Evandro Affonso Ferreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Evandro Affonso Ferreira
Nascimento 1945 (73 anos)
Araxá,  Brasil
Residência São Paulo
Prémios Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (2010)

Prémio Casa de las Américas (2013)
Prémio Jabuti (2013)

Género literário Romance, conto
Magnum opus Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus

Evandro Affonso Ferreira (Araxá, 1945) é um escritor brasileiro.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos 10 anos, começou a trabalhar na sapataria do seu pai. Mudou-se para Brasília em 1959. Em 1963 foi para São Paulo (cidade) com a família, e trabalhou num banco até 1978. Foi redator publicitário até 1990, quando sofreu um infarto e abandonou a publicidade para se dedicar à literatura.

No ano seguinte abriu em São Paulo o sebo Sagarana, pondo à venda o seu acervo pessoal 3 mil volumes. Manteve a loja até 2002. Em 2005, voltou à atividade de livreiro, com o sebo Avalovara.

Estreou como autor com o livro de humor Bombons Recheados de Cicuta, que mais tarde renegou. Explorou a sonoridade da língua portuguesa, e suas interseções com o tupi-guarani e o iorubá, nos livros de contos que publicou nos anos seguintes. Ganhou o Prêmio APCA de melhor romance de 2010 com Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus[3] e o Prêmio Jabuti de 2013 com O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Rotterdam.[4]

Obras[editar | editar código-fonte]

Contos[editar | editar código-fonte]

  • 1996 - Bombons Recheados de Cicuta (Paulicéia)
  • 2000 - Grogotó! (Topbooks)

Romances[editar | editar código-fonte]

  • 2002 - Araã! (Hedra)
  • 2004 - Erefuê (Editora 34)
  • 2005 - Zaratempô! (Editora 34)
  • 2006 - Catrâmbias! (Editora 34)
  • 2010 - Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus (Record)
  • 2012 - O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Rotterdam (Record)
  • 2014 - Os Piores Dias de Minha Vida Foram Todos (Record)
  • 2016 - Não tive nenhum prazer em conhecê-los (Record)
  • 2017 - "Nunca houve tanto fim como agora" (Record)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Prêmio APCA - Vencedor na categoria Melhor Romance (Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus)
  • 2013 - Prêmio Jabuti - Vencedor (O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Rotterdam)

Referências

  1. Ferreira, Evandro Affonso (1945). Enciclopédia Itaú de Literatura Brasileira
  2. Direito à morte. Jornal Rascunho - Gazeta do Povo
  3. Ofício da palavra com Evandro Affonso Ferreira. Museu de Artes e Ofícios, 17 de março de 2014
  4. Evandro Affonso Ferreira, vencedor do prêmio Jabuti, é o mais novo professor da AIC. Academia Internacional de Cinema, 28 de outubro de 2013

Ligações externas[editar | editar código-fonte]