Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá
Antiga Estação Ferroviária de Curitiba, atual Museu Ferroviário[1]
Abreviações EFCP
Área de operação Paraná
Tempo de operação 1885–Presente
Bitola 1,00 m
Extensão 110 km
Operadora Rumo Logística

A Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá é uma ferrovia que liga as cidades de Paranaguá a Curitiba, com uma extensão de 110 km.

A ferrovia foi projetada e executada pelos irmãos André Rebouças, Antônio Pereira Rebouças Filho e José Rebouças. À época foi uma das mais ousadas obras de engenharia mundial, sendo inaugurada em 02 de fevereiro de 1885. Esta ferrovia é a única ligação ferroviária entre o Porto de Paranaguá e as regiões produtoras do Paraná e do Centro-Oeste do Brasil.

Vista da curva do Cadeado, quadro de Alfredo Andersen, c. 1920, no trecho de serra da ferrovia, com o Conjunto Marumbi ao fundo.

A ferrovia faz parte da malha da empresa de logística Rumo Logística. Atualmente não existem mais trens de passageiros no trecho Curitiba e Paranaguá, no entanto, um dos principais trens turísticos brasileiros é mantido pela empresa Serra Verde Express entre Curitiba e a cidade de Morretes, já no litoral paranaense [2] [3].


A Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá foi o primeiro trecho da Estrada de Ferro Paraná a qual foi completada em 1902, com os trechos Curitiba Ponta Grossa e os ramais de Antonina, Rio Negro e de Mafra Serrinha.

Construção do viaduto do Conselheiro Sinimbu, Km. 64,292, foto de Marc Ferrez, 1879.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Guia Geográfico de Curitiba. «Museu Ferroviário de Curitiba». Consultado em 3 de maio de 2018 
  2. Gazeta do Povo. «Ferrovia Paranaguá – Curitiba, 130 anos». Consultado em 3 de maio de 2018 
  3. Ralph Mennucci Giesbrecht. «Estação Ferroviária de Curitiba». Consultado em 3 de maio de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]