Eurico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Eurico (desambiguação).
Eurico
Nascimento Aiwareiks
420
Morte 28 de dezembro de 484
Arles
Progenitores
Cônjuge Ragnahilda
Filho(s) Alarico II
Irmão(s) Teodorico II, Torismundo
Ocupação soberano
Título rei dos visigodos

Eurico (ca. 440484).[1][2][3] Foi rei dos visigodos, depois de assassinar o seu irmão Teodorico II, entre 466 e 484.[1][2][3]

Era filho de Teodorico I e sucedeu-lhe o seu filho Alarico II.[3]

O reinado de Eurico coincidiu com a queda do Império Romano do Ocidente, quando o último imperador, Rómulo Augústulo, foi destronado em 476 pelo ostrogodo Odoacro. Em virtude do tratado de federação (foedus) firmado com Roma em 418, os Visigodos eram um povo admitido a viver no seio do Império, concretamente no sul das Gálias. Eurico denunciou o foedus e declarou o seu reino independente de Roma.

Casou-se com Ragnagilda, aparentemente filha de Meroveu, rei dos Francos.

Apoderou-se de muitos territórios nas Gálias e na Hispânia. Combateu os Saxões e os Francos, e fez do reino visigodo o mais influente e poderoso da sua época. Apesar de a corte se ter nominalmente deslocado para Arles, permanecia em Tolosa. Demonstrando grande capacidade política, mandou registar, metodicamente, os antigos costumes e práticas jurídicas dos Visigodos no Código de Eurico (Codex Euricianus), que vigoraram até que o rei Recesvinto os fundiu com o direito romano. Eurico foi também um ariano fanático.

Referências

  1. a b Settimane di studio del Centro italiano di studi sull'alto Medioevo (em italiano). [S.l.: s.n.] 1958. p. 360 
  2. a b Hispania: revista española de historia (em espanhol). Saragoça: Consejo superior de investigaciones cientificas, Instituto Jerónimo Zurita. 2004. p. 410 
  3. a b c Monge, José Trías (2000). Teoría de adjudicación (em espanhol). San Juan: La Editorial, UPR. p. 52 
Precedido por:
Teodorico II
Reis visigodos
466–484
Sucedido por:
Alarico II