-fonte]

  • 1960 - Válter Vieira
  • 1961 - Moésio Gomes
  • 1965 - Croinha
  • 1966 - Croinha
  • 1968 - Croinha
  • 1973 - Marciano
  • 1974 - Marciano
  • 1975 - Zé Raimundo
  • 1976 - Brandão
  • 1977 - Maia
  • 1978 - Geraldino Saravá
  • 1979 - Rôner
  • 1981 - Noronha
  • 1983 - Assis Paraíba
  • 1984 - Tangerina
  • 1986 - Assis Paraíba
  • 1993 - Elói
  • 2003 - Fernandão
  • 2005 - Giba
  • 2006 - Finazzi
  • 2019 - Edinho
  • 2020 - Wellington Paulista
  • 2021 - Yago Pikachu

Artilheiros do Estadual[editar | editar código-fonte]

Artilheiros do Estadual
Atleta Ano(s) Gol marcado Gols
Humberto Ribeiro 1920, 1927 e 1928 11Gol marcado, 9 Gol marcado e 12 Gol marcado
Juracy 1921, 1922 e 1924 13 Gol marcado, 11 Gol marcado e 12 Gol marcado
França 1940, 1946 e 1947 13 Gol marcado, 11 Gol marcado e 12 Gol marcado
Moésio Gomes 1952, 1953 e 1954 10 Gol marcado, 18 Gol marcado e 11 Gol marcado
Marciano 1973, 1976 e 1980 17 Gol marcado, 34 Gol marcado e 20 Gol marcado
Bila 1933 e 1934 12 Gol marcado e 16 Gol marcado
Mundico 1937 e 1938 9 Gol marcado e 28 Gol marcado
Antonino 1949 e 1950 10 Gol marcado e 11 Gol marcado
Croinha 1966 e 1967 15 Gol marcado e 12 Gol marcado
Clodoaldo 2001 e 2003 16 Gol marcado e 19 Gol marcado
Rinaldo 2006 e 2007 19 Gol marcado e 14 Gol marcado
Antônio Oliveira 1926 11 Gol marcado
Bececê 1959 21 Gol marcado
Haroldo Castelo Branco 1962 31 Gol marcado
Mozart Gomes 1964 20 Gol marcado
Erandir 1969 15 Gol marcado
Beijoca 1974 26 Gol marcado
Haroldo Flecha Ligeira 1975 8 Gol marcado
Geraldino Saravá 1978 26 Gol marcado
Luisinho das Arábias 1983 33 Gol marcado
Da Silva 1987 19 Gol marcado
Sílvio 1991 18 Gol marcado
Osmar 1992 17 Gol marcado
Elói 1993 19 Gol marcado
Sandro Preigschadt 1997 39 Gol marcado
Eron 1999 23 Gol marcado
Paulo Isidoro 2008 14 Gol marcado
Marcelo Nicácio 2009 13 Gol marcado
Robert 2014 21 Gol marcado
Anselmo 2016 11 Gol marcado
Gustavo Henrique 2018 16 Gol marcado

Sendo o Fortaleza, o clube que mais obteve artilheiros no Campeonato Cearense de Futebol.

Invencibilidade em estadual[editar | editar código-fonte]

Invencibilidade em estadual
Ano Partidas
1978 26
1973 20
1972 17
1977 17
1986 17
1969 16
1983 15
1983 15
1991 15
2000 15
2012 15

Recordes do Clássico-Rei, são do Fortaleza[editar | editar código-fonte]

  • Maior artilheiro do Clássico-Rei : Juracy - 25 gols[3]
  • Maior número de gols em Clássico-Rei: 1937 - 7x6.[4]
  • Invencibilidade de anos: 1932 á 1939 - 7 anos[5]
  • Invencibilidade de jogos oficiais - 1999 a 2001 : 16 jogos
  • Maior goleada: 1927 - 8 x 0

Maior tabu em Clássico-Rei[editar | editar código-fonte]

O maior tabu em jogos oficiais estabelecido na história dos Clássicos-Reis, durou de 17 de julho de 1999 a 8 de julho de 2001, com 12 vitórias e quatro empates, em 16 partidas.[6]:

OS JOGOS DO TABU
Data Placar Competição
17 de julho de 1999 Fortaleza 7 x 2 Ceará Estadual de 1999
27 de fevereiro de 2000 Fortaleza 4 x 0 Ceará Estadual de 2000
2 de abril de 2000 Fortaleza 1 x 0 Ceará Estadual de 2000
30 de abril de 2000 Fortaleza 3 x 0 Ceará Estadual de 2000
7 de maio de 2000 Fortaleza 2 x 1 Ceará Estadual de 2000
11 de junho de 2000 Fortaleza 2 x 1 Ceará Estadual de 2000
27 de junho de 2000 Fortaleza 1 x 1 Ceará Estadual de 2000
16 de julho de 2000 Fortaleza 1 x 1 Ceará Estadual de 2000
27 de setembro de 2000 Fortaleza 3 x 1 Ceará Série B de 2000
21 de fevereiro de 2001 Fortaleza 2 x 1 Ceará Nordestão de 2001
28 de março de 2001 Fortaleza 1 x 1 Ceará Estadual de 2001
13 de maio de 2001 Fortaleza 2 x 2 Ceará Estadual de 2001
20 de maio de 2001 Fortaleza 4 x 3 Ceará Estadual de 2001
10 de junho de 2001 Fortaleza 1 x 0 Ceará Estadual de 2001
5 de julho de 2001 Fortaleza 0 x 0 Ceará Estadual de 2001
8 de julho de 2001 Fortaleza 3 x 1 Ceará Estadual de 2001

Primeiro time cearense a vencer nos grandes estádios brasileiros[editar | editar código-fonte]

Jogos internacionais do Tricolor, a Paramaribo Cup de 1962 e a Copa Sul-Americana de 2020[editar | editar código-fonte]

Frente do André Kamperveen Stadion local do jogo entre Leo Victor e Fortaleza.

Em 1962, o Fortaleza disputou a Paramaribo Cup, competição não-oficial[11] na cidade de Paramaribo, no Suriname, sendo o primeiro clube do estado a disputar um jogo amistoso no exterior.

A delegação tricolor foi comandada pelo Médico Eleazar de Aguiar Campos, para a competição o clube contratou o goleiro Lula, que jogou pelo Náutico, Corinthians e Seleção Brasileira. Abaixo a relação dos jogos realizados pelo tricolor no qual foi vencedor invicto da competição.[12]

24 de janeiro de 1962 - Suriname Leo Victor 1 x 4 FortalezaFortaleza - Estádio Dr. Ir. F. Essed

26 de janeiro de 1962 - Suriname Robinhood 1 x 3 FortalezaFortaleza - André Kamperveen Stadion

30 de janeiro de 1962 - Suriname Transvaal 1 x 1 FortalezaFortaleza - André Kamperveen Stadion

Demais jogos internacionais do Tricolor

28 de janeiro de 1962 - Flag of Suriname.svg Suriname 1 x 0 FortalezaFortaleza - André Kamperveen Stadion

22 de fevereiro de 1962 - Fortaleza Fortaleza 2 x 1 Suriname Transvaal - Estádio Presidente Vargas

25 de fevereiro de 1962 - FortalezaFortaleza 3 x 2 Suriname Transvaal - Estádio Presidente Vargas

3 de fevereiro de 1971 - Fortaleza Fortaleza 2 x 0 Tchecoslováquia Sparta Praga - Estádio Presidente Vargas *

23 de novembro de 1971 - Fortaleza Fortaleza 2 x 0 Romênia Dínamo de Bucareste - Estádio Presidente Vargas

28 de julho de 2001 -FortalezaFortaleza 1 x 0 Paraguai Libertad - Estádio Presidente Vargas **

16 de fevereiro de 2007 - Fortaleza Fortaleza 7 x 2 Suíça FC Blue Stars Zürich - Estádio Alcides Santos

18 de Janeiro de 2009 - FortalezaFortaleza 2 x 2 Angola ASA - Estádio Alcides Santos

29 de maio de 2010 - FortalezaFortaleza 3 x 1 Argentina Boca Juniors - Estádio Plácido Castelo ***

1 de junho de 2014 - FortalezaFortaleza 3 x 4 Itália Hellas Verona - Estádio Alcides Santos[13]

Jogos da Copa Sul-Americana 2020

13 de fevereiro de 2020 - Argentina Independiente 1 x 0 Fortaleza Fortaleza - Estádio Libertadores de América

27 de fevereiro de 2020 - Fortaleza Fortaleza 2 x 1 Argentina Independiente - Arena Castelão

* Jogo festivo de entrega de faixas referente a conquista do Norte–Nordeste de 1970
** Jogo festivo de entrega de faixas referente da conquista do Estadual de 2001
*** Jogo festivo referente, entrega de faixas ao Tetracampeonato Estadual, vitória tricolor por 3x1 sobre os Xeneizes, com gols de Reginaldo Júnior, Jonhes e Gaúcho, descontando Saavedra para o clube seis vezes vencedor da Libertadores e três vezes campeão mundial.

Jogadores estrangeiros[editar | editar código-fonte]

Jogadores estrangeiros no Parque dos Campeonatos
Ano País Jogador Posição
1920 Itália Nello Selmi[14] atacante
1938 Alemanha Fred Alemão atacante
1995 Angola Vicy volante
2003 Argentina Marcelo Escudero[15] meio-campo
2005 Serra Leoa Aluspah Brewah atacante
2007 Hungria András Dlusztus volante
2007 Argentina Darío Gigena atacante
2008 Colômbia Hurtado volante
2009 Argentina Jorge Sotomayor zagueiro
2009 Argentina Jonathan Guerazar meio-campo
2012 Argentina Savoia atacante
2017 Uruguai Gastón Filgueira lateral-esquerdo
2018 Argentina Germán Pacheco atacante
2019 Uruguai Santiago Romero volante
2019 Colômbia Juan Quintero zagueiro
2019 Argentina Mariano Vázquez meio-campo
2019 Colômbia Fabián Zambrano meio-campo
2020 Paraguai Agustín Gimenez zagueiro
2020 Argentina Franco Fragapane atacante
2021 Chile Ángelo Henríquez atacante
2021 Argentina Valentín Depietri atacante

Treinadores estrangeiros[editar | editar código-fonte]

Treinadores estrangeiros no Parque dos Campeonatos
Ano País Treinador
1964 Argentina Dante Bianchi
2021 Argentina Vojvoda


Treinadores interinos
Ano País Treinador Jogos
2018/2019/2020 França Charles Hembert 2

• O auxiliar técnico Charles Hembert comandou o tricolor em: São Bento 2x1 Fortaleza (Série B 2018) e em Fortaleza 1x2 Flamengo (Série A 2019), substituindo Rogério Ceni que cumpriu suspensão.

Presidentes estrangeiros[editar | editar código-fonte]

Presidentes estrangeiros no Parque dos Campeonatos
Ano País Presidente
1959/1960 Portugal Manuel Nunes de Oliveira

Números e fatos relativos do futebol tricolor[editar | editar código-fonte]

  • O Fortaleza é o único clube cearense a disputar as finais do Campeonato Brasileiro da Série A,[16] fato acontecido nos anos de 1960 e 1968, sendo o único clube cearense a ter ascendido verticalmente a edições do Campeonato Brasileiro da Série A por quatro vezes, em 1992, 2002, 2004 e 2018 desde que o formato de Liga (sem vinculação com os estaduais) instituído em 1987.
  • O Fortaleza é o único clube cearense a ter um artilheiro do Campeonato Brasileiro da Série A. Em 1960, Francisco Gervazio Filho, o Bececê foi artilheiro do Campeonato Brasileiro com 7 gols.
  • O Fortaleza possui 42 títulos estaduais[17] no futebol cearense dos quais seis vezes invicto, sendo duas vezes seguidas, em 1927 e 1928, sendo o maior campeão estadual de futebol nas categorias de base (jovens), com boa vantagem de títulos sobre seus rivais, sendo o clube que mais conseguiu chegar a decisões consecutivas de Campeonato Cearense, entre os anos de 2000 e 2010.
  • O Fortaleza foi o único time a ter um campeão atuando como goleiro e zagueiro. Na campanha do tricampeonato de (1926/1927/1928), Rolinha, que foi goleiro em 1926 e 1927, sagrou-se tricampeão pelo Tricolor, em 1928, jogando como zagueiro.[18]
  • No ano de 1959 no amistoso frente ao Santos, Pelé após o jogo, faz a volta olímpica vestido com a camisa do Fortaleza, o placar da partida foi 2x2.
  • Na vitória por 12 a 1 frente ao Gentilândia, no dia 10 de Fevereiro de 1963 é a maior goleada da história do Estádio Presidente Vargas, os gols foram marcados por Haroldo (7), Mozart (4) e Nagibe, descontando João para o Gentilândia.
  • O Fortaleza foi o único clube cearense a disputar o Torneio dos Campeões, realizado em 1982, com os campeões e vice-campeões do Campeonato Brasileiro e do Torneio Rio-São Paulo.
  • Nos anos 2000, o Fortaleza torna-se o primeiro clube no estado a ter um programa de TV exclusivamente direcionada para sua torcida, o Programa Fera Esporte trazia reportagens sobre o futebol, os esportes olímpicos, a categoria de base e a torcida.
  • Os maiores artilheiros do Fortaleza em Campeonatos Brasileiros são: Em primeiro temos Rinaldo, com 52 gols, seguido por Vinícius, com 33 gols, e de Clodoaldo, com 31 gols. Por fim, Marciano é o quarto maior artilheiro com 22 gols.
  • Em 2006, é o primeiro clube cearense a ser licenciado em uma série de jogos eletrônicos: O FIFA 07.[19]

Seleção Brasileira, Fortaleza e a Copa do Mundo[editar | editar código-fonte]

No elenco bicampeão cearense de 1946 e 1947 e da Copa Cidade de Natal de 1946 o lateral-esquerdo Airton, quando deixa de jogar se torna árbitro, sendo um dos melhores do país nas década de 1950 e década de 1960, na Copa do Mundo de 1970 foi o representante brasileiro na Arbitragem, apitando o jogo entre Itália e Israel que terminou pelo placar de 0x0.[20]Antônio Cleilson da Silva Feitosa, mais conhecido por Amaral, destaque das categorias de base foi o primeiro jogador do clube convocado para Seleção Brasileira de Futebol, onde disputou competições com a Seleção Sub 18 em 2005. O Clube tricolor teve um atleta de seu elenco convocado diretamente para Seleção Brasileira de Futebol,[21] o atleta Tinga[22] representou o tricolor nos Jogos Pan-Americanos de 2015,onde conquistou a medalha de bronze.[23]

Football pictogram.svg Categorias de base[editar | editar código-fonte]

O Fortaleza tem a melhor categoria de base entre os clubes cearenses, colecionando diversos títulos estaduais, entre outros títulos. Também é o clube cearense que mais participou da Copa São Paulo de Futebol Júnior, uma das competições de categoria de base mais importantes do futebol brasileiro, cuja competição é organizada pela Federação Paulista de Futebol. Esse torneio reúne vários clubes brasileiros e eventualmente clubes de outros países, da categoria sub-20.

Sendo o clube com a melhor categoria de base do estado, é comum o leão revelar diversos jogadores conhecidos no futebol nacional.

Jogadores revelados pelo Fortaleza[editar | editar código-fonte]

   

Presidentes[editar | editar código-fonte]

  • Alcides de Castro Santos (1918-1920)
  • João Gentil ?
  • Eurico Salgado Duarte (1923-1924)
  • Pedro Riquet Nogueira (1925-1926)
  • Francisco Luís de Oliveira (1927-1928)
  • Lafayette Tapioca (1929)
  • Antônio de Pádua Freire (1931-1932)
  • Antenor Vale (1933-1934)
  • Osvaldo Moreira Lima (1935-1936)
  • João Ramos César de Vasconcelos (1937)
  • Heitor Ribeiro (1938)
  • Meton Borges (1938)
  • Demócrito Freire (1938)
  • Francisco Araújo (1939-1940)
  • José Milton Holanda Pimentel (1940)
  • Pedro Riquet Nogueira (1940)
  • Capitão Luís Clóvis de Oliveira (1940-1941)
  • Adriano Rodrigues Martins (1941)
  • Luís Abner (1941-1942)
  • Edmar Vilar de Queiróz (1942)
  • Ivan César de Vasconcelos (1942-1943)
  • Agapito dos Santos Sátiro (1943-1944)
  • Capitão Galileu Saldanha de Menezes (1944-1945)
  • Capitão Edmar Rabelo Maia (1945-1946)
  • José Mário Belém de Figueiredo (1946-1949)
  • Francisco Lorda Filho (1949)
  • Mendo Leonel Chaves (1949-1950)
  • Otoni Diniz (1950)
  • Álvaro Paulo Kruel Viana (1950)
  • Amaury Barbosa Gurgel (1951)
  • José William Girão Frota (1951)
  • Arcelino Costa Leitão (1951-1954)
  • Francisco Bezerra de Oliveira (1954-1955)
  • Pedro Torres (1955)
  • Francisco Bezerra de Oliveira (1955-1956)
  • Carlos Rolim Filho (1956-1958)
  • Francisco Bezerra de Oliveira (1958)
  • Francisco Mozart Cavalcante Gomes (1958)
  • José Raimundo Costa (1958-1959)
  • Manuel Nunes de Oliveira (1959)
 
  • Antônio Luís do Vale (1959)
  • Manuel Nunes de Oliveira (1959-1960)
  • Otoni Diniz (1960-1961)
  • José Raimundo Costa (1961)
  • Otoni Diniz (1961-1963)
  • José Orestes Cavalcante (1963)
  • Francisco Manhães (1963)
  • José Raimundo Costa (1964)
  • José Orestes Cavalcante (1964)
  • José William Girão Frota (1964-1965)
  • Francisco Bezerra de Oliveira (1965)
  • José Raimundo Costa (1965-1966)
  • Francisco Bezerra de Oliveira (1966-1967)
  • José Raimundo Costa (1967)
  • Edmilson Barros de Oliveira (1967)
  • Renato Brito Bastos (1967)
  • Abdias Veras Filho (1967)
  • Egberto de Paula Rodrigues (1967)
  • Edmilson Xavier Bindá (1967-1968)
  • Fares Cândido Lopes (1968)
  • Otoni Diniz (1968-1969)
  • Egberto de Paula Rodrigues (1969)
  • José Raimundo Fontenelle (1969)
  • José Cidrão de Oliveira (1970-1971)
  • José Edyr Sabóia de Castro (1971-1972)
  • General Edmar Rabelo Maia (1972-1975)
  • Francisco Alves Maia (1975-1976)
  • Airton França Rebouças (1977)
  • Cid Liberato Paracampos (1977)
  • Deputado Alfredo Machado (1977-1978)
  • Otoni Diniz (1978)
  • Deputado Alfredo Machado (1978-1979)
  • Engenheiro Cássio Borges (1979)
  • Ezequiel Menezes Filho (1979)
  • José Camilo de Aguiar (1979-1980)
  • João de Deus Costa Lima (1980)
  • Fares Lopes (1980-1981)
  • Silvio Carlos Vieira Lima (1981-1982)
  • Hélder Veríssimo de Lima (1982-1983)
  • Newton Cavalcante de Castro (1983)
 
  • Ney Rebouças (1983-1984)
  • Emanoel Papi Sabóia (1984)
  • João de Deus Costa Lima (1984)
  • João Gonçalves Monteiro (1984)
  • Newton Cavalcante de Castro (1984)
  • José Nestor Falcão Filho (1985-1986)
  • Silvio Carlos Vieira Lima (1987-1989)
  • Mauro Moraes de Lima (1989-1990)
  • Paulo Rogério Magalhães (1990)
  • Péricles Mulatinho (1990)
  • Carlos Alberto Ribeiro (1990)
  • Péricles Ribeiro Mulatinho (1991-1992)
  • Flávio Novaes (1993)
  • Fernando Silva (1993)
  • Newton Cavalcante (1994)
  • Quintino Feitosa (1994)
  • Raimundo Regadas (1994)
  • José Raimundo Costa (1995)
  • Fernando Silva (1995)
  • José Raimundo Costa (1995)
  • Souza Filho (1996)
  • Ciro Nepomuceno (1996)
  • José Raimundo Costa (1996)
  • Osvaldo Azim (1996-1998)
  • Atanásio dos Santos (1998)
  • Ariosvaldo Gomes (1998)
  • Leonel Pereira Alencar Neto (1998-1999)
  • Jorge Alberto Carvalho Mota (1999-2004)
  • Clayton Alcântara Veras (2004)
  • José Ribamar Felipe Bezerra (2005-2006)
  • Marcelo Desidério (2007-2008)
  • Lúcio Bonfim (2008-2009)
  • Renan Vieira (2009-2010)
  • Paulo Arthur (2011)
  • Osmar Baquit (Agos. 2011-2014)
  • Jorge Mota (2014-2017)
  • Marcello Desidério (2017)
  • Luiz Eduardo Girão (2017)
  • Marcelo Paz (2017-atualmente)
  • Presidente mais rápido: João Gonçalves Monteiro (1984) - 48 horas
  • Presidente mais longevo: Jorge Alberto Carvalho Mota (1999-2004/2014-2017)

Temporadas[editar | editar código-fonte]

Últimas 10 temporadas
Brasil Brasil BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste Flags of South American Conmebol Members.gif Internacional Ceará Ceará
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Continental Cearense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Fase Máxima Pos. Comp. Fase Máxima Div. Pos.
2012 C 40 20 11 7 2 30 15 Oitavas de final 1D
2013 C 32 20 9 5 6 38 23 Terceira fase Semifinal 1D
2014 C 37 20 9 10 1 24 12 1D
2015 C 37 20 10 7 3 30 15 Segunda fase Quartas de final 1D
2016 C 32 20 8 8 4 27 18 Oitavas de final Quartas de final 1D
2017 C 35 24 9 8 7 26 20 Primeira fase Fase de grupos 13º 1D
2018 B 71 38 21 8 9 54 33 1D
2019 A 53 38 15 8 15 50 49 Oitavas de final Final 1D
2020 A 16º 41 38 10 11 17 34 44 Oitavas de final Semifinal SA Primeira fase 1D
2021 A Em andamento Em andamento Semifinal 1D
Legenda:
     Campeão.
     Vice-campeão.
     Eliminado na semifinal.
     Classificado à Copa Libertadores da América.
     Classificado à Copa Sul-Americana.
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior.
     Promovido à divisão superior.

Desempenho em Competições Oficiais[editar | editar código-fonte]

Regionais (Mapa das Regiões Norte e Nordeste do Brasil.svg Zona Norte–Nordeste da Taça Brasil, Brazil Region Nordeste.svg Copa Cidade de Natal, Brazil Region Nordeste.svg Torneio dos Campeões do Nordeste, Mapa das Regiões Norte e Nordeste do Brasil.svg Torneio Norte–Nordeste
Ano 1946 1948 1959 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970
Pos. - - - - -
Copa Cidade de Natal
Torneio dos Campeões do Nordeste
Zona Norte–Nordeste da Taça Brasil Torneio Norte–Nordeste
Ceará Campeonato Cearense (99 participações)
Ano 1920 1921 1922 1923 1924 1925 1926 1927 1928 1929 1930 1931 1932 1933 1934 1935 1936 1937 1938 1939
Pos. - -
Ano 1940 1941 1942 1943 1944 1945 1946 1947 1948 1949 1950 1951 1952 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959
Pos.
Ano 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979
Pos.
Ano 1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999
Pos.
Ano 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019
Pos.
Ano 2020 2021
Pos.
Campeão Vice-Campeão
Brasil Copa Fares Lopes (7 participações)
Ano 2010 2011 2015 2016 2017 2018 2019 2020
Pos. -

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Aqui segue uma tabela com inúmeros confrontos do Fortaleza contra vários clubes do futebol brasileiro e internacional, seja em qualquer competição ou amistoso já realizado.

Confrontos com Times da Região Nordeste[editar | editar código-fonte]

Confrontos
Estado Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo Primeiro Jogo Último Jogo
Ceará Ceará 584 181 208 195 760 785 (-25) 0x2 3x0
Ceará Ferroviário 321 131 93 97 475 418 (+57) 3x1 0x0
Ceará Tiradentes 137 96 31 11 276 113 (+163) 2x2 2x1
Ceará América-CE 145 100 29 16 337 124 (+213) 5x0 7x0
Ceará Calouros do Ar 121 86 22 13 285 82 (+203) 1x0 1x1
Ceará Atlético Cearense 35 27 4 4 89 36 (+53) 2x4 6x0
Ceará Floresta 11 5 3 3 18 17 (+1) 3x0 1x6
Ceará Messejana 2 1 1 0 2 1 (+1) 1x1 1x0
Ceará Boa Viagem 18 11 5 2 36 16 (+20) 1x1 3x1
Ceará São Benedito 2 2 0 0 8 3 (+5) 3x2 5x1
Ceará Pacatuba 1 0 0 1 2 3 (-1) 2x3 2x3
Ceará Pacajus 3 2 0 1 9 6 (+3) 3x2 3x0
Ceará Portuguesa-CE 2 1 0 1 4 1 (+3) 4x0 0x1
Ceará Crato 11 8 1 2 26 9 (+17) 3x2 6x1
Ceará Barbalha 2 2 0 0 7 3 (+4) 3x1 4x2
Ceará América de Russas 4 4 0 0 9 2 (+7) 2x0 3x0
Ceará Trairiense 4 3 1 0 11 5 (+6) 4x0 1x0
Ceará Itapajé 9 5 3 1 25 7 (+18) 3x1 5x0
Ceará Guarany de Sobral 166 95 42 29 296 137 (+159) 3x2 1x0
Ceará Guarani de Juazeiro 100 63 23 14 211 84 (+122) 1x1 4x0
Ceará Icasa 136 87 26 23 269 114 (+155) 5x0 6x0
Ceará Juazeiro-CE 13 3 4 6 18 22 (-4) 2x3 2x5
Ceará Uruburetama 8 6 2 0 26 7 (+19) 3x0 7x2
Ceará Quixadá 107 80 17 10 240 66 (+174) 1x0 0x0
Ceará Itapipoca 53 32 14 7 127 60 (+67) 1x1 4x2
Ceará Maranguape 29 23 4 2 79 25 (+54) 2x1 2x0
Ceará Horizonte 37 14 7 16 48 49 (-1) 4x0 0x2
Ceará AD Limoeiro 17 11 4 3 48 18 (+30) 4x2 4x0
Ceará Esporte Limoeiro 8 8 0 0 21 8 (+13) 3x2 3x1
Ceará Russas 2 2 0 0 7 1 (+6) 5x1 2x0
Ceará Crateús 3 3 0 0 8 2 (+6) 2x1 2x1
Ceará Caucaia 5 3 0 2 11 6 (+5) 5x2 4x1
Ceará Maracanã 1 1 0 0 3 1 (+2) 3x1 3x1
Ceará AD Iguatu 6 3 2 1 11 8 (+3) 2x1 1x3
Ceará Iguatu FC 2 2 0 0 2 0 (+2) 1x0 1x0
Maranhão Sampaio Corrêa 34 17 9 8 45 24 (+21) 5x1 2x0
Maranhão Moto Club 31 14 10 7 41 36 (+5) 1x5 1x1
Maranhão Maranhão 11 2 5 4 11 15 (-4) 2x2 0x0
Maranhão Imperatriz 3 2 1 0 5 2 (+3) 1x1 2x1
Maranhão Viana 2 1 0 1 2 2 (0) 0x1 2x1
Piauí River 23 14 5 4 35 17 (+18) 2x2 1x1
Piauí Flamengo-PI 16 6 6 4 18 13 (+5) 1x1 1x0
Piauí Altos 2 0 2 0 2 2 (0) 1x1 1x1
Piauí Piauí 3 2 0 1 11 3 (+8) 5x0 2x3
Piauí Corisabbá 4 2 2 0 6 2 (+4) 3x1 3x1
Piauí 4 de Julho 5 3 1 1 8 5 (+3) 1x0 2x1
Piauí Tiradentes-PI 7 2 1 4 6 11 (-5) 1x0 1x4
Piauí Alto Esporte 2 1 0 1 3 3 (0) 2x3 1x0
Piauí Picos 6 2 2 2 9 6 (+3) 0x1 3x1
Piauí Comercial-PI 2 2 0 0 6 2 (+4) 3x2 3x0
Piauí Parnahyba 6 3 1 2 17 9 (+8) 0x1 0x0
Rio Grande do Norte América de Natal 47 18 17 12 59 47 (+12) 1x1 3x1
Rio Grande do Norte ABC 46 19 13 14 69 55 (+14) 0x2 1x0
Rio Grande do Norte Alecrim 6 5 1 0 11 1 (+10) 2x0 3x0
Rio Grande do Norte Potiguar de Mossoró 10 2 3 5 11 14 (-3) 2x1 0x2
Rio Grande do Norte Baraúnas 6 6 0 0 13 2 (+11) 2x0 3x0
Paraíba Botafogo-PB 32 17 7 8 42 34 (+8) 2x0 1x0
Paraíba Campinense 18 9 6 3 29 16 (+13) 0x1 0x1
Paraíba Treze 33 13 11 9 50 39 (+11) 2x3 1x1
Paraíba Santa Cruz-PB 2 1 1 0 4 3 (+1) 2x2 2x1
Paraíba Atlético Cajazeirense 2 1 1 0 3 2 (+1) 1x0 2x2
Paraíba Sousa 2 2 0 0 4 0 (+4) 3x0 1x0
Paraíba Auto Esporte-PB 1 1 0 0 2 1 (+1) 2x1 2x1
Pernambuco Santa Cruz 51 21 14 16 77 72 (+5) 2x3 0x1
Pernambuco Sport 43 9 13 21 35 68 (-33) 1x0 1x0
Pernambuco Náutico 43 15 12 16 79 72 (+7) 7x0 3x0
Pernambuco Salgueiro 10 8 2 0 16 5 (+11) 2x1 1x0
Pernambuco América-PE 1 1 0 0 5 4 (+1) 5x4 5x4
Pernambuco Central 6 3 2 1 10 8 (+2) 2x1 3x2
Pernambuco Porto 2 0 1 1 1 3 (-2) 1x1 0x2
Pernambuco Vitória das Tabocas 2 1 1 0 2 1 (+1) 1x1 1x0
Alagoas CRB 31 13 11 7 46 29 (+17) 5x1 2x1
Alagoas CSA 30 7 12 11 30 35 (-5) 1x2 2x1
Alagoas ASA 9 4 3 2 14 10 (+4) 0x2 1x1
Alagoas Coruripe 2 1 1 0 4 2 (+2) 1x1 3x1
Sergipe América de Propriá 2 1 1 0 4 0 (+4) 0x0 4x0
Sergipe Confiança 16 7 4 5 23 14 (+9) 2x0 1x0
Sergipe Sergipe 6 2 2 2 6 6 (0) 1x1 1x2
Sergipe Itabaiana 2 1 0 1 2 3 (-1) 1x3 1x0
Bahia Bahia 53 13 17 23 65 94 (-29) 2x10 0x0
Bahia Vitória 27 7 7 13 26 48 (-22) 0x3 0x0
Bahia Galícia 3 2 0 1 6 7 (-1) 3x2 1x0
Bahia Ypiranga-BA 3 1 1 1 5 4 (1) 2x3 1x1
Bahia Fluminense de Feira 5 3 1 1 9 4 (+5) 2x1 1x0
Bahia Leônico 2 1 0 1 4 3 (+1) 3x1 1x2

Confrontos com Times da Região Sudeste[editar | editar código-fonte]

Confrontos
Estado Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo Primeiro Jogo Último Jogo
Minas Gerais Atlético Mineiro 13 6 2 5 20 26 (-6) 1x0 2x1
Minas Gerais Cruzeiro 15 2 4 9 7 20 (-13) 0x1 1x1
Minas Gerais América Mineiro 9 6 1 2 15 3 (+12) 0x1 4x1
Minas Gerais Tupi 2 1 0 1 2 1 (+1) 2x0 0x1
Minas Gerais Boa Esporte 2 2 0 0 4 1 (+3) 2x0 2x1
Minas Gerais Uberlândia 2 0 0 2 0 3 (-3) 0x1 0x2
Minas Gerais Ipatinga 4 2 2 0 3 1 (+2) 0x0 1x0
São Paulo São Paulo 21 4 5 12 17 32 (-15) 0x0 1x0
São Paulo Santos 19 2 9 8 17 37 (-20) 1x4 2x0
São Paulo Palmeiras 15 4 4 7 15 35 (-20) 1x3 0x3
São Paulo Corinthians 25 3 6 17 21 50 (-29) 1x2 1x0
São Paulo Ponte Preta 20 6 4 10 23 36 (-13) 0x4 1x1
São Paulo Guarani 14 5 3 6 23 21 (+2) 2x2 3x2
São Paulo São Caetano 12 3 2 7 12 18 (-6) 1x1 1x2
São Paulo Portuguesa 10 3 1 6 12 11 (+1) 1x2 0x1
São Paulo Botafogo-SP 4 1 2 1 11 6 (+5) 1x1 7x1
São Paulo Red Bull Bragantino 8 4 0 4 15 11 (+4) 6x1 1x0
São Paulo Paulista 6 3 1 2 13 7 (+6) 0x1 2x1
São Paulo Inter de Limeira 2 0 1 1 2 7 (-5) 2x2 0x5
São Paulo São Bento 2 1 0 1 3 3 (0) 1x2 2x1
São Paulo Santo André 5 3 1 1 8 5 (+3) 3x1 0x3
São Paulo Oeste 4 0 2 2 3 6 (-3) 1x1 0x0
São Paulo Noroeste 2 0 0 2 2 5 (-3) 1x3 1x2
São Paulo Ituano 7 3 1 3 8 7 (+1) 1x2 0x1
São Paulo Grêmio Barueri 4 2 0 2 5 4 (+1) 1x2 0x1
São Paulo Mogi Mirim 2 0 1 1 2 4 (-2) 0x2 2x2
São Paulo América-SP 1 1 0 0 1 0 (+1) 1x0 1x0
São Paulo XV de Piracicaba 1 1 0 0 4 0 (+4) 4x0 4x0
Rio de Janeiro Fluminense 20 6 6 8 20 29 (-9) 0x5 1x1
Rio de Janeiro Flamengo 20 5 3 12 20 42 (-22) 2x3 0x0
Rio de Janeiro Botafogo 17 3 4 10 16 33 (-17) 2x2 2x1
Rio de Janeiro Vasco 17 3 6 8 16 27 (-11) 1x6 3x0
Rio de Janeiro America 6 3 2 1 11 8 (+3) 2x4 3x0
Rio de Janeiro Tigres do Brasil 2 1 1 0 5 4 (+1) 2x2 3x2
Rio de Janeiro Duque de Caxias 2 0 1 1 4 5 (-1) 1x1 3x4
Rio de Janeiro Macaé 2 0 2 0 1 1 (0) 0x0 1x1
Rio de Janeiro Bangu 1 0 0 1 2 5 (-3) 2x5 2x5
Rio de Janeiro Madureira 1 1 0 0 2 1 (+1) 2x1 2x1
Rio de Janeiro Americano 1 1 0 0 2 1 (+1) 2x1 2x1
Espírito Santo (estado) Desportiva Ferroviária 3 1 1 1 6 4 (+2) 2x3 3x0
Espírito Santo (estado) Serra 1 1 0 0 5 2 (+3) 5x2 5x2

Confrontos com Times da Região Centro-Oeste[editar | editar código-fonte]

Confrontos
Estado Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo Primeiro Jogo Último Jogo
Goiás Goiás 17 7 7 3 21 16 (+5) 0x0 1x1
Goiás Vila Nova 12 5 4 3 20 14 (+6) 3x3 2x0
Goiás Atlético Goianiense 9 2 2 5 8 13 (-5) 3x2 0x0
Goiás CRAC 2 0 2 0 1 1 (0) 0x0 1x1
Goiás Anapolina 5 2 1 2 7 5 (+2) 0x0 1x2
Goiás Goiânia 1 0 1 0 1 1 (0) 1x1 1x1
Goiás Campinas 1 0 1 0 2 2 (0) 2x2 2x2
Goiás Itumbiara 1 1 0 0 3 0 (+3) 3x0 3x0
Mato Grosso Luverdense 6 1 2 3 6 10 (-4) 0x2 2x1
Mato Grosso Cuiabá 12 6 5 1 19 9 (+10) 0x0 1x1
Mato Grosso do Sul Comercial-MS 2 1 0 1 3 3 (0) 3x2 0x1
Mato Grosso do Sul Operário-MS 1 0 0 1 0 1 (-1) 0x1 0x1
Distrito Federal (Brasil) Brasiliense 14 6 3 5 19 12 (+7) 1x1 2x2
Distrito Federal (Brasil) Gama 5 2 0 3 11 9 (+2) 1x3 3x0
Distrito Federal (Brasil) Luziânia 2 0 2 0 0 0 (0) 0x0 0x0
Distrito Federal (Brasil) Taguatinga 2 1 0 1 1 1 (0) 1x0 0x1
Distrito Federal (Brasil) CEUB 2 1 0 1 2 2 (0) 2x1 0x1
Distrito Federal (Brasil) CFZ-DF 2 1 1 0 1 0 (+1) 0x0 1x0
Distrito Federal (Brasil) Ceilândia 2 1 1 0 4 2 (+2) 1x1 3x1

Confrontos com Times da Região Norte[editar | editar código-fonte]

Confrontos
Estado Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo Primeiro Jogo Último Jogo
Acre Rio Branco 6 3 3 0 15 3 (+12) 1x1 6x0
Tocantins Tocantinópolis 2 0 1 1 2 3 (-1) 1x1 1x2
Rondônia Vilhena 1 1 0 0 3 1 (+2) 3x1 3x1
Pará São Raimundo-PA 3 2 0 1 6 5 (+2) 3x2 1x2
Pará Águia de Marabá 10 3 7 0 13 7 (+6) 0x0 4x1
Pará Paysandu 50 16 13 21 61 67 (-6) 3x2 1x0
Pará Remo 41 13 10 18 47 49 (-2) 1x2 1x1
Pará Tuna Luso 14 2 4 8 10 32 (-22) 1x5 1x1
Amazonas Nacional-AM 14 7 6 1 28 16 (+12) 5x0 2x2
Amazonas Rio Negro 4 0 2 2 0 2 (-2) 0x0 0x0
Amazonas São Raimundo-AM 5 4 0 1 12 7 (+5) 4x3 0x2
Amazonas Fast Clube 7 4 1 2 17 12 (+5) 3x4 4x1

Confrontos com Times da Região Sul[editar | editar código-fonte]

Confrontos
Estado Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo Primeiro Jogo Último Jogo
Rio Grande do Sul Internacional 19 6 4 9 21 24 (-3) 0x0 5x1
Rio Grande do Sul Grêmio 16 2 3 11 12 32 (-20) 0x1 0x0
Rio Grande do Sul Juventude 14 6 6 2 25 15 (+10) 3x1 4x1
Rio Grande do Sul Caxias 3 2 1 0 3 1 (+2) 1x1 1x0
Rio Grande do Sul Brasil de Pelotas 4 2 1 1 3 1 (+2) 0x1 1x0
Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim 1 1 0 0 1 0 (+1) 1x0 1x0
Paraná Paraná 12 4 4 4 22 22 (0) 1x4 1x1
Paraná Athletico Paranaense 13 3 3 7 12 22 (-10) 2x1 1x2
Paraná Coritiba 17 5 5 7 21 22 (-1) 3x2 3x1
Paraná Londrina 4 3 1 0 7 3 (+5) 2x0 2x1
Santa Catarina Figueirense 13 5 5 3 23 17 (+6) 2x0 2x2
Santa Catarina Avaí 14 7 4 3 25 12 (+13) 2x0 3x1
Santa Catarina Criciúma 11 5 1 5 16 15 (+1) 4x1 0x2
Santa Catarina Chapecoense 3 3 0 0 8 3 (+5) 3x1 3x2
Santa Catarina Joinville 2 2 0 0 5 1 (+4) 3x1 2x0

Confrontos com Times Estrangeiros[editar | editar código-fonte]

Confrontos
País Adversário Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra Saldo Primeiro Jogo Último Jogo
Argentina Boca Juniors 1 1 0 0 3 1 (+2) 3x1 3x1
Argentina Independiente 2 1 0 1 2 2 (0) 0x1 2x1
Paraguai Libertad 1 1 0 0 1 0 (+1) 1x0 1x0
Suriname Transvaal 3 2 1 0 6 4 (+2) 1x1 3x2
Suriname Robinhood 1 1 0 0 3 1 (+2) 3x1 3x1
Suriname Leo Victor 1 1 0 0 4 1 (+3) 4x1 4x1
Angola ASA 1 0 1 0 2 2 (0) 2x2 2x2
Romênia Dínamo de Bucareste 1 1 0 0 2 0 (+2) 2x0 2x0
República Checa Sparta Praha 1 1 0 0 2 0 (+2) 2x0 2x0
Itália Hellas Verona 1 0 0 1 3 4 (-1) 3x4 3x4
Suíça Blue Stars Zürich 1 1 0 0 7 2 (+5) 7x2 7x2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. https://www.opovo.com.br/esportes/futebol/times/fortaleza/2020/02/10/estreia-internacional--fortaleza-ja-disputou-jogos-no-exterior-na-decada-de-1960--relembre.html
  2. https://www.soufortaleza.com/noticias-do-fortaleza/saiba-quem-foi-o-primeiro-treinador-estrangeiro-do-fortaleza/
  3. «Jornal O Povo - Blog». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  4. «Federação Cearense de Futebol». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  5. «Ceará - 3 x 0 - Depois de sete Anos, foi abatido o <<Fortaleza>>». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  6. «Clássico-Rei IV: a história em 535 jogos». Consultado em 1 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 1 de agosto de 2013 
  7. «Fortaleza humilha o Flamengo no Maracanã - Paraná-Online - O seu Portal de Informação». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  8. «Palmeiras x Fortaleza». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  9. «Atlético/MG x Fortaleza». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  10. «Palmeiras x Fortaleza». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  11. «Fortaleza disputa hoje 13º amistoso internacional». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  12. «CAMPANHA INTERNACIONAL DO FORTALEZA». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  13. «Com Luca Toni no banco, Verona bate Fortaleza em amistoso de 7 gols.html». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  14. «O primeiro titulo estadual do Tricolor de Aço». Consultado em 26 de maio de 2021 
  15. «Conterrâneos de Messi não dão sorte no futebol cearense». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  16. «De 1959 a 1970, os campeões brasileiros». Consultado em 1 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 23 de dezembro de 2010 
  17. «Federação Cearense de Futebol». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  18. «Fortaleza Esporte Clube - Site oficial». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  19. «EA contrata os maiores nomes do futebol para o FIFA 07». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  20. «Único cearense em Copas foi um árbitro». Consultado em 1 de janeiro de 2015 
  21. «Time do Pan terá atletas até 22 anos: Piazon entra, mas Inter veta Valdivi». Consultado em 1 de agosto de 2015 
  22. «Tinga, do Fortaleza, é convocado para a Seleção que vai ao Pan do Canadá». Consultado em 1 de agosto de 2015 
  23. «Lateral direito Tinga do Fortaleza é convocado pela seleção e vai disputar o Pan». Consultado em 1 de agosto de 2015