Evento midiático

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um evento midiático (português brasileiro) ou evento mediático (português europeu) é um acontecimento espontâneo ou planejado que atrai a atenção dos meios de comunicação, particularmente jornais, telejornais e jornais na internet.

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

O professor Ciro Marcondes Filho disse que desastres (citando como exemplos o Massacre de Orlando e o Ataques de 11 de setembro de 2001) são planejados para serem eventos midiáticos por seguirem padrões:

"Pelas recorrências presentes nesses atentados (sincronismos, coincidências etc.), deixam de ser eventos “históricos” para tornarem-se narrativas que confirmam agendas de Estado e pautas prontas das redações da grande mídia. Em todos esses eventos repete-se os mesmos “plots”: a mitologia do “lobo solitário” que era velho conhecido da inteligência; estranhas ligações com o governo; o suicídio; depoimentos contraditórios; exercícios de simulação nas proximidades do atentado; além de pistas deixadas na cultura pop."[1]

Referências

  1. Prof. Dr. Ciro Marcondes Filho (15 de junho de 2016). «Massacre em Orlando também não aconteceu». www.revistaforum.com.br. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.