Estatísticas do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil

Abaixo estão estatísticas atuais e históricas do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

Temporadas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Grêmio

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2018
Competição Temporadas Anos Melhor Campanha
Rio Grande do Sul Campeonato Gaúcho 77 1919-1922, 1925-1926, 1930-1933, 1935, 1946, 1949, 1956-2019 Campeão 38 vezes (1921-1922, 1926, 1931-1932, 1946, 1949, 1956-1960, 1962-1968, 1977, 1979-1980, 1985-1990, 1993, 1995-1996, 1999, 2001, 2006-2007, 2010, 2018, 2019)
Brasil Série A 60 1959-1961, 1963-1991, 1993-2004, 2006-2019 Campeão 2 vezes (1981 e 1996)
Série B 2 1992, 2005 Campeão (2005)
Copa do Brasil 26 1989-2001, 2004-2006, 2008, 2010, 2012-2019 Campeão 5 vezes (1989, 1994, 1997, 2001 e 2016)
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Libertadores da América 19 1982-1984, 1990, 1995-1998, 2002-2003, 2007, 2009, 2011, 2013-2014, 2016-2019 Campeão 3 vezes (1983, 1995 e 2017)
Copa Sul-Americana 5 2003-2004, 2008, 2010, 2012 Quartas-de-final (2012)
Recopa Sul-Americana 2 1996, 2018 Campeão 2 vezes (1996 e 2018)
Flag of the United Nations.svg Mundial de Clubes/Intercontinental 3 1983, 1995 e 2017 Campeão (1983)

Títulos de jogadores e treinadores[editar | editar código-fonte]

Bola de Prata[editar | editar código-fonte]

Premiação dada através da seleção do campeonato brasileiro feita pela revista Placar, sendo que desde 2007 foi feita uma parceria junto à ESPN Brasil.

Ano Jogador Bola de prata Bola de Ouro Artilheiro
1970 Everaldo 1 0 0
1972 Beto Bacamarte 1 0 0
1973 Ancheta 1 1 0
1976 Beto Fuscão 1 0 0
1977 e 1978 Tarciso 2 0 0
1980 Baltazar 1 0 0
1981 Paulo Isidoro 1 1 0
1982 Batista 1 0 0
1984 De León 1 0 0
1984 Renato Gaúcho 1 0 0
1988 Alfinete 1 0 0
1996 Adílson 1 0 0
1996 Goiano 1 0 0
1996 Paulo Nunes 1 0 1
2000 Ronaldinho Gaúcho 1 0 0
2002 Tinga 1 0 0
2002 Rodrigo Fabri 0 0 1
2006 Lucas Leiva 1 1 0
2008 Tcheco 1 0 0
2009 Victor 1 0 0
2010 Jonas 1 0 1
2011 Mário Fernandes 1 0 0
2012 e 2014 Zé Roberto 2 0 0
2013 Alex Telles 1 0 0
2014 e 2015 Marcelo Grohe 2 0 0
2015 Galhardo 1 0 0
2015, 2016, 2017 e 2018 Geromel 4 0 0
2015 e 2017 Luan 2 0 0
Total 34 3 3

Prêmio Belfort Duarte[editar | editar código-fonte]

Data Nome do Jogador Modalidade
30 nov. 1966 Leôncio Abel Vieira Amador (Medalha de Ouro)
14 ago. 1969 Áureo Arruda Profissional (Medalha de prata)
08 jun. 1971 Luiz Zittermann Torres Profissional (Medalha de prata)
27 jun. 1972 Everaldo Profissional (Medalha de prata)

Prêmio Craque do Brasileirão[editar | editar código-fonte]

Ano Nome do Jogador Ouro Prata Bronze
2008 Brasil Victor 2 1 0
2010 Brasil Jonas 1 0 0
2006 Brasil Lucas 1 0 0
2008 Brasil Tcheco 0 1 0
2008 Brasil Rafael Carioca 0 1 0
2007 Brasil Diego Souza 0 1 0
2008 Brasil Celso Roth 0 0 1
2008 Brasil Réver 0 0 1
2006 Brasil Mano Menezes 0 0 1
2006 Brasil William 0 0 1

Seleção do Campeonato[editar | editar código-fonte]

Obs: A partir de 2006.

Ano Nome do Jogador Posição
2006 Brasil Lucas Leiva V
2008–2009 Brasil Victor G
2010 Brasil Jonas A
2013 Brasil Alex Telles LE
2014-2015 Brasil Marcelo Grohe G
2015 Brasil Luan A
2015 Brasil Galhardo LD
2015-2016-2017 Brasil Pedro Geromel ZG
2017 Brasil Arthur V

Campeonato Brasileiro Unificado - Adversários desde 1959[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 1 de dezembro de 2018

Time UF J V E D GP GC SG
ABC Rio Grande do Norte 1 0 1 0 1 1 0
Água Verde Paraná 2 1 1 0 2 0 2
América Mineiro Minas Gerais 9 5 4 0 13 7 6
America Rio de Janeiro 14 7 3 4 13 10 3
América de Natal Rio Grande do Norte 6 4 2 0 14 5 9
América São Paulo 2 2 0 0 8 1 7
Americano Rio de Janeiro 2 1 1 0 2 0 2
Athletico Paranaense Paraná 43 20 14 9 64 40 24
Atlético Goianiense Goiás 10 5 3 2 13 8 5
Atlético-MG Minas Gerais 55 21 16 20 65 59 6
Avaí Santa Catarina 10 6 2 2 20 9 11
Bahia Bahia 35 11 14 10 38 34 4
Bangu Rio de Janeiro 3 1 2 0 3 1 2
Botafogo Rio de Janeiro 52 19 16 17 69 61 8
Botafogo-PB Paraíba 1 1 0 0 5 2 3
Botafogo-SP São Paulo 3 1 1 1 6 6 0
Bragantino São Paulo 8 2 4 2 10 6 4
Brasil de Pelotas Rio Grande do Sul 1 1 0 0 3 1 2
Brasília Distrito Federal (Brasil) 1 0 0 1 1 2 -1
Campo Grande Rio de Janeiro 2 1 1 0 4 0 4
Catuense Bahia 2 2 0 0 5 1 4
Caxias Rio Grande do Sul 3 2 1 0 5 2 3
Ceará Ceará 10 4 2 4 12 14 -2
Central Pernambuco 2 1 1 0 5 2 3
CEUB Distrito Federal (Brasil) 1 0 1 0 0 0 0
Chapecoense Santa Catarina 11 6 2 3 21 13 8
Colorado Paraná 3 3 0 0 6 2 4
Comercial-MS Mato Grosso do Sul 1 0 0 1 0 1 -1
Corinthians São Paulo 64 29 12 23 84 63 21
Coritiba Paraná 47 24 11 12 66 47 19
CRB Alagoas 2 2 0 0 4 1 3
Criciúma Santa Catarina 12 7 1 4 16 11 5
Cruzeiro Minas Gerais 49 15 14 20 54 66 -12
CSA Alagoas 1 0 0 1 0 1 -1
Desportiva Ferroviária Espírito Santo (estado) 7 6 0 1 16 3 13
Dom Bosco Mato Grosso 1 1 0 0 3 0 3
Ferroviária São Paulo 2 0 1 1 3 5 -2
Ferroviário Paraná 5 3 2 0 7 0 7
Figueirense Santa Catarina 17 6 3 8 30 23 7
Flamengo Rio de Janeiro 89 34 30 25 117 92 25
Fluminense Rio de Janeiro 57 25 15 17 74 62 12
Fortaleza Ceará 8 6 1 1 19 6 13
Galícia Bahia 1 1 0 0 2 1 1
Gama Distrito Federal (Brasil) 6 4 0 2 17 7 10
Goiás Goiás 42 15 15 12 53 51 2
Grêmio Barueri São Paulo 2 1 0 1 4 3 1
Grêmio Maringá Paraná 6 4 1 1 16 7 9
Grêmio Prudente São Paulo 2 1 0 1 4 2 2
Guarani São Paulo 27 12 3 12 33 34 -1
Inter de Limeira São Paulo 4 3 0 1 7 3 4
Internacional Rio Grande do Sul 58 20 19 19 48 51 -3
Ipatinga Minas Gerais 2 2 0 0 5 1 4
Itabaiana Sergipe 1 1 0 0 1 0 1
Joinville Santa Catarina 9 3 3 3 7 6 1
Juventude Rio Grande do Sul 20 12 5 3 29 21 8
Londrina Paraná 2 1 0 1 1 1 0
Maranhão Maranhão 1 0 1 0 1 1 0
Metropol Santa Catarina 9 3 4 2 15 9 6
Nacional-AM Amazonas 2 2 0 0 5 0 5
Náutico Pernambuco 30 18 9 3 48 18 30
Noroeste São Paulo 1 1 0 0 6 0 6
Olaria Rio de Janeiro 2 2 0 0 3 0 3
Olímpico Santa Catarina 2 2 0 0 5 1 4
Operário-MS Mato Grosso do Sul 5 3 1 1 10 5 5
Palmeiras São Paulo 69 14 22 33 64 100 -36
Paraná Paraná 18 6 5 7 21 25 -4
Paysandu Pará 9 3 4 2 12 7 5
Perdigão Santa Catarina 2 1 1 0 10 2 8
Pinheiros Paraná 1 0 1 0 1 1 0
Ponte Preta São Paulo 28 12 8 8 38 28 10
Portuguesa São Paulo 32 12 14 6 43 36 7
Remo Pará 4 4 0 0 9 0 9
Rio Branco-ES Espírito Santo (estado) 2 1 1 0 4 1 3
Rio Negro Amazonas 1 0 1 0 1 1 0
Sampaio Corrêa Maranhão 1 1 0 0 2 0 2
Santa Cruz Pernambuco 23 10 4 7 32 24 8
Santo André São Paulo 4 1 1 2 7 9 -2
Santos São Paulo 62 18 18 26 60 80 -20
São Caetano São Paulo 10 1 4 5 11 16 -5
São José-SP São Paulo 3 1 1 1 2 2 0
São Paulo São Paulo 67 24 19 24 76 83 -7
Sergipe Sergipe 5 4 1 0 12 1 11
Siderúrgica Minas Gerais 2 1 1 0 5 3 2
Sport Pernambuco 38 20 9 9 61 47 14
Tiradentes Piauí 2 2 0 0 6 1 5
União São João São Paulo 2 1 1 0 3 1 2
Vasco da Gama Rio de Janeiro 58 25 13 20 77 69 8
Vitória Bahia 37 17 10 10 47 29 18
XV de Piracicaba São Paulo 2 1 0 1 1 3 -2
TOTAL
Flag of Brazil.svg

span style="color:#fff">XV de Piracicaba

Copa do Brasil - Adversários desde 1989[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 31 de dezembro de 2017

Time J V E D GP GC SG
ABC 2 1 1 0 5 4 1
Araguaia 1 1 0 0 3 1 2
Atlético-GO 2 1 0 1 3 3 0
Atlético-MG 2 1 1 0 4 2 2
Atlético-PR 8 4 2 2 12 5 7
Auto Esporte-PB 2 2 0 0 3 0 3
Avaí 2 1 0 1 5 4 1
Bahia 6 5 0 1 9 3 6
Campinense 2 2 0 0 4 1 3
Corinthians 12 4 6 2 16 12 4
Coritiba 6 5 1 0 10 3 7

Copa Libertadores da América - Adversários desde 1982[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 3 de abril de 2019

Time País J V E D GP GC SG
Alianza Lima Peru 2 2 0 0 6 0 6
América México 2 2 0 0 3 1 2
América de Cáli Colômbia 4 2 0 2 4 5 -1
Atlético Júnior Colômbia 2 1 0 1 3 2 1
Atlético Nacional Colômbia 4 3 1 0 9 2 7
Atlético Tucumán Argentina 2 2 0 0 6 0 6
Aurora Bolívia 2 2 0 0 5 1 4
Barcelona Equador 2 1 0 1 3 1 2
Blooming Bolívia 2 2 0 0 4 0 4
Boca Juniors Argentina 2 0 0 2 0 5 -5
Bolívar Bolívia 2 2 0 0 5 2 3
Botafogo Brasil 4 2 2 0 4 1 3
Boyacá Chicó Colômbia 2 2 0 0 4 0 4
Caracas Venezuela 4 1 2 1 6 4 2
Cerro Porteño Paraguai 6 3 2 1 8 3 5
Cienciano Peru 2 1 0 1 3 2 1
Corinthians Brasil 2 1 0 1 3 1 2
Cruzeiro Brasil 6 2 1 3 7 10 -3
Cúcuta Colômbia 2 0 1 1 1 3 -2
Defensor Sporting Uruguai 6 2 2 2 5 5 0
Deportes Iquique Chile 2 1 0 1 4 4 0
Deportes Tolima Colômbia 2 1 0 1 1 1 0
12 de Octubre Paraguai 2 1 0 1 1 1 0
El Nacional Equador 2 2 0 0 4 1 3
Emelec Equador 4 2 2 0 8 3 5
Estudiantes Argentina 4 2 1 1 8 7 1
Flamengo Brasil 5 2 2 1 10 6 4
Fluminense Brasil 2 1 1 0 3 0 3
Godoy Cruz Argentina 2 2 0 0 3 1 2
Guadalajara México 2 1 0 1 2 1 1
Guaraní Paraguai 4 2 1 1 8 5 3
Huachipato Chile 2 0 1 1 2 3 -1
Independiente Argentina 2 0 1 1 0 1 -1
Independiente Medellín Colômbia 2 0 1 1 3 4 -1
Independiente Santa Fé Colômbia 2 1 0 1 2 2 0
Lanus Argentina 2 2 0 0 3 1 2
LDU Quito Equador 4 3 0 1 8 3 5
León de Huánuco Peru 2 1 1 0 3 1 2
Libertad Paraguai 1 0 0 1 0 1 -1
Liverpool Uruguai 2 1 1 0 5 3 2
Monagas Venezuela 2 2 0 0 6 1 5
Nacional Uruguai 6 4 2 0 9 2 7
Newell's old Boys Argentina 2 0 2 0 1 1 0
Olímpia Paraguai 6 3 1 2 11 8 3
Oriente Petrolero Bolívia 4 3 0 1 10 7 3
Palmeiras Brasil 4 1 1 2 8 8 0
Peñarol Uruguai 6 3 2 1 12 7 5
Pumas UNAM México 2 1 0 1 3 3 0
River Plate Argentina 4 3 0 1 8 3 5
Rosário Central Argentina 3 0 1 2 1 5 -4
San Lorenzo Argentina 4 1 2 1 2 2 0
Santos Brasil 2 1 0 1 3 3 0
São Paulo Brasil 4 1 2 1 4 3 1
Sporting Cristal Peru 2 1 0 1 2 1 1
Toluca México 2 1 0 1 1 2 -1
Universidad Católica Chile 2 0 0 2 1 3 -2
Universidad de Chile Chile 2 1 1 0 2 0 2
Universidad Los Andes Venezuela 2 2 0 0 8 1 7
Universidad San Martín Peru 2 2 0 0 5 1 4
Vasco Brasil 6 2 2 2 4 5 -1
Zamora Venezuela 2 2 0 0 6 0 6

Campeonato Gaúcho - Adversários desde 1919[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 30 de março de 2019

Time J V E D GP GC SG
14 de Julho-Itaqui 1 1 0 0 4 0 4
14 de Julho-PF 11 5 6 0 9 3 6
14 de Julho 2 2 0 0 9 0 9
15 de Novembro 9 5 3 1 21 9 12
Aimoré 41 28 8 5 74 25 49
Armour 2 1 1 0 4 1 3
Atlântico 2 2 0 0 4 1 3
Atlético Carazinho 7 6 1 0 16 1 15
Avenida 13 9 2 2 39 9 30
Bagé 23 18 3 2 54 13 41
Brasil de Farroupilha 8 4 3 1 11 6 5
Brasil de Pelotas 90 47 32 11 138 57 81
Cachoeira 3 3 0 0 11 1 10
Canoas 8 5 1 2 17 8 9
Caxias 124 71 30 23 217 105 112
Cerâmica 2 2 0 0 3 1 2
Cruzeiro-RS 37 28 3 6 81 25 56
Cruzeiro-SGA 2 2 0 0 7 0 7
Dínamo 2 0 2 0 0 0 0
Encantado 2 1 1 0 5 3 2
Esportivo 70 45 14 11 130 44 86
Estrela 5 5 0 0 11 1 10
Farroupilha 28 18 4 6 56 23 33
Ferro Carril 1 1 0 0 5 0 5
Gaúcho 29 25 4 0 69 14 55
Glória 22 14 6 2 43 19 24
Grêmio Santanense 10 8 1 1 29 4 25
Guarani de Alegrete 4 2 1 1 8 5 3
Guarani-VA 14 10 3 1 21 5 16
Guarany de Bagé 31 27 1 3 73 17 56
Guarany de Cachoeira 1 1 0 0 6 2 4
Guarany de Cruz Alta 11 9 2 0 20 6 14
Guarany de Garibaldi 4 2 1 1 5 4 1
Inter de Santa Maria 58 42 7 9 95 33 62
Inter de São Borja 2 1 1 0 5 1 4
Internacional 164 48 61 55 172 167 5
Juventude 118 62 36 20 197 94 103
Lajeadense 25 19 3 3 54 17 37
Nacional de Cruz Alta 2 2 0 0 9 1 8
Novo Hamburgo 86 58 22 6 180 43 137
Passo Fundo 19 11 8 0 36 12 24
Pelotas 82 59 17 6 190 52 138
Porto Alegre 2 2 0 0 4 0 4
Rio Grande 16 14 2 0 40 9 31
Riograndense-RG 13 12 1 0 39 8 31
Riograndense-SM 6 6 0 0 21 2 19
Sá Viana 1 1 0 0 1 0 1
Santo Ângelo 6 4 1 1 13 2 11
São Borja 27 13 12 2 44 11 33
São Gabriel 6 5 0 1 19 8 11
São José-CS 4 2 1 1 10 5 5
São José-POA 33 22 3 8 57 21 36
São Luiz 27 17 7 3 49 24 25
São Paulo-RG 40 22 9 9 75 31 44
Sapucaiense 3 2 1 0 5 1 4
Ta-Guá 2 1 0 1 6 3 3
Tamoyo 1 1 0 0 1 0 1
União Frederiquense 1 1 0 0 3 0 3
Universal 1 1 0 0 12 2 10
Uruguaiana 2 2 0 0 4 0 4
Veranópolis 30 19 5 6 54 26 28
Ypiranga de Erechim 28 17 10 1 49 17 32
TOTAL 1425 873 341 211 2644 1002 1642

Jogadores que mais atuaram com a camisa do Grêmio[editar | editar código-fonte]

Lista atualizada em Agosto de 2018. Dos treze jogadores que mais atuaram, três são goleiros - os três mais vitoriosos da história do Grêmio. Tarciso segue sendo o jogador que mais atuou com a camisa gremista, seguido de Airton Pavilhão.[1][2][3]

Jogadores que mais atuaram com a camisa do Grêmio
# País Jogador Temporada Partidas
Brasil Tarciso 1973-1985 721
Brasil Airton Pavilhão 1955–1970 592
Brasil Danrlei 1994–2002 591
Brasil Leôncio Vieira 1940-1960 557
Brasil Roger Machado 1990-2002 505
Brasil Milton Kuelle 1953-1965 502
Brasil Loivo e Ancheta 1970–1980 426
Brasil Mazarópi 1982-1990 425
Brasil João Severiano 422
10º Brasil Ortunho 416
11º Brasil Marcelo Grohe 2004-2018 408
12º Brasil Luiz Eduardo 406

Maiores artilheiros acima de 50 Gols[editar | editar código-fonte]

Dados atualizados em 27 de setembro de 2019.

Maiores artilheiros acima de 50 gols
# País Jogador Temporada Gols
Brasil Alcindo 1964–1971 e 1977 264
Brasil Tarciso 1973–1985 222
Brasil Gessy 1956–1960 214
Brasil Juarez 1955–1962 202
Brasil Luiz Carvalho 1923-1929, 1931-1934 e 1938-1939 160
Brasil João Severiano 1960 e 1962-1972 132
Brasil Baltazar 1979–1982 130
Brasil Milton Kuelle 1953-1965 117
Brasil Marino 1960–1964 117
10º Brasil Foguinho 1928-1942 110
11º Brasil Osvaldo 1983–1986 106
12º Brasil Jonas 2007–2011 78
13º Brasil Luan 2014- 77
14º Brasil Loivo 1968-1975 74
15º Brasil Renato Gaúcho 1982-1986 e 1991 74
16º Brasil Paulo Nunes 1995-1997 e 2000 73
17º Brasil Ronaldinho 1999-2001 68
18º Brasil André Catimba 1977-1979 67
19º Brasil Volmir 1965-1975 67
20º Brasil Éder 1977-1979 66
21º Brasil Jardel 1995-1996 65
22º Brasil Cuca 1987-1990 64
23º Brasil Yura 1973-1979 64
24° Brasil Everton 2014- 63
25º Brasil Lima 1986-1989 63
26º Brasil Neca 1975-1976 60
27° Argentina Delém 1953-1958 51
28° Brasil Paulo Isidoro 1980-1982 50

Campeonato Gaúcho[editar | editar código-fonte]

Ano Nome do jogador Gols
1922 Brasil Lagarto -
1922 Brasil Ramón -
1926 Brasil Coró -
1931 Brasil Artigas -
1932 Brasil Artigas -
1946 Brasil Cordeiro -
1946 Brasil Hélio -
1949 Brasil Geada -
1949 Brasil Hermes -
1956 Brasil Gessy -
1957 Brasil Hércio -
1957 Brasil Toquinho -
1958 Brasil Milton Kuelle -
1958 Brasil Giovani -
1959 Brasil Juarez -
1959 Brasil Gessy -
1962 Brasil Paulo Lumumba 13
1963 Brasil Marino 18
1965 Brasil Alcindo 21
1968 Brasil Alcindo 12
1975 Brasil Tarciso 13
1976 Brasil Alcindo 17
1980 Brasil Baltazar 28
1981 Brasil Baltazar 20
1985 Brasil Caio Júnior 12
1988 Brasil Lima 17
1990 Brasil Nílson 22
1999 Brasil Ronaldinho 15
2014 Argentina Barcos 15
2017 Equador Bolaños 7

Copa Sul-Minas[editar | editar código-fonte]

Ano Nome do jogador Gols
1999 Brasil Macedo 6

Copa do Brasil[editar | editar código-fonte]

Ano Nome do jogador Gols
1993 Brasil Gílson 6
1997 Brasil Paulo Nunes 9
2017 Paraguai Lucas Barrios 5

Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Ano Nome do jogador Gols
1996 Brasil Paulo Nunes 16
2002 Brasil Rodrigo Fabri 19
2010 Brasil Jonas 23

Copa Libertadores[editar | editar código-fonte]

Ano Nome do jogador Gols
1995 Brasil Jardel 12
2002 Brasil Rodrigo Mendes 10

Goleadores de 2018[editar | editar código-fonte]

Dados atualizados em: 20 de janeiro de 2019.

Principais Goleadores
País Jogador Gols
Brasil Evertón 19
Brasil Luan 11
Brasil Jael 10

Grêmio em 2018[editar | editar código-fonte]

Dados atualizados em 1 de dezembro de 2018

Competição Participação Como foi
Flags of the Union of South American Nations.gif Copa Libertadores da América 18ª SEMIFINAL
Flags of the Union of South American Nations.gif Recopa Sul-Americana CAMPEÃO
Rio Grande do Sul Campeonato Gaúcho 77ª CAMPEÃO
Brasil Campeonato Brasileiro 59ª QUARTO COLOCADO
Copa do Brasil 25ª QUARTAS DE FINAL

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

2015[editar | editar código-fonte]

  • Quebrou um tabu de 4 anos sem ganhar do Santos na Vila Belmiro, com um resultado final de 3-1 a favor do tricolor, inclusive sendo a única por mais de dois gols. As únicas vitórias do tricolor na Vila foram em 1999 e 2011, ambas ganhas por 1-0.
  • O primeiro gol da vitória por 2-0 contra o Atlético Mineiro no Mineirão pelo Campeonato Brasileiro, foi feito com um contra-ataque sensacional, com 23 toques em um intervalo de 23 segundos até o gol. Inclusive repercutiu mundialmente, como pelo Jornal Argentino "Olé", que anunciou "O maior tiqui tiqui", a CNN com "Contraataque fulminante de 11 pases termina con un golazo en Brasil", o jornal português "Record" com o anúncio de "O contra-ataque perfeito?".

2016[editar | editar código-fonte]

  • Quebra de uma longa sequência de 15 anos sem títulos nacionais, em 7 de dezembro de 2016, após ganhar o seu 5° titulo da Copa do Brasil, sendo o primeiro clube a conquistar este feito.

2017[editar | editar código-fonte]

2018[editar | editar código-fonte]

  • Segundo título seguido em cima de um argentino, agora pela Recopa Sul-Americana, derrotando, nos pênaltis, o Independiente, pelo resultado de 5 a 4 (0 a 0 no tempo regulamentar e prorrogação, 1 a 1 no agregado). Se tornou bi-campeão da competição.
    Detalhe: o último título de recopa do tricolor era justamente sobre o Independiente. O jogo ocorreu em 1996, no Japão. Naquela ocasião, o Grêmio patrolou o time argentino pelo placar de 4 a 1.

Recordes[editar | editar código-fonte]

No Campeonato Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Em outras competições[editar | editar código-fonte]

Maiores públicos do Grêmio no Estádio Olímpico Monumental[editar | editar código-fonte]

Abaixo, são listados os dez maiores públicos do Grêmio no Estádio Olímpico Monumental (1954-2013), antigo estádio gremista.

Maiores públicos do Grêmio
Posição Adversário Resultado Campeonato Público total (público pagante) Data
1 Ponte Preta 0-1 Campeonato Brasileiro 98.421 (85.751 pagantes) 26 de abril de 1981
2 Flamengo 0-0 Campeonato Brasileiro 74.238 21 de abril de 1982
3 Peñarol 2-1 Libertadores 73.093 28 de julho de 1983
4 Internacional 1-1 Campeonato Brasileiro 72.893 (64.767 pagantes) 29 de novembro de 1981
5 Internacional 0-0 Campeonato Brasileiro 72.569 (63.522 pagantes) 5 de novembro de 1980
6 Internacional 0-0 Campeonato Brasileiro 71.621 9 de fevereiro de 1989
7 Sport 2-1 Copa do Brasil 62.807 2 de setembro de 1989
8 Flamengo 0-1 Campeonato Brasileiro 62.256 25 de abril de 1982
9 São Paulo 2-1 Campeonato Brasileiro 61.585 (53.338 pagantes) 9 de fevereiro de 1981
10 Internacional 0-1 Campeonato Brasileiro 60.328 29 de setembro de 1974

Para mais dados, e estatísticas de outros jogos, acesse a Lista completa dos maiores públicos do Grêmio.

Maiores públicos na Arena do Grêmio[editar | editar código-fonte]

Como no Olímpico, antigo estádio gremista, fechado em 2013, se iniciou uma nova era na novíssima Arena do Grêmio. Dentre vários jogos com públicos brilhantes, listamos os dez maiores públicos da nova casa tricolor.

OBS.: Os números em negrito representam os gols gremistas.

Maiores públicos do Grêmio
Posição Adversário Resultado Campeonato Público total (público pagante) Data e hora
1 Minas Gerais Atlético Mineiro 1-1 Copa do Brasil de 2016 53.287 (47.662 pagantes) 7 de dezembro de 2016 às 21:45
2 Rio Grande do Sul Internacional 0-0 Campeonato Brasileiro de 2016 - 32ª rodada 53.287 (47.662 pagantes) 23 de outubro de 2016 às 17:00
3 Minas Gerais Cruzeiro 0-0 Copa do Brasil de 2016 - Semifinal 52.363 (47.687 pagantes) 2 de novembro de 2016 às 21:45
4 Alemanha Hamburgo 2-1 Amistoso 51.901 (46.969 pagantes) 8 de dezembro de 2012 às 22:30
5 São Paulo Corinthians 3-0 Campeonato Brasileiro de 2016 - 20ª rodada 50.540 14 de agosto de 2016 às 11:00
6 Rio Grande do Sul Internacional 0-0 Campeonato Gaúcho de 2016 - 8ª rodada 48.204 (44.289 pagantes) 6 de março de 2016 às 18:30
7 Argentina San Lorenzo 1-0 Libertadores de 2014 - Oitavas-de-final 47.244 (44.082 pagantes) 30 de abril de 2014 às 22:00
8 São Paulo São Paulo 1-2 Campeonato Brasileiro de 2015 - 25ª rodada 46.915 (44.277 pagantes) 13 de setembro de 2015 às 16:00
9 Rio Grande do Sul Internacional 0-0 Campeonato Gaúcho de 2015 - Final 46.909 (43.681 pagantes) 26 de abril de 2015 às 16:00
10 São Paulo São Paulo 0-1 Campeonato Brasileiro de 2014 - 26ª rodada 46.441 (43.653 pagantes) 4 de outubro de 2014 às 16:00
11 Rio Grande do Sul Internacional 4-1 Campeonato Brasileiro de 2014 - 33ª rodada 46.437 (43.456 pagantes) 9 de novembro de 2014 às 16:00

Ranking[editar | editar código-fonte]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking Nacional de Clubes[editar | editar código-fonte]

Abaixo se encontram os 26 primeiros clubes classificados no ranking da CBF, divulgado em 4 de dezembro de 2017.[5]

Pos. Clube UF Pontos Diferença (Pontos)
Cruzeiro Minas Gerais MG 15 288 -
Palmeiras São Paulo SP 15 288 -
Grêmio Rio Grande do Sul RS 15 092 196
Santos São Paulo SP 14 884 208
Atlético Mineiro Minas Gerais MG 14 312 572
Corinthians São Paulo SP 14 076 236
Flamengo Rio de Janeiro RJ 12 796 1280
Botafogo Rio de Janeiro RJ 11 958 838
Atlético Paranaense Paraná PR 11 718 240
10º Internacional Rio Grande do Sul RS 11 368 350
11º São Paulo São Paulo SP 11 098 270
12º Fluminense Rio de Janeiro RJ 10 926 172
13º Vasco da Gama Rio de Janeiro RJ 9 322 1 604
14º Chapecoense Santa Catarina SC 9 010 312
15º Sport Pernambuco PE 8 770 240
16º Ponte Preta São Paulo SP 8 429 341
17º Coritiba Paraná PR 8 423 6
18º Vitória Bahia BA 7 690 733
19º Figueirense Santa Catarina SC 7 555 135
20º Atlético Goianiense Goiás GO 6 698 857
21º Bahia Bahia BA 6 647 51
22º Goiás Goiás GO 6 432 215
23º Avaí Santa Catarina SC 6 429 3
24º América Mineiro Minas Gerais MG 6 255 174
25º Santa Cruz Pernambuco PE 6 210 45
26º Paysandu Pará PA 5 868 15

Outros rankings[editar | editar código-fonte]

Referências