Eugène Devéria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eugène Devéria
Nome nativo Eugène Devéria
Nascimento 22 de abril de 1805
Paris
Morte 3 de fevereiro de 1865
Pau
Cidadania França
Alma mater École nationale supérieure des Beaux-Arts
Ocupação pintor
Magnum opus Q2889054
Movimento estético romantismo

Eugène François Marie Joseph Devéria (Paris, 22 de abril de 1805 - Pau, 3 de fevereiro de 1865) foi um pintor romântico e de história francês. Assim como Eugène Delacroix e Louis Boulanger, ele foi um dos principais representantes do movimento romântico na pintura francesa. Desfrutou da glória aos vinte e dois anos, com o quadro Naissance de Henri IV (Nascimento de Henrique IV, em tradução livre). Posteriormente, ficou doente e teve de interromper seu trabalho na decoração da catedral de Notre-Dame-des-Doms em Avingon. Em 1841 instalou-se em Pau e se converteu ao calvinismo, em 1843. Dedicou-se ao retrato e à paisagem. Sua reputação o levou à Escócia e à Holanda, onde seu talento como retratista floresceu.[1][2]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Louis-Philippe Ier prête serment, devant les Chambres, de maintenir la Charte, 1830 - Museu do Castelo de Pau[2]
  • Le Duc de Montpensier inaugure la statue de Henri IV à Pau, 1843-1845 - Museu do Castelo de Pau[2]
  • Réception de Christophe Colomb par Ferdinand et Isabelle, 1861 - Museu do Castelo de Pau[2]
  • La Lecture de la sentence de Marie Stuart, 1926 - Museu de Belas Artes de Angers[3]
  • La Naissance d’Henri IV, 1827 - Museu do Castelo de Pau[4]
  • La Mort de Jeanne d’Arc, 1841 - Museu de Angers[5]
  • Portrait of Mme. Jule-Antoine Droz, 1833 - Museu de Belas Artes de Houston[6]
  • Portrait d' Antoine Julien Meffre-Rouzan, 1833 - Museu Estadual de Louisiana[7]
  • Portrait d' Esprit Calvet, 1839 - Museu Calvet de Avignon[8]
  • Portrait de Charles Theodule Deveria, 1864 - Museu do Louvre[9]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Palais, Réunion des musées nationaux - Grand. «Catalogue d'exposition Eugène Devéria 1805-1865». Boutiques de Musées (em francês). Consultado em 24 de setembro de 2017 
  2. a b c d «Eugène Devéria (». RMN - Grand Palais (em francês). Consultado em 24 de setembro de 2017 
  3. «Lecture de la sentence de Marie Stuart | Musee du Luxembourg». museeduluxembourg.fr (em francês). Consultado em 24 de setembro de 2017 
  4. «La Naissance de Henri IV | Château de Pau». chateau-pau.fr (em francês). Consultado em 24 de setembro de 2017 
  5. Robarts - University of Toronto (1833). Magasin pittoresque. [S.l.]: Paris 
  6. «Portrait of Mme. Jule-Antoine Droz - Eugène Devéria - Google Arts & Culture». Google Cultural Institute 
  7. «Eugène-François-Marie-Joseph Devéria». www.crt.state.la.us (em inglês). Consultado em 24 de setembro de 2017 
  8. «Musée Calvet d'Avignon, musée des Beaux-Arts et d'Archéologie». www.musee-calvet.org. Consultado em 24 de setembro de 2017 
  9. «Eugène Devéria, Charles Théodule Dévéria, fils d'Achille Dévéria et conservateur au musée Egyptien du Louvre». Images d’Art (em francês) 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Vincent David, Eugène Devéria : La peinture et l'histoire em Eugène Devéria : Variations sur les genres artistiques, Réunion des Musées Nationaux, Paris, 2005.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.