Eudócia (filha de Valentiniano III)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eudócia ou Eudóxia (439466 ou 477?) foi a filha mais velha do imperador romano Valentiniano III e sua esposa, Licínia Eudóxia. Ela foi, portanto, a neto por parte materna do imperador oriental Teodósio II e sua esposa, a poeta Élia Eudóxia, e do lado paterno do imperador Constâncio III e sua mulher, Gala Placídia.

Em meados dos anos 440, com 5 anos de idade, Eudóxia foi prometida a Hunerico, filho do rei vândalo Geiserico (e, em seguida, uma refém na Itália). Este compromisso serviu para fortalecer a aliança entre a corte ocidental e o reino dos vândalos na África. Seu casamento não foi realizado, neste momento, no entanto, porque Eudóxia ainda não era maior de idade.

O pai de Eudóxia foi assassinado em 455, e seu sucessor, Petrônio Máximo, obrigou a mãe de Eudóxia a se casar com ele e Eudóxia a se casar com seu filho, Paládio. Em resposta, os Vândalos (alegadamente a pedido da mãe de Eudóxia) invadiram a Itália e capturaram Eudóxia, sua mãe e sua filha mais nova, Plácidia. A mãe de Eudóxia and sua irmã foram enviadas para Constantinopla, enquanto Eudóxia permeneceu na Áfria e se casou com Hunerico em 460.

Algum tempo depois do nascimento de Hilderico, Eudóxia retirou-se para Jerusalém, devido a diferenças religiosas com seu marido ariano. Ela morreu e foi enterrada na sepúltura de sua avó, Élia Eudóxia.

Referências