Eva Green

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eva Green
Eva Green em Toronto, 2009.[1]
Nome completo Eva Gaëlle Green
Nascimento 6 de julho de 1980 (36 anos)
Nacionalidade Francesa
Educação American School of Paris
St. Paul Drama School, Paris
Webber Douglas Academy of Dramatic Art
Ocupação Atriz e modelo
Atividade 2001-presente
Prémios BAFTA
Estrela em ascensão
2007 - Casino Royale
Outros prêmios
Empire Awards de Melhor Nova Estrela
2007 - Casino Royale
IMDb: (inglês)

Eva Gaëlle Green[2] (Paris, 6 de julho de 1980) é uma atriz e modelo francesa, indicada ao Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Dramática pela aclamada série Penny Dreadful, onde interpreta a personagem Vanessa Ives, na qual ganhou aclamação e elogios da crítica e do publico.[3][4] Eva vem sendo considerada como uma das atrizes mais talentosas e promissoras de sua geração, sendo inclusa constantemente em listas de melhores atrizes de todos os tempos[5]. Ela começou sua carreira no teatro antes de fazer sua estreia no cinema em Os Sonhadores (2003), uma adaptação polêmica que é dirigida por Bernardo Bertolucci.

Em 2004, atuou como Clarisse na adaptação Arsène Lupin. Em seguida, teve destaque em dois filmes de sucesso que lhe renderam fama: Kingdom of Heaven como Sibylla (2005) e Casino Royale como Vesper Lynd (2006). E por seu trabalho como Vesper Lynd, no ano seguinte ela ganhou um BAFTA na categoria Rising Star Award e um Empire Awards na categoria Best Female Newcomer.

Em 2007, apareceu como Serafina Pekkala na adaptação The Golden Compass. Em 2011, foi a antagonista principal Morgan Pendragon na série Camelot, e protagonizou o drama Sentidos do Amor como a cientista Susan. Em 2012, teve destaque como Angelique Bouchard na adaptação Dark Shadows, baseada na série Dark Shadows de 1966 e protagonizada por Johnny Depp.

Em 2014, teve destaque em duas sequências muito esperadas, a primeira de 300, 300: Rise of an Empire como Artemísia, e a segunda de Sin City, Sin City: A Dame to Kill For como Ava Lord. Ela também começou a protagonizar a série Penny Dreadful como Vanessa Ives. Em setembro de 2016, estreou nos cinemas o filme Miss Peregrine's Home for Peculiar Children, onde ela protagoniza como a Senhorita Peregrine.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Eva nasceu na França, filha da atriz Marlène Jobert e de um dentista sueco, Walter Green (de origem sueca e francesa). É bisneta do compositor francês Paul Le Flem, sobrinha da atriz Marika Green, prima da atriz e cantora Elsa Lunghini, e da também atriz e cantora Joséphine Jobert. Possui uma irmã gêmea nascida 2 minutos depois que ela chamada Johanne (Joy) Green, e passou parte da infância na Inglaterra. Eva é judaica[6] assim como sua mãe (herança de judeus sefarditas)[7] Eva descreveu-se como "um judeu secular que nunca frequentou a sinagoga como uma menina"[8], ela disse: "Eu me sinto como um cidadão do mundo. A vida e o cinema não têm fronteiras." Green descreveu sua família como "burguesa", e disse que sua irmã é muito diferente dela[9]. Eva é loiro escuro natural e tem tingido seu cabelo de preto desde que ela tinha 15 anos de idade.

Seu sobrenome paterno "Green"[10] é sueco e se pronuncia "grain / greyne"; Não se origina da palavra inglesa "green" (cor), que é "grön" em sueco[11]. "Green" é derivado da palavra sueca "gren", que significa ramo (árvore).

Green foi criada na França e frequentou a American School of Paris, uma instituição de língua inglesa[12]. Ela também passou um tempo em Ramsgate, Londres e Irlanda[13]. Green era quieta na escola, e desenvolveu um interesse na egiptologia quando visitou o Louvre na idade de sete anos[14]. Aos quatorze anos, assistindo ao filme A História de Adele H., com Isabelle Adjani, resolveu ser atriz como a mãe.[15] Sua mãe inicialmente temia que uma carreira de atriz fosse muito para sua filha sensível, mas depois veio apoiar as ambições da jovem Eva. Green continuou seus estudos na St. Paul Drama School em Paris, e fez um curso de atuação na Webber Douglas Academy of Dramatic Art em Londres. Nesse período, Green retornou a Paris, onde se apresentou em várias peças. Green afirmou que na escola de teatro "eu sempre escolhi os papéis realmente ruins, é uma ótima maneira de lidar com suas emoções cotidianas"[16].

Trabalhava no teatro, ainda adolescente, antes de ser lançada por Bernardo Bertolucci como uma lolita sensual no filme The Dreamers, que causou polêmica pelas várias cenas de nudez dela inseridas no enredo. Na época, ela criticou a imprensa americana que ficou chocada com o erotismo do filme: "Não entendo por que os americanos ficaram incomodados com isso. Não entendo por que eles não podem ver uma pessoa nua na tela e nós podemos ver um bebê ser assassinado num filme deles."

Ela começou sua carreira no teatro antes de fazer sua estreia no cinema em 2003, no filme de Bernardo Bertolucci The Dreamers. Alcançou o reconhecimento internacional interpretando Sibylla em Kingdom of Heaven e Vesper Lynd em Casino Royale. Em 2006, Green foi premiada com o BAFTA Awards.

Desde 2006 já atuou em filmes independentes como Cracks (2009), Womb (2010), Perfect Sense (2011). Em 2014, ela interpretou Artemísia na continuação de 300, 300: Rise of an Empire, e Ava Lord na trilogia Sin City de Frank Miller e Robert Rodriguez, Sin City: A Dame to Kill For.

Depois de filmar Kingdom of Heaven em Hollywood com o diretor Ridley Scott, ela alcançou o estrelato internacional em 2006 como a bond girl Vesper Lynd, em Casino Royale, com o ator Daniel Craig.

Em 2007, atuou novamente com Craig no filme The Golden Compass, baseado no livro homônimo de Philip Pullman, no papel da bruxa Serafina Pekkala. Green também é bastante requisitada pelo mercado publicitário de moda e beleza, tendo feito campanhas para Armani, Dior e Lancôme, mesmo depois de ter se tornado uma estrela internacional de cinema.

Desde 2014, trabalha como Vanessa Ives na série de TV, Penny Dreadful.

Em 2015 foi indicada ao Globo de Ouro como melhor atriz em série televisiva por seu papel Vanessa Ives em Penny Dreadful. Eva não ganhou o prêmio, no entanto, as críticas quanto a sua atuação e nomeação foram muito positivas.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo Papel Nota
2016 Miss Peregrine's Home for Peculiar Children Senhorita Peregrine
2014 – 2016 Penny Dreadful Vanessa Ives Indicações
Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série Dramática[17]
Critics Choice Television Award de Melhor Atriz em Série Dramática (2015 - 2016)[18]
Satellite Awards de Melhor Atriz em Série Dramática[19]
2014 Sin City: A Dame to Kill For Ava Lord
The Salvation Madelaine
300: Rise of an Empire Artemísia
White Bird in a Blizzard Eve Connors
2012 Dark Shadows Angelique Bouchard
2011 Camelot Morgan Pendragon Elenco Principal / Antagonista
Sentidos do Amor Susan
2010 Womb Rebecca
2009 Cracks Miss G
2008 Quantum of Solace Vesper Lynd Dublagem
Franklyn Emilia / Sally
2007 The Golden Compass Serafina Pekkala
2006 Casino Royale Vesper Lynd
2005 Kingdom of Heaven Sibylla
2004 Arsène Lupin Clarisse de Dreux-Soubise
2003 Os Sonhadores Isabelle

Referências

  1. «SIN CITY: A DAME TO KILL FOR – See the New-and-Improved Eva Green Poster Approved by the MPAA». collider.com. Consultado em 10 July 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. Elizabeth Day (5 June 2011). «Eva Green interview: Playing evil | Film | The Observer». Theguardian.com. Consultado em 30 September 2013  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. [1] Eva Green 0 IMDb
  4. [2] Penny Dreadful - IMDb
  5. 2012, samuelvieira28 created 04 Mar 2012 | last updated-04 Mar. «IMDb: As 100 Melhores Atrizes de Todos os Tempos - a list by samuelvieira28». IMDb. Consultado em 20 de março de 2017 
  6. «Eva Green: Galliano will come back». NY Daily News (em inglês) 
  7. Day, Elizabeth (4 de junho de 2011). «Eva Green interview: Playing evil». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  8. Jeffries, Stuart (3 de maio de 2016). «Eva Green: 'I don't want to be put in a box marked Weird Witch'». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  9. «CONFESSIONS OF A NERVOUS MUSE: Eva Green, interviewed. | Neil Young's Film Lounge». www.jigsawlounge.co.uk (em inglês). Consultado em 15 de março de 2017 
  10. Deevoy, Adrian. «Eva Green on nudity, insanity and Bond». British GQ (em inglês) 
  11. Black, Jonny (22 de agosto de 2014). «Eva Green Facts: 27 Things You (Probably) Don't Know About the 'Sin City' Star». AOL Moviefone. Consultado em 15 de março de 2017 
  12. Daly, Steven. «Green Goddess». The Hive (em inglês) 
  13. Jeffries, Stuart (25 de janeiro de 2007). «'He's the Bond girl, not me'». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  14. «Not easy being Green - Film - Entertainment - theage.com.au». www.theage.com.au (em inglês). Consultado em 15 de março de 2017 
  15. The Guardian: He's the bond girl, not me
  16. «BBC - Movies - interview - Eva Green». www.bbc.co.uk. Consultado em 15 de março de 2017 
  17. [3] Eva Green 0 IMDb
  18. [4] Eva Green 0 IMDb
  19. [5] Eva Green 0 IMDb

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Eva Green