Estirpe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Estirpe ou cepa (em inglês: strain) é um termo da biologia e da genética para se referir a um grupo de descendentes com um ancestral comum que compartilham semelhanças morfológicas ou fisiológicas.[1] Quando uma espécie sofre mutações significativas ou conforme novas gerações se adaptam a novas condições ambientais, os descendentes pode ter formado uma nova estirpe. Por exemplo, o H1N1 é uma estirpe do vírus da gripe que ficou famosa por causar sintomas mais fortes.

O termo é muito usado em botânica para se referir a variações de uma mesma espécie de plantas. O mesmo vale para o gado. Novas estirpes são criadas constantemente para aprimorar a produção agropecuária.

Em roedores[editar | editar código-fonte]

Quando se diz que um grupo de ratos ou camundongos são da mesma estirpe significa que tem a mesma origem genética. Grupos da mesma estirpes são muito utilizadas em experimentos de laboratório. Linhagens de camundongos podem ser puras, com mutações ou geneticamente modificados de acordo com a necessidade no experimento.

Referências

  1. Usher, George (1996), The Wordsworth Dictionary of Botany, Ware, Hertfordshire: Wordsworth Reference, pp. 361, ISBN 1853263745

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • David Pereira Neves, Alan Lane de Melo, Odair Genaro, Pedro Marcos Linardi. Parasitologia Humana. 10ª ed. São Paulo: Editora Atheneu, 2004. ISBN 857379243-4
Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete Estirpe.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.