Everybody Hates Chris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Everybody Hates Chris
Todos Contra o Chris (PT)
Todo Mundo Odeia o Chris (BR)
Informação geral
Formato Sitcom
Gênero Comédia de situação
Duração 22 min. aprox.
Estado Finalizada
Criador(es) Chris Rock
Ali LeRoi
País de origem Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Diretor(es) Andrew Orenstein
Produtor(es) Adrienne Carter
Don Reo
Kali Londono
Produtor(es) executivo(s) Chris Rock
Ali LeRoi
Michael Rotenberg
Dave Becky
Howard Gewirtz
Don Reo
Câmera Câmera única
Distribuída por CBS Television Distribution
Narrador(es) Chris Rock
Elenco Tyler James Williams
Terry Crews
Tichina Arnold
Vincent Martella
Tequan Richmond
Imani Hakim
Tema de abertura "Everybody Hates Chris Theme Song"
Tema de encerramento "Everybody Hates Chris Theme Song"
Compositor da música-tema Marcus Miller
Empresa(s) de produção CR Enterprises, Inc.
3 Arts Entertainment
Paramount Television
CBS Paramount Television
Exibição
Emissora de televisão original UPN (2005–2006)
The CW (2006–2009)
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 22 de setembro de 20058 de maio de 2009
N.º de temporadas 4
N.º de episódios 88 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Everybody Loves Raymond

Everybody Hates Chris (bra: Todo Mundo Odeia o Chris /prt: Todos Contra o Chris) é uma série de televisão estadunidense de comédia dramática inspirado nas experiências pessoais do ator e comediante Chris Rock no bairro de Bed-Stuy, em Nova Iorque, durante a década de 1980.[1]

A série é estrelada por Tyler James Williams e o elenco principal formado por Terry Crews, Tichina Arnold, Tequan Richmond, Imani Hakim, Vincent Martella[2] e narrada por Chris Rock já adulto.

Temporadas[editar | editar código-fonte]

1ª temporada[editar | editar código-fonte]

A história começa no condado de Brooklyn em Nova Iorque nos anos de 1982 e 1983. A família Rock se muda para uma casa no bairro de Bed-Stuy (onde só doido vai), vindos de um conjunto habitacional. Chris tem 13 anos e é o primogênito do casal, Julius e Rochelle, ele é o irmão mais velho de Drew, um garoto atlético e bonito que sempre é paquerado pelas garotas, bem diferente do Chris, e da caçula Tonya, que é fã do cantor Billy Ocean e adora infernizar a vida dos irmãos.

Sua mãe, Rochelle, é uma mulher autoritária que tenta manter a família toda na linha, seu maior medo é que seus filhos usem drogas ou acabem no crime. Ela vive pedindo demissão de seus empregos e se gaba que seu marido tem dois empregos. Fã declarado da série, o educador ítalo-brasileiro Pierluigi Piazzi (1943-2015), comentou sobre a personagem: "Eu adoro. Meu ídolo, é a Rochelle. Se toda mãe fosse que nem a Rochelle, não teria problema nenhum."[3]

Pôster promocional da primeira temporada de Everybody Hates Chris

Seu pai, Julius, é uma pessoa extremamente trabalhadora, que luta pelo sustento de sua casa em dois empregos. Ele não gosta de gastar dinheiro excedente do necessário, fato que tornou-se piada frequente na série.[4]

Rochelle acha que se Chris estudar em uma escola fora de Bed-Stuy, ele terá chances melhores na vida, então ele acaba sendo matriculado na "Escola Secundária Corleone", onde começa a cursar o sétimo ano. O problema é que a escola é longe de sua casa e é frequentada apenas por pessoas brancas, isso na época em que o racismo estava em seu auge em toda a América. Para piorar a situação, no primeiro dia de aula ele briga com o valentão da escola, Joey Caruso, um garoto racista, que passa a infernizar sua vida. Entre uma surra e outra, Chris acaba fazendo amizade com Greg, um garoto nerd que não sabe brigar, mas assim como Chris, sabe correr dos valentões. A escola ainda conta com a professora Morello, que tenta ser politicamente correta mas acaba reforçando estereótipos raciais. Em meio a isso tudo, Chris vive seu primeiro amor (não correspondido) por sua vizinha, Keisha.

  • Nota: "Everybody Hates Chris" deveria se passar nos anos 1970, pois a infância de Chris Rock foi nessa década, porém estava sendo exibida uma outra série de muito sucesso que se passava nos anos 70, que se chamava That '70s Show, então os produtores resolveram fazer uma mudança estratégica e trouxeram a série para os anos 1980. O título da série também é uma parodia da sitcom Everybody Loves Raymond.

2ª temporada[editar | editar código-fonte]

Nesse período a história se passa nos anos de 1984 e 1985. Chris começa a trabalhar na Mercearia do Doc (DOC's) para ajudar no sustento da família. Ele também começa a se apaixonar por sua vizinha Tasha, porém a avó de Tasha, Louise (Whoopi Goldberg), é uma mulher rabugenta que não gosta dele.

Nessa temporada, Chris resolve se candidatar a presidente do grêmio escolar, concorrendo contra Caruso, e também resolve ser DJ. Durante um assalto no DOC's ele acaba conhecendo o bandido Malvo. Rochelle aluga o apartamento de cima para o Sr. Omar, um mórbido dono de uma funerária. Um professor substituto negro começa a dar aulas na Corleone, ficando no pé de Chris. Chris e Greg decidem matar aula para ir ao cinema assistir Os Caça-Fantasmas. Também é revelado que Julius é grande fã de novelas.

  • Nota: O ator Antonio Fargas, que ficou conhecido como Doc Harris, dono do DOC's, interpretou o personagem Sr. Harris (Formigāo), na primeira temporada.

3ª temporada[editar | editar código-fonte]

Nesse período a história se passa nos anos de 1985 e 1986. Nessa temporada, o próprio Chris Rock, participa no episódio "Todo Mundo Odeia o Orientador". Ocorre também a primeira vez o qual Chris dirige, tendo que ir até a escola com o carro do pai ("Todo Mundo Odeia Dirigir"), tem a presença de um outro garoto negro na Corleone ("Todo Mundo Odeia O Novato"), e a tentativa de Chris de se tornar um descolado ("Todo Mundo Odeia Ser Descolado").

Greg vai dormir na casa de Chris e conhece o pessoal de Bed-Stuy. Rochelle entra em um desfile de cabelos, promovido por Vanessa, e as meninas do salão fazem um penteado em forma de tsunami em seu cabelo. Julius descobre que é mais barato celebrar o Kwanzaa (cerimônia africana) do que o Natal. Chris vira um bad boy para impressionar Tasha. Ele também arruma um emprego no restaurante chinês do Senhor Fong. No dia das Dia das Mães, Chris presenteia Rochelle com um perfume "Pure Vodoo", falsificado. Chris e Greg se despedem da Corleone.

4ª temporada[editar | editar código-fonte]

Bedford-Stuyvesant, palco do enredo da série.

Por fim a última temporada da série, passada em 1986 e 1987, Chris está com quinze anos, e já começa a manifestar algumas atitudes da adolescência como, desobedecer a mãe Rochelle. Chris e Greg vão para o Colégio Tattaglia, o qual não era composto somente por brancos, como a Corleone, porém Chris continua na mesma, além de ter que aguentar a Senhorita Morello, que também acaba indo para o Tattaglia.

Somos apresentados a Peaches (Tisha Campbell-Martin), a mãe de Tasha que acabou de sair da cadeia e quer muito ser amiga da Rochelle. Tonya começa a trabalhar com Rochelle no salão de beleza da Vanessa. Julius começa a trabalhar para a funerária do Sr. Omar, recolhendo cadáveres. Chris decide entrar para o time de luta greco-romana para conseguir uma jaqueta do time e impressionar as garotas. Rochelle se esforça para perder peso fazendo toda a família entrar na dieta com uma bebida de emagrecimento. Chris e Greg compram identidades falsas para ir a um show. Greg quebra a perna, depois de ser atropelado por Chris e passa uma semana aos cuidados de Rochelle.

  • Nota: No último episódio, é revelado que no Tattaglia existe um limite de atrasos. Chris chegou 30 vezes atrasado e é "reprovado" no 1° Ano, então ele decide fazer o supletivo, onde precisa tirar 800 de 1000 para passar.[5] Na última cena, quando Julius estaciona o caminhão, há uma câmera que filma o número 735 pintado em seu caminhão. Isto sugere a pontuação do supletivo de Chris, que, portanto, não passaria.[5] Ainda no último episódio, durante a cena no restaurante, um homem, com óculos escuros e casaco cinzento fica encarando o Chris. Esse homem, seria, na vida real, o agente de Chris Rock que o levaria para ser comediante. O último episódio também é uma paródia do final da série The Sopranos.[6]
  • Cancelamento: Os motivos do fim da série são incertos. Há quem diga que a série terminou porque a audiência na emissora The CW estava muito baixa. A outra vertente é que, como 1988 foi o ano em que Julius Rock (pai de Chris Rock) faleceu na vida real, não havia sentido em incluir isso na série, tampouco continuá-la depois desse fato.[carece de fontes?]

Elenco e Personagens[editar | editar código-fonte]

Principal[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem Temporadas
1 Temporada 2 Temporada 3 Temporada 4 Temporada
Tyler James Williams Chris Rock Regular
Tichina Arnold Rochelle Rock Regular
Terry Crews Julius Rock Regular
Vincent Martella Gregory "Greg" Wuliger Regular
Tequan Richmond Drew Rock Regular
Imani Hakim Tonya Rock Regular

Secundários[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Travis T. Flory Joey Caruso
Ernest Lee Thomas Senhor Omar
Jacqueline Mazarella Vivian Morello (Senhorita Morello)
Kevontay Jackson Jerome
Paige Hurd Tasha Clarkson
Antonio Fargas Doc Harris
Sr. Harris (Formigāo)
Jeris Poindexter Golpe Baixo
Jackée Harry Vanessa
Blake Hightower James
Todd Bridges Monk
Mike Estime Perigo
Ricky Harris Malvo
Wayne Brady Louis
Loretta Devine Maxine
Earthquake Tio Michael
Jimmie Walker Eugene (Gene)
Aree Davis Kesha Ridenhour
Keesha Sharp Sheila Ridenhour
Jim Lau Senhor Fong
Tasia Sherel Pam
Tony Rock Tio Ryan Rock
Jazz Raycole Lisa Patterson
Tisha Campbell-Martin Peaches Clarkson
Paul Ben-Victor Roy Thurman (Professor Thurman)
Whoopi Goldberg Louise Clarckson
Anna Maria Horsford Hattie Mitchell
B.J. Britt Walter Dickerson
Marcel Lam Bernard Yo
Johnny Palermo Frank DiPaolo
Joel Huggins Sr. Perkins / Agente IRS
Kara Pacitto Carol
Hector A. Garcia Angel
Shelby Young Jennifer Thompson
Katelyn Pacitto Carole
Jason Alexander Diretor Edwards
Lynda Scarlino Abigail Milone (Sra. Milone)
J.B. Smoove Manny
Mario Joyner Dr. Informação
Julie Lancaster Repórter / Julie Lancaster
Jude Ciccolella Diretor Julius Raymond
Anna Diop Diedra (Didi)
Orlando Jones Dr. Clint Huckstable
Sr. Newton
Vanessa Toll Carrie

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Dublagem de Everybody Hates Chris
Ator/Atriz Personagem Brasil Dublagem
Principais
Tyler James Williams Chris Rock Renato Alcântara (1ª voz)
Bruno Pontes
Tichina Arnold Rochelle Rock Guilene Conte
Terry Crews Julius Rock Gutemberg Barros
Vincent Martella Gregory "Greg" Wuliger Diogo Ferreira
Erick Bougleux
Tequan Richmond Drew Rock Ricardinho
Rodrigo Antas
Imani Hakim Tonya Rock Bianca Salgueiro
Ana Lúcia Menezes
Fernanda Crispim
Chris Rock Narrador Philippe Maia
Créditos da Dublagem Brasil Brasil
Direção de Dublagem Célia Guimaraes (1ª-2ª temporadas) / Sérgio Moreno (3ª-4ª temporadas)
Dublado nos Estúdios VTI Rio (1ª e 2ª temporada)
Sérgio Moreno Filmes (3ª e 4ª temporada)

Lista de Episódios[editar | editar código-fonte]

Temporada Episódios Estados Unidos Exibição Original Lançamento em DVD
1 22 22 de setembro de 200511 de maio de 2006 10 de outubro de 2006
2 22 1 de outubro de 200614 de maio de 2007 9 de outubro de 2007
3 22 1 de outubro de 200718 de maio de 2008 16 de agosto de 2008
4 22 3 de outubro de 20088 de maio de 2009 18 de agosto de 2009

Exibição[editar | editar código-fonte]

 Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Everybody Hates Chris teve quatro temporadas, exibidas originalmente nos Estados Unidos entre 22 de setembro de 2005 á 8 de maio de 2009, pelos canais de televisão The CW Television Network e United Paramount Network. Também foi reprisada nos canais pagos Nick at Nite, MTV2, VH1 e BET.[5] A série completa também está disponível no serviços de streaming Hulu, CBS All Access, CW Seed e no iTunes Store.[7]

 Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, foi exibida em quatro emissoras, inicialmente no canal Sony e posteriormente na RecordTV no TBS e no Comedy Central. A série deixou de ser exibida na RecordTV desde setembro de 2017, mas retornou no dia 6 de janeiro de 2019, domingo às 09h00.[8] A série foi adquirida pelo Grupo Globo, e está disponível no catálogo do Globoplay desde agosto de 2019.[9]

Portugal Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, foi exibida na RTP2. Estreou em 8 de julho de 2007, às 20h40, e terminou em 1 de junho de 2011, às 19h, na versão original (com legendas) e com interrupções, após cada temporada. Em 2016 e 2017, repetiu na RecordTV (canal europeu) com dublagem brasileira. Desta vez, sem interrupções.[5]

País Canal
Estados Unidos UPN
The CW
Nick At Nite
MTV2
VH1
BET
Brasil Canal Sony
RecordTV
TBS
Comedy Central
Portugal RTP2
Record TV (Europa)

Audiência[editar | editar código-fonte]

  • Estados Unidos O primeiro episódio da série, transmitido pela UPN, alcançou a 3ª maior audiência da história da emissora.[10]
  • Estados Unidos A primeira temporada iniciou com a média de 4 milhões de telespectadores.[5]
  • Estados Unidos A terceira temporada de Everybody Hates Chris foi assistida na The CW por 1 milhão e 700 mil telespectadores.[11]
  • Estados Unidos A estréia da quarta temporada rendeu a audiência de 2 milhões e 100 mil telespectadores.[12]
  • Estados Unidos O último episódio da série, alcançou 1,8 milhão de espectadores.[4][13]
  • Brasil Em 21 de novembro de 2010 a série alcançou a picos de 10 pontos, ficando assim na terceira posição absoluta, conseguindo ultrapassar a Band.[14]
  • Brasil Em 27 de dezembro de 2011, a série alcançou a vice-liderança, com 7.1 pontos de média de IBOPE.[15]

Lançamento em DVD[editar | editar código-fonte]

Everybody Hates Chris foi lançado em Região 1, 2 e 4. No Brasil, foi lançado um box com 4 discos, em 2013, chamado de "O Melhor de Todo Mundo Odeia o Chris”, uma coletânea que traz os 20 episódios de maior sucesso das 4 temporadas.[16]

Estados Unidos Estados Unidos
Titulo Lançamento Informações
A Primeira Temporada Completa 10 de Outubro de 2006[17] 4 Discos; Idioma e Legendas: Inglês; Duração: 320 minutos

Bônus: Todo Mundo Odeio O Set; Todo Mundo Odeio câmeras de vídeo;Todo Mundo Odeio a Música; Todo Mundo Odeio Fotos; Cenas deletadas; Audições; Erros de Gravação;

A Segunda Temporada Completa 9 de Outubro de 2007[18] 4 Discos; Idioma e Legendas: Inglês; Duração: 457 minutos

Bônus: Everybody Hates the Cast ; Um dia na vida de Tyler James Williams; Everybody Hates Mulheres do Sr. Omar; Everybody Hates Caruso; Everybody Hates Racismo da Sra Morell;

A Terceira Temporada Completa 26 de Agosto de 2008[19] 4 Discos; Idioma e Legendas: Inglês;

Duração: 320 minutos

A Quarta Temporada Completa 18 de Agosto de 2009[20]
A Série Completa 18 de Agosto de 2009[21] 16 Discos; Idioma e Legendas: Inglês;

Duração: 1.819 minutos

Brasil Brasil
Título Lançamento Informações
O Melhor de “Todo Mundo Odeia o Chris” 14 de Julho de 2013[22] 4 Discos; Idioma e Legendas: Inglês e Português; Duração: 416 minutos

Episódios: Disco 1: 1.Todo Mundo Odeia o Chris 2. Todo Mundo Odeia Rejeição 3. Todo Mundo Odeia Promessas 4. Todo Mundo Odeia Feriado 5. Todo Mundo Odeia o Inverno / Disco 2: 6. Todo Mundo Odeia Roubar Correntes 7. Todo Mundo Odeia o Orientador 8.Todo Mundo Odeia Dirigir 9.Todo Mundo Odeia o Gretzky 10. Todo Mundo Odeia a DFN / Disco 3: 11. Todo Mundo Odeia Ex-Presidiários 12. Todo Mundo Odeia a Páscoa 13. Todo Mundo Odeia o Baile da Nona Série 14. Todo Mundo Odeia Formaturas 15. Todo Mundo Odeia Baile / Disco 4: 16. Todo Mundo Odeia a Professora de Literatura 17. Todo Mundo Odeia Lavar Louça 18. Todo Mundo Odeia Tasha 19.Todo Mundo Odeia Ameaças de Bomba 20. Todo Mundo Odeia Supletivo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira temporada, Everybody Hates Chris teve aclamação por parte da crítica especializada. Com base de 32 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 88% no Metacritic.[4] Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 8.1, usada para avaliar a recepção do público.[23]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Everybody Hates Chris ganhou um NAACP Image Awards de melhor roteiro em 2007. Também foi indicado ao Globo de Ouro e ao Emmy Awards. Ao todo a série ganhou 13 prêmios.[24]

2006 – Melhor Série de Televisão - Comédia ou Musical (Indicado)

2009 - Cinematografia para uma meia hora Series - Darrian Jones para o episódio "Everybody Hates Back Talk" (Indicado)

2006 - Cinematografia para uma Série-Camera Individual - Mark Doering-Powell para o episódio "Everybody Hates Funerals". (Indicado)

2006 - Trajes excelente para uma Série - Kendra longo & Laura Haas para o episódio "Everybody Hates the Pilot" (Indicado)

2006 – Melhor Serie Nova (Indicado)

2006 – Melhor Série de Televisão Família (Comédia)

2006 - Melhor Performance em Série de TV - Ator Protagonista Jovem (Comédia ou Drama) - Tyler James Williams (Indicado)

2006 - Melhor Performance em Série de TV - Ator Coadjuvante Jovem (Comédia ou Drama) - Vincent Martella (Indicado)

2008 - Melhor Performance em Série de TV - Melhor Ator Jovem - Tyler James Williams (Indicado)

2008 - Melhor Performance em Série de TV - Ator Coadjuvante Jovem - Vincent Martella (Indicado)

  • Television Critics Association Awards

2006 – Outstanding Achievement in Comedy (Indicado)

2006 – Novo Programa do Ano (Indicado)

2006 - TV - Ator Favorito: Comédia - Tyler James Williams (Indicado)

2006 - TV - Atriz Favorito: Comédia - Tichina Arnold (Indicado)

2006 - TV - Show Favorito (Indicado)

2006 - TV - Melhor Serie de Comédia (Indicado)

2006 - Unidade Parental - TV - Tichina Arnold & Terry Crews (Indicado)

2006 - TV - Escolha Codjuvante - Vincent Martella (Indicado)

  • Image Awards

2010 - Melhor Ator em Série de Comédia - Tyler James Williams (Indicado)

2010 - Melhor Atriz em Série de Comédia - Tichina Arnold (Indicado)

2010 - Melhor Série de Comédia (Indicado)

2010 - Realização proeminente em uma série de comédia - Ali LeRoi para o episódio "Everybody Hates the GED" (Indicado)

2009 - Melhor Ator em Série de Comédia - Tyler James Williams (Indicado)

2009 - Melhor Ator em Série de Comédia - Terry Crews (Indicado)

2009 - Melhor Atriz em Série de Comédia - Tichina Arnold (Indicado)

2009 - Melhor Série de Comédia (Indicado)

2009 - Realização proeminente em uma série de comédia - Ali LeRoi para o episódio "Everybody Hates Port Authority" (Indicado)

2008 - Melhor Roteiro em Série de Comédia - Ali LeRoi para o episódio "Everybody Hates Conselheiro da orientação"

2008 - Melhor Ator em Série de Comédia - Tyler James Williams (Indicado)

2008 - Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia - Terry Crews (Indicado)

2008 - Melhor Atriz em Série de Comédia - Tichina Arnold (Indicado)

2008 - Melhor Série de Comédia (Indicado)

2008 - Realização proeminente em uma Série de Comédia - Ali LeRoi para o episódio "Everybody Hates Baseball" (Indicado)

2008 - Realização proeminente em uma série de comédia - Millicent Shelton para o episódio "Everybody Hates the Substitute" (Indicado)

2007 - Melhor Ator em Série de Comédia - Tyler James Williams

2007 - Melhor Atriz em Série de Comédia - Tichina Arnold (Indicado)

2007 - Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia - Terry Crews (Indicado)

2007 - Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia - Antonio Fargas (Indicado)

2007 - Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia - Whoopi Goldberg (Indicado)

2007 - Melhor Série de Comédia (Indicado)

2007 - Realização proeminente em uma série de comédia - Ali LeRoi para o episódio "Everybody Hates Elections" (Indicado)

2007 - Realização proeminente em uma série de comédia - Millicent Shelton para o episódio "Everybody Hates Dia dos Namorados" (Indicado)

2006 - Melhor Atriz em Série de Comédia - Tichina Arnold

2006 - Melhor Série de Comédia

2006 - Melhor Ator em Série de Comédia - Tyler James Williams (Indicado)

2006 - Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia - Terry Crews (Indicado)

2006 - Realização proeminente em uma série de comédia - Ken Whittingham (Indicado)

2006 - Melhor Edição de Som em Short Form Televisão - Diálogo e automatizada Substituição Diálogo - para o episódio "Everybody Hates Bas

ketball" (Indicado)

2006 - Melhor Edição de Som em Short Form Televisão - Música - para o episódio "Everybody Hates Halloween" (Indicado)

2008 – Episodic Comedy (Indicado)

2006 – Melhor Série de Televisão, Comédia ou Musical (Indicado)

2006 – Nova Serie de Comédia Favorita (Indicado)

Referências

  1. TV.com. «Everybody Hates Chris: Everybody Hates the Pilot». TV.com. Consultado em 16 de agosto de 2019 
  2. «Everybody Hate Chris is an unexpectedly sweet portrait of a black working-class family.». Slate Magazine (em inglês). 22 de setembro de 2005 
  3. Saber diverso (21 de abril de 2015). «Ensinando Inteligência - Pierluigi Piazzi». YouTube (A partir de 01h:06m:40s). Consultado em 6 de setembro de 2019 
  4. a b c «Produção e elenco se prepara para o fim de Everybody Hates Chris». TeleSéries. 14 de abril de 2009. Consultado em 8 de maio de 2012 
  5. a b c d e «Everybody Hates Chris-Mas Week Attracts Nearly 4 Million New Viewers to UPN's New Hit Comedy» (em inglês). Thefutoncritic. Consultado em 3 de outubro de 2014 
  6. Saiba porque o final de "Todo Mundo Odeia o Chris" é tão estranho Portal BOL - visitado em 22 de novembro de 2017
  7. ‎Everybody Hates Chris (em inglês), consultado em 16 de agosto de 2019 
  8. «Após 16 meses, "Todo Mundo Odeia o Chris" volta a ser exibido pela Record TV neste domingo (06/01) - Televisão». NaTelinha. Consultado em 6 de janeiro de 2019 
  9. Matheus Sousa (1 de agosto de 2019). «TODO MUNDO ODEIA O CHRIS ESTREIA EM AGOSTO NO GLOBOPLAY». ANMTv. Consultado em 31 de julho de 2019 
  10. «Everybody Hates Chris» (em inglês). TV.com. Consultado em 3 de outubro de 2014 
  11. «Audiência». Séries online. Consultado em 8 de maio de 2012 
  12. «Audiência nos EUA na sexta, dia 3, e no domingo, dia 5 de outubro». 6 de outubro de 2008 
  13. «Friday Ratings» (em inglês). Tvbythenumbers. Consultado em 3 de outubro de 2014 
  14. «Todo Mundo Odeia o Chris supera Band e Tv Cultura e é terceiro isolado» 
  15. «Prévia Todo Mundo Odeia o Chris». IBOPETVAudiência. Consultado em 3 de outubro de 2014 
  16. ShopFácil.com. «DVD - Box O Melhor de "Todo Mundo Odeia o Chris" - 4 Discos». www.shopfacil.com.br. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  17. «Everybody Hates Chris: Season 1 (Oct 10, 2006)». www.amazon.com. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  18. «Everybody-Hates-Chris-Season-2». www.amazon.com. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  19. «Everybody-Hates-Chris-Season-3». www.amazon.com. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  20. «Everybody-Hates-Chris-Fourth-Season». www.amazon.com. Consultado em 19 de agosto de 2019 
  21. «Everybody Hates Chris: The Complete Series (DVD)». Walmart.com (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2019 
  22. «Lançamentos em DVD e Blu-ray - 8 a 14 de julho». Omelete. 11 de julho de 2013 
  23. «Everybody Hates Chris» (em inglês). Metacritic. Consultado em 3 de outubro de 2014 
  24. «Everybody Hates Chris-Mas Week Attracts Nearly 4 Million New Viewers to UPN's New Hit Comedy» (em inglês). Thefutoncritic. Consultado em 3 de outubro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]