Europe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Europe (desambiguação).
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Europe
Europe
Informação geral
Origem Upplands Väsby, Estocolmo
País  Suécia
Gênero(s) Hard rock, heavy metal, glam metal, blues rock
Período em atividade 19791992
2003 – presente
Integrantes Joey Tempest
John Norum
John Levén
Mic Michaeli
Ian Haugland
Ex-integrantes Peter Olsson
Marcel Jacob
Tony Reno
Kee Marcello
Página oficial EuropeTheBand.com

Europe é uma banda de hard rock e heavy metal, formada em Upplands Väsby, Suécia, em 1979 sob o nome Force pelo vocalista Joey Tempest e guitarrista John Norum. Apesar de largamente associada ao glam metal, o som da banda incorpora elementos de sinfonia, heavy metal (nos dois primeiros discos) e hard rock, apesar de seus integrantes classificarem a banda como rock clássico. Desde a sua formação, a banda Europe lançou dez álbuns de estúdio. Em 2015, a banda lançou seu mais recente trabalho, intitulado War of Kings.

O Europe atingiu a fama internacional em 1986 com o seu terceiro álbum The Final Countdown. que foi um grande sucesso comercial e vendeu mais de 15 milhões de cópias em todo mundo, ganhando 12 discos de platina e 6 discos de ouro pelo mundo. A banda atingiu dois Top 20 álbuns na tabela Billboard 200 (The Final Countdown e Out of This World).[1]

Até hoje o Europe vendeu mais de 23 milhões de álbuns em sua carreira, fazendo eles o 5º grupo mais bem sucedido da Suécia na história, atrás de grupos como ABBA, Roxette e Ace of Base, além de dj Avicii.[2]

O Europe entrou em hiato em 1992. Os integrantes reuniram-se temporariamente para uma apresentação única em Estocolmo na Véspera do ano novo de 2000 e anunciaram a volta oficial em outubro de 2003. Desde então o Europe lançou cinco álbuns, Start from the Dark, Secret Society, Last Look at Eden e Bag of Bones . Em março de 2015 foi lançado o álbum "War Of Kings".

Biografia[editar | editar código-fonte]

O início[editar | editar código-fonte]

No início a banda chamava-se Force, formada em 1979, em Upplands Väsby, Estocolmo e era formada pelo vocalista e tecladista Joey Tempest, o guitarrista John Norum, o baixista Peter Olsson e o baterista Tony Reno. A banda enviou vários demos para as gravadoras, sem sucesso. Em 1981, Olsson saiu da banda e foi substituído por John Levén.

Europe, ao vivo em 91, ainda com Kee Marcello na guitarra, substituindo John Norum

Em 1982, a namorada de Joey colocou o Force no concurso de talentos de Rock Sueco Rock-SM. Competindo contra 4 mil bandas, eles ganharam o concurso, as suas recompensas seriam um contrato de gravação de um álbum por uma pequena gravadora sueca. Joey venceu a nomeação individual para melhor vocalista e Norum venceu o nomeação para melhor guitarrista. Durante o concurso, o Force mudou seu nome para Europe. O seu álbum homônimo foi lançado e produzido pela própria banda em 1983 alcançando a posição 8 na Suécia e 62 no Japão, vendendo 30.000 cópias. O single "Seven Doors Hotel" tornou-se um êxito no top 10 da Tokio Hot 100, do Japão. O segundo álbum, Wings of Tomorrow foi lançado em 1984, chegando a posição 20 na Suécia e 24 no Japão, vendendo 70.000 cópias na Suécia (os dois primeiros álbuns seriam relançados internacionalmente pela CBS, chegando a 1 milhão de cópias cada um nos anos seguintes). O álbum colocou a CBS Records interessada na banda, oferecendo-lhes um contrato internacional em 1985. O tecladista Mic Michaeli foi recrutado para tocar nos concertos ao vivo e tornou-se um membro oficial pouco tempo depois. Ao mesmo tempo, Tony Reno foi despedido por dificuldades em tocar algumas músicas de acordo com a banda. O seu substituto foi Ian Haugland. Em 1985 os Europe gravaram a trilha sonora para um filme de adolescentes sueco On the Loose, que lhes deu o êxito o single de Rock the Night (primeira versão e lançada apenas no país natal da banda) com a posição 4 na Suécia, vendendo 90.000 cópias. Vários meses mais tarde, Joey foi convidado a escrever uma canção para o projeto de solidariedade Swedish Metal Aid. Eles escreveu Give A Helping Hand, que iria representar as maiores nomes do rock sueco. O ganho das vendas do single, que foi produzido pelo Kee Marcello guitarrista dos Easy Action, foi doado às pessoas famintas da Etiópia.

O vocalista Joey Tempest.

Sucesso mundial[editar | editar código-fonte]

No final do ano eles começaram a gravar o seu próximo álbum. O resultado foi The Final Countdown (que ganhou 12 discos de platina e 6 discos de ouro pelo mundo, vendendo ao todo mais de 15 milhões de cópias). O sucesso mundial foi alcançado em 1986 e teve uma turnê com 40 shows na Suécia e Japão (a banda também fez um show na Noruega e na Alemanha), além de playbacks nas tv's européias (a turnê mundial ficou adiada para 1987). A faixa-título foi nº1 em 25 países (incluindo as paradas do Reino Unido), a balada Carrie atingiu a 3ª posição na tabela Billboard Hot 100 nos EUA, enquanto a faixa título ficou em oitavo (mesma posição do álbum), o outro hit, Rock The Night, também ficou nas primeiras posições de muitos países europeus (na França vendeu 250.000 cópias, ganhando disco de prata). Não satisfeito com o som e a imagem comercial que Europe se tornou, e principalmente com o empresário da banda, John Norum decidiu deixar os Europe em outubro de 1986 e seguir carreira solo, assinando um contrato com a mesma gravadora do Europe. Kee Marcello foi convidado a substituí-lo e depois de alguma consideração como produzir, compor e cantar (o que acabou não ocorrendo mais tarde) decidiu juntar-se à banda. Em 1987 a banda fez a turnê mundial com 60 shows pela Europa, Japão e EUA. O sucessor de The Final Countdown foi o álbum Out of This World, lançado em 1988, com um som muito mais leve que o álbum anterior. O álbum vendeu 3,5 milhões de cópias (e alcançou a posição 19 na Billboard), foi considerado um fiasco total pela gravadora, que havia dado prioridade máxima na divulgação da banda como a segunda maior da Epic na época (só perdendo para Michael Jackson). Mais shows seguiram-se, incluindo uma turnê nos EUA com Def Leppard em 1988, além de shows na Ásia e na Europa em 1989, aonde tocaram no festival de Milton Keynes, Inglaterra com Bon Jovi, Skid Row e Vixen.

Ian Haugland, com o Europe ao vivo em Sofia na Bulgária.

No final de 1989, os Europe deram um concerto no clube Whisky a Go Go em West Hollywood, Califórnia, sob o pseudónimo Le Baron Boys. Esse nome seria mais tarde usado como o título para uma muito circulada bootleg dos Europe, que continha gravações demo de músicas recusadas pela gravadora. A banda passou os 2 anos seguintes praticamente sem atividades (somente tocando no Chile no Festival de Viña Del Mar, além de uma turnê na Ásia), e o álbum Prisoners in Paradise foi lançado no final de 1991 (alcançando apenas a posição 9 na Suécia). Ele recebeu atenção limitada da parte da mídia devido ao "boom" do movimento grunge, começado pelo Nirvana e Pearl Jam. Na véspera de ano novo de 1991, o Europe começou uma nova turnê com um festival Tokyo Dome, onde Tesla, Thunder e Metallica também atuaram. Curiosamente, o espetáculo chamava-se The Final Countdown. Depois de dez anos de viver, gravar e digressarem juntos, os Europe decidiram parar no meio da turnê em março de 1992. Desde então, Joey, Norum e Kee lançaram álbuns solo, enquanto os outros membros participaram em diferentes projetos e bandas.

Retorno[editar | editar código-fonte]

Na celebração do milénio, o Europe tocou em Estocolmo na Véspera de ano novo de 2000 por uma quantia milionária (pois um bilionário sueco queria a banda tocando ao vivo). Esse seria o primeiro e único concerto deles com os dois guitarristas. Contudo esta não foi um retorno oficial e sim um evento único. Ao longo dos anos, houve vários rumores da reunião da banda, e em outubro de 2003 foi dado como oficial: o Europe anunciou planos para um novo álbum e uma turnê mundial. A banda então voltou à formação clássica da época de The Final Countdown, com John Norum como único guitarrista. No verão de 2004 o Europe fez uma turnê de verão pela Europa. Os alinhamentos dos concertos incluíam vários clássicos antigos, mas também introduziu a faixa-título do seu novo álbum - Start from the Dark, que foi lançado no final de 2004 (chegando a posição 2 na Suécia), e recebeu boas críticas dos críticos da música, vendendo 600.000 cópias.

O Europe começou uma turnê mundial (lançando um vídeo, Live From The Dark, gravado em Londres) e depois de 2 anos lançaram Secret Society, em outubro de 2006, segundo álbum de estúdio após o retorno, e saindo em turnê mundial. O álbum foi considerado o mais pesado já feito pela banda, sendo bastante superior e melhor produzido que o anterior (chegando a posição 4 na Suécia). O single Always The Pretenders chegou a posição 2 na Suécia e posição 70 nas paradas da Europa. Uma nova turnê mundial foi realizada, desta vez tocando também em países do leste europeu pela primeira vez.

Em 2008, o Europe fez um show acústico em Nalen, Estocolmo, chamando o evento de Almost Unplugged. A banda foi acompanhada por um quarteto de violinos e tocou versões trabalhadas das suas músicas, assim como versões cover de músicas de bandas que os influenciaram - Pink Floyd, UFO, Led Zeppelin e Thin Lizzy. Foi lançado em CD no final 2008, e mais tarde em vídeo.

Europe ao vivo em Lovech, 2007

O Europe lançaram em 2009, Last Look at Eden, o terceiro álbum após a volta do Europe, sendo mais comercial que os anteriores, e chegou ao primeiro lugar na Suécia. Em 2010 a banda tocou pela primeira vez no Brasil, se apresentando na cidade de São Paulo.

Europe ao vivo em Lakselv, em 2008
Europe ao Vivo Em Tvarna,Finlândia em 2010

Em 2011 a banda gravou uma apresentação no glorioso palácio de concertos de Sheperds Bush, em Londres, na qual saiu o vídeo Live in Shepherds Bush, mostrando como o vocalista Joey Tempest tem se mostrado satisfeito com o desempenho do público londrino, pois foi o segundo vídeo gravado lá.

John Leven Durante show ao vivo do Europe em 2010

Em 2012 mais um álbum de estúdio foi lançado, chamado Bag Of Bones (que chegou a posição 2 na Suécia). Foi produzido com o produtor Kevin Shirley e gravado nos Estados Unidos. A banda voltou ao Brasil, fazendo um show novamente em São Paulo.

Para comemorar o seus 30 anos de carreira em 2013, o grupo fez um show de duas horas e meia no Sweden Rock Festival. Nesta ocasião, participaram: Scott Gorham (Thin Lizzy) e Michael Schenker (UFO). A apresentação saiu em vídeo saiu no final de 2013, sendo a quarta apresentação da banda gravada em vídeo após o retorno em 2004.

Mic Michaeli em show ao vivo do Europe em Sófia, Bulgária, em 2012
Joey Tempest, com o Europe no Festival HellFest, na França em 2013

A banda fez uma turnê pela Suécia em 2014, para comemorar os 30 anos do lançamento do álbum Wings of Tomorrow. A turnê se chamou "Wings Over Sweden", onde a banda tocou todas as 10 músicas do álbum na íntegra, incluindo "Lyin' Eyes", que nunca havia sido tocada ao vivo, e outras como "Dance The Night Away", "Treated Bad Again" e "Wasted Time" que há décadas não eram mais tocadas.

A banda continuou em 2014 tocando em grandes festivais na Europa, até pausarem para gravarem seu novo álbum.

Joey Tempest, junto com os outros integrantes da banda entraram em estúdio no final de 2014 para a gravação do 10º álbum da carreira da banda, War of Kings (que chegou a posição 2 na Suécia e 50 na Inglaterra). O álbum foi lançado em 2015. A banda fez uma turnê mundial, e voltando aos Estados Unidos após 10 anos (o álbum chegou a posição 18 nas paradas de hard rock da Billboard e 44 nos álbuns independentes).

Europe em concerto na turnê especial Wings Over Sweden, em Março de 2014

Em 2016 a banda fez uma turnê de verão na Europa e no fim do ano fez uma nova turnê européia especial, em comemoração aos 30 anos do álbum The Final Countdown. O álbum foi tocado na íntegra, além do mais recente trabalho também tocado na íntegra. A apresentação em Londres foi gravada, e mais um vídeo da banda sairá em 2017, sendo a terceira vez na Inglaterra desde 2004.

A banda confirmou em janeiro de 2017, que lançará um novo álbum de estúdio, que será gravado em Londres.

Membros[editar | editar código-fonte]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]


Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Europe

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]


Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Eps[editar | editar código-fonte]

Compactos[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Billboard.com - Artist Chart History - Europe». Billboard.com. Consultado em 24 de junho de 2008 
  2. «Rock group Europe plan comeback». bbc.co.uk. 3 de outubro de 2003. Consultado em 12 de agosto de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Europe
Flag of Sweden.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Suécia, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.