Eva Blay

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eva Alterman Blay
Eva Blay na Comissão Permanente Mista de Combate à Violência
contra a Mulher do Senado Federal.
Senadora por São Paulo São Paulo
Período 5 de outubro de 1992
até 1º de fevereiro de 1995
Dados pessoais
Nascimento 4 de julho de 1937 (80 anos)
São Paulo, SP, Brasil
Nacionalidade Brasil brasileiro
Alma mater Universidade de São Paulo (USP)
Partido PSDB

Eva Alterman Blay (São Paulo, 4 de junho de 1937) é uma socióloga e professora universitária brasileira.

É uma das pioneiras em estudar o direito das mulheres no Brasil, e foi a fundadora do Centro de Estudos de Gênero e dos Direitos da Mulher da Universidade de São Paulo.[1] Se especializou em relações de gênero, violência, identidades étnicas; e imigração judaica.[2]

Em 1986 foi eleita primeira suplente do senador Fernando Henrique Cardoso, substituindo-o quando o titular foi sucessivamente Ministro das Relações Exteriores (1992-1993) e Ministro da Fazenda (1993-1994) no governo Itamar Franco. Vitorioso no pleito de 1994, o titular renunciou ao mandato para assumir a Presidência da República e com isso Eva Blay foi efetivada senadora pelo estado de São Paulo, completando o mandato que se encerraria em janeiro de 1995. Nunca mais concorreu a cargo eletivo.

Durante a década de 1960, militou em grupos políticos de esquerda, se mobilizando contra o golpe civil-militar de 1964. [1] Teve contato com o feminismo quando, após terminar sua licenciatura em sociologia, estava buscando um tema para se graduar, e assim decidiu estudar o papel da mulher trabalhadora.[3]

Precedido por
Fernando Henrique Cardoso
Senadora por São Paulo
1992 — 1995
Sucedido por
José Serra
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. a b *Rodrigues, Carla (2006). Brasileiras guerreiras da paz. São Paulo: Editora Contexto. pp. 55–58. ISBN 978-85-7244-319-7. OCLC 72890991 
  2. «Eva Alterman Blay. Profesora Titular (1989)». Programa de Pós-graduação em Sociologia. USP. Consultado em 26 de novembro de 2016 
  3. «Instituto de Estudos de Gênero - UFSC. Entrevista con Eva Alterman Blay». Biblioteca Feminista. Consultado em 26 de novembro de 2016