Exército imperial japonês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "Exército japonês" redireciona para este artigo. Para o contemporâneo exército do Japão, veja Força Terrestre de Autodefesa do Japão.


Exército Imperial Japonês
大日本帝國陸軍
Dai-Nippon Teikoku Rikugun
War flag of the Imperial Japanese Army.svg
Bandeira do Exército Imperial Japonês (Bandeira do Sol Nascente).
País  Império do Japão
Corporação Forças Armadas Imperiais do Japão
Subordinação Imperador do Japão
Missão Exército
Criação 1867
Extinção 1945
Logística
Efetivo 6 milhões de militares
Comando
Comandante cerimonial Imperador do Japão
Comandantes
notáveis
Yamagata Aritomo
Ōyama Iwao
Príncipe Kan'in Kotohito
Hajime Sugiyama
Hideki Tojo
Yasuji Okamura
Shunroku Hata
Tadamichi Kuribayashi
Tomoyuki Yamashita
Masaharu Homma
Soldados do Exército Imperial Japonês por volta de 1900.
Militares japoneses durante a segunda guerra mundial.

O Exército imperial japonês foi a força terrestre oficial do Império do Japão de 1867 até 1945.

Até a Restauração Meiji, as forças militares leais ao Imperador do Japão eram os Samurais, provenientes, principalmente, dos clãs Satsuma e Chōshū. Com a queda do Xogunato Tokugawa e advento da Era Meiji - cujo governo adotou padrões europeus -, surgiu um exército mais formal, leal ao governo central, desvinculado de domínios feudais, e que reconhecia necessário preservar a independência do país frente ao imperialismo ocidental.

A nova força militar tornou-se o Exército Imperial Japonês.

Para empreender essa reforma, o governo central decretou, em 1873, o alistamento obrigatório, estabelecendo que todo varão maior de 21 anos deveria servir às forças armadas por um período de três anos.

A reforma provocou reação dos Samurais, sendo a mais importante delas a Rebelião Satsuma, liderada por Saigō Takamori, que se converteu em guerra civil (1877), pondo à prova o novo Exército Imperial que, embora treinado com armas e táticas ocidentais, tinha seu núcleo constituído por antigos samurais.

Ao longo do tempo mais de 6 milhões de homens serviram em suas fileiras.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Drea, Edward J. In the Service of the Emperor: Essays on the Imperial Japanese Army. Nebraska: University of Nebraska Press, 1998. ISBN 0-8032-1708-0.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.