Exame genético

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O exame ou teste genético, também conhecido como teste de DNA, permite a determinação de linhagens e o diagnóstico genético de vulnerabilidades a doenças hereditárias. Na agricultura, uma forma de teste genético conhecida como teste de progênies pode ser usado para avaliar a qualidade dos reprodutores. Na ecologia de populações, o teste genético pode ser usado para monitorar as forças genéticas e as vulnerabilidades das populações de espécies.

Nos seres humanos, o teste genético pode ser usado para determinar o parentesco da criança (mãe e pai genético) ou, em geral, a ascendência de uma pessoa ou a relação biológica entre pessoas. Além de estudar os cromossomos ao nível dos genes individuais, o teste genético em um sentido mais amplo inclui testes bioquímicos para a possível presença de doenças genéticas ou formas mutantes de genes associados ao aumento do risco de desenvolver distúrbios genéticos.

O teste genético identifica mudanças em cromossomos, genes ou proteínas.[1] A variedade de testes genéticos se expandiu ao longo dos anos. No passado, os principais testes genéticos procuraram números cromossômicos anormais e mutações que levaram a distúrbios raros e hereditários. Atualmente, os testes envolvem a análise de múltiplos genes para determinar o risco de desenvolver doenças ou distúrbios específicos, com doenças mais comuns consistindo de doenças cardíacas e câncer.[2] Os resultados de um teste genético podem confirmar ou excluir uma condição genética suspeita ou ajudar a determinar a chance de uma pessoa desenvolver ou transmitir um transtorno genético. Várias centenas de testes genéticos estão atualmente em uso e outros estão sendo desenvolvidos.[3][4]

Uma vez que as mutações genéticas podem afetar diretamente a estrutura das proteínas que codificam, o teste de doenças genéticas específicas também pode ser realizado observando aquelas proteínas ou seus metabólitos, ou olhando cromossomos coloridos ou fluorescentes ao microscópio.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «What is genetic testing? - Genetics Home Reference». Ghr.nlm.nih.gov. 30 de maio de 2011. Consultado em 7 de junho de 2011 
  2. «Regulation of Genetic Tests». National Human Genome Research Institute. USA.gov. Consultado em 23 de abril de 2015 
  3. «Genetic Testing: MedlinePlus». Nlm.nih.gov. Consultado em 7 de junho de 2011 
  4. «Definitions of Genetic Testing». Definitions of Genetic Testing (Jorge Sequeiros and Bárbara Guimarães). EuroGentest Network of Excellence Project. 11 de setembro de 2008. Consultado em 10 de agosto de 2008. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  5. Human Genome Project Information. Gene Testing
Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.