Eugênia da Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eugênia
Princesa da Suécia e Noruega
 
Casa Real Bernadotte
Nome completo
Carlota Eugênia Augusta Amália Albertina
Nascimento 24 de abril de 1830
Palácio Real de Estocolmo, Estocolmo, Suécia
Morte 23 de abril de 1889 (58 anos)
Palácio Real de Estocolmo, Estocolmo, Suécia
Sepultamento Igreja de Riddarholmen, Estocolmo, Suécia
Ocupação Compositora
Pai Óscar I da Suécia
Mãe Josefina de Leuchtenberg
Brasão

Carlota Eugênia Augusta Amália Albertina (Estocolmo, 24 de abril de 1830 – Estocolmo, 23 de abril de 1889) foi a quarta filha, a única menina, do rei Óscar I da Suécia e sua esposa Josefina de Leuchtenberg.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Eugênia na década de 1860.

Como escritora, foi autora da coleção biográfica Les princesses de la Suède (As princesas da Suécia), obra em francês de 1864, posteriormente traduzida para o sueco. Em seu trabalho musical, destacam-se obras para piano, como valsas e marchas, bem como composições de quartetos, duos e coros com letra, das quais algumas foram depois interpretadas como árias.

A princesa permaneceu solteira por toda a vida e sempre teve uma saúde frágil. Por volta de 1860, começou a passar os verões em Villa Fridhem (Västerhejde), sua residência em Gotland. Foi nesta ilha que começou seu trabalho de altruísmo, apoiando financeiramente um colégio, um orfanato e um hospital para enfermos terminais. Fundou outro hospital, para crianças com doenças incuráveis, em Sundbyberg. Os custos foram pagos com a venda das jóias da princesa.

Faleceu no Palácio Real de Estocolmo, e seus restos foram sepultados na Igreja de Riddarholmen.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eugênia da Suécia