Estreito de Davis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O estreito de Davis, entre a Gronelândia e Nunavut (Canadá).
  Nunavut
  Quebec
  Terra Nova e Labrador
  Regiões não pertencentes ao Canadá (Gronelândia, Islândia)

O estreito de Davis (em inglês: Davis Strait; em francês: Détroit de Davis) é um estreito situado entre a costa ocidental da Gronelândia e a ilha de Baffin, do Canadá. As profundidades alcançadas nas águas do Estreito de Davis estão entre 1000 e 2000 metros, substancialmente menores que no mar do Labrador (a sul), e que na baía de Baffin (a norte). Foi quase certamente formado no período do Paleogeno, entre 62 e 45 milhões de anos.

O estreito de Davis foi durante muitos anos tomado como potencial entrada para a mítica Passagem do Noroeste. Deve o seu nome a John Davis (15501605), precisamente um dos exploradores que aí estiveram em busca desse caminho para o Pacífico pelo norte da América.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Segundo a Organização Hidrográfica Internacional («International Hydrographic Organization», IHO), na sua publicação Limits of oceans and seas (3.ª ed. de 1953),1 o estreito de Davis (que tem o número de identificação 15) tem os seguintes limites:

Tem uma largura entre 338 e 664 km, e na costa da ilha de Baffin tem duas importantes entradas, o Cumberland Sound e a baía de Frobisher. É um dos troços da rota marítima da Passagem do Noroeste.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Canadá é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Gronelândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Limits of oceans and seas», pág. 10, disponível em: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/fr/1/1d/S23_1953.pdf.