Eudósia Acuña

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eudosia Acuña
Nome completo Eudosia Acuña Quinteiro
Nascimento 10 de janeiro de 1944
Espanha
Morte 3 de abril de 2018 (74 anos)
Ocupação atriz

Eudosia Acuña Quinteiro (Espanha, 10 de janeiro de 1944 - São Paulo, 3 de abril de 2018)[1] foi uma atriz brasileira.

Era bacharel em fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, bacharel em Canto e licenciada em Educação Artística com habilitação em Música pela Faculdade Paulista de Artes e mestre e doutora em Artes Cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, universidade da qual também lecionou até se aposentar. Recentemente, foi professora nos cursos de graduação em Comunicação da Fundação Armando Álvares Penteado e professora convidada nos cursos de Extensão Cultural na área de Voz da SP Escola de Teatro. Tinha ampla atuação na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação Verbal para os diversos segmentos profissionais. Também atuou como voluntária em obras sociais, experiência que compartilhou com organizações sem fins lucrativos, como consultora de gestão organizacional em projetos sociais[2].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Eudosia nasceu na Espanha, mas começou sua carreira profissional como professora de primeiro grau no Rio de Janeiro. Também fez parte de um grupo de teatro amador, maneira da qual foi para o Conservatório Nacional de Teatro, iniciando assim a sua carreira de atriz. Começou a trabalhar em teatro, em rádio, em dublagens e logo conseguiu também entrar na TV Tupi do Rio de Janeiro. Estudou música, depois fez o mestrado e o doutorado na USP, em São Paulo, onde também foi professora até se aposentar. Foi aluna de Glorinha Beuttenmüller e uma grande pesquisadora, escreveu livros, matérias e artigos sobre voz. [3]

Trabalhos na Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2007 Maria Esperança Branca
1983 Fernando da Gata
1982 Música ao Longe
1977 O Profeta Maria
Cinderela 77 Agnalda [4]
1976 Tchan, a Grande Sacada Mary Jane
1975 A Viagem Natália[5]
O Velho, o Menino e o Burro Sofia
Ovelha Negra
1974 Os Inocentes Irene
Ídolo de Pano Marta
1971 O Preço de um Homem Santa
Nossa Filha Gabriela Tetéia
1970 A Gordinha Rita
1969 Sangue do Meu Sangue
Super Plá Babete/Silvana

Trabalhos no Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1978 O Gênio do Sexo Columba
1977 As Trapalhadas de Dom Quixote e Sancho Pança Maricota[6]
Belas e Corrompidas[7]
Presídio de Mulheres Violentadas Isidora Barros
1976 Passaporte para o Inferno Convidada
1975 Quando Elas Querem...E Eles Não
1970 Cleo e Daniel Freguesa do Bar-Viajantes

Referências

  1. «Morre em São Paulo a atriz e diretora Eudósia Acuña - PRÓ-TV». www.museudatv.com.br. Consultado em 1 de julho de 2018 
  2. >USP https://uspdigital.usp.br/tycho/CurriculoLattesMostrar?codpub=57A0B086B1F5. Consultado em 19 de novembro de 2016  Parâmetro desconhecido |titulo Currículo= ignorado (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  3. «Biografia de Eudósia Acuña». Museu da TV. Consultado em 19 de novembro de 2016. Arquivado do original em 20 de novembro de 2016 
  4. «Cinderala 77». Teledramaturgia. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  5. «A Viagem (1975)». Teledramaturgia. Consultado em 21 de novembro de 2016 
  6. «As Atrapalhadas de Dom Quixote e Sancho Pança». Cinemateca Brasileira. Consultado em 20 de novembro de 2016 
  7. «Belas e Corrompidas». Cinemateca Brasileira. Consultado em 20 de novembro de 2016