Eu lírico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O eu lírico, sujeito lírico ou voz lírica é um termo usado dentro da literatura para designar o pensamento geral daquele que está narrando um poema. É usado em textos do gênero lírico, que são caracterizados pela expressão dos sentimentos e da subjetividade. O autor procura, de forma geral, expressar sua opinião em relação ao tema tratado na obra através da entidade do eu lírico. É possível, contudo, que o sentimento do eu lírico não seja exatamente aquele sentido pelo autor.

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Temos como exemplo o poema do poeta holandês Hendrik Marsman Herinnering aan Holland (português: Lembrança da Holanda) de 1936 encontra-se entre os mais conhecidos poemas neerlandeses.[1]

Denkend aan Holland zie ik breede rivieren traag door oneindig laagland gaan

— Hendrik Marsman

Em português:

Pensando na Holanda, vejo largos rios a atravessarem lentamente as infinitas planícies

— Hendrik Marsman

Neste poema, observa-se a presença da subjetividade, isto é, a expressão da opinião do autor através da voz lírica.

Referências

  1. «Título ainda não informado (favor adicionar)». www.erasmuspc.com. Consultado em 25 de outubro de 2008. Arquivado do original em 26 de setembro de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.