Estiolamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Estiolamento ocorre quando uma planta cresce na ausência total ou parcial de luz.[1]

Processo[editar | editar código-fonte]

A planta é sustentada pelos nutrientes de reserva da semente.

O estiolamento ocorre pela síntese de hormônios que faz com que o caule cresça excessivamente.

Os caules ficam longos enquanto as folhas ficam pequenas. É o mecanismo adaptativo que faz com que as sementes enterradas profundamente alonguem-se em direção à superfície. Como consequência a planta atinge alturas favoráveis à obtenção de luz.

A planta estiolada apresenta uma cor branca-amarelada pois não possui clorofila (clorose).A planta não assimila clorofila, pois os pigmentos não são estimulados na ausência de luz solar. Possui pequenas folhas e ápice culinar em forma de gancho que protege os primórdios e o meristema apical contra o atrito com o solo. As células do caule se tornam vacuoladas.

Ao atingir a luz a planta passa a ter desenvolvimento normal.

Referências

  1. Burgess, Jeremy (1985). An Introduction to Plant Cell Development. [S.l.]: CUP Archive. p. 55. ISBN 0-521-31611-1. Consultado em 17 de janeiro de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.