Estrutura celular dos procariontes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Será referido algumas estruturas celulares de procariontes(Eubacterias e Arquebacterias)

Estruturas Celulares exteriores à membrana celular:

1)Cápsula: Presente em algumas eubactérias Composição:polissacáridos (Streptococcus, nAzotobacter) ou polipéptidos (Bacillus) Funções:

       resistência à secura.
       aderência à superfície e a outras células.
       Impedir a fagocitose.
       Impedir a acção de vírus e de substâncias tóxicas.

2)Parede Celular: Presente nas eubactérias e nas arquebactérias (excepto na mycoplasma-eubacteria-e na Thermoplasma-arquebactéria) Composição: Eubacterias, peptidoglicano (Gram positiva/Gram negativa)

           Arquebactérias, heteropolissacáridos e Glicoproteínas

Funções:

        rigidez(Forma)
        Impedir a lise osmótica
        Factor de patogenicidade
        Protecção contra substâncias tóxicas

Gram positivas- Camada espessa de peptidoglicano com ácidos teicóicos(-termo funcional para uma ampla variedade de polímeros contendo açúcares, fosfato e glicerol),exemplo: Bacillus subtilis

Gram negativas - Camada fina de peptidoglicano, exemplo:Escherichia Coli

3)Flagelos: Presente em eubactérias e arquebactérias FunçãO:Locomoção Composição:Proteína Estrutura: Filamento oco, rígido e helicoidal (Os flagelos podem ser polares-se apenas se encontrarem num dos polos da célula- ou podem ser ser periféricos - se encontrarem a toda a volta da célula)

4)Pilos/Fimbrías:Presentes em eubacterias gram negativas Composição:Proteínas Estrutura:rígida e linear Função:Aderência a superfícies ou a outras células (Fimbrías) Transferência de material genético(Pilos)

Nota: Os flagelos em comparação com as fimbrías são maiores e não são tão rigidos, são mais fluidos. O pilo pode ser, por exemplo, um 'canal' que liga duas eubacterias gram negativas por onde se da a transferencia de material genetico entre as duas células.

Membrana celular: presente em todas as eubacterias e arquebacterias Composição: Lípidos e proteínas Função:Fronteira do citoplasma, transferencia de massa, Metabolismo(cadeia de transporte de electroes na fotossintese ou na respiração)

Nota: É aconselhável uma leitura rápida do Modelo do Mosaico Fluido

Estruturas interiores à membrana celular

1)Inclusões/Grânulos/Vesículas -Vesículas de poli b.hidroxibuirato, glicogénio e amido:reservas de carbono -Vesículas de cianoficina (presentes em cianobactérias):reservas de azoto (ou carbono) -Vesículas de volutina ou polifosfasto:reserva de fosfato -Grânulos de enxofre (bactérias fotossintéticas dependentes de enxofre e bactérias sulfuricantes): reservas de enxofre elementar

Há vários tipos de grânulos, vesículas e inclusões: -vesículas gasosas(cianobactérias,Halobactérias):estrutras cilindricas ocas revestidas por proteínas(permeáveis a gases)-têm a propriedade de flutuação -carboxiomas (bactérias autotróficas) -clorossomas (bactérias fotossintéticas verdes) -magnetossomas (bactérias magnetotácticas)

2)Nucleóide Composição/Função: DNA associado a proteínas (não são histonas) Estrutura: uma molécula de DNA circular (com excepção da Borrena que tem um cromossoma linear);estrutura muito enrolada e compacta; uma cópia por célula

3)Plasmídeos (pequenas moléculas circulares de DNA) -conferem propriedades especiais às células (resistência a antibioticos, patogenicidade e capacidades metabólicas adicionais)

4)Ribossomas Composição: rRNA e proteínas Estrutura: formas irregulares; configurações diferentes em eubactérias e arquebacterias: espalhados pelo citoplasma ou associados à membrana plasmática; 2 subunidades: 30 S e 50 S

MCS