Exame psicotécnico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2015)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

O PMK ou Psicodiagnóstico Miocinético é uma técnica projetiva de teste psicológico criado pelo médico e psicólogo Mira y López (1896- 1964) e é popularmente conhecido por exame psicotécnico ou teste psicotécnico.

Esse teste psicológico esteve com parecer desfavorável pelo CFP, contudo com a nova edição de 2014 por Alice Madeleine Galland de Mira, Luiz Pasquali; Bartholomeu Tôrres Tróccoli, Roberto Moraes Cruz, Jamir João Sardá Junior, Eduardo José Legal, recebeu paracer favorável, tendo seu uso permitido, e restrito, a psicólogos.

O teste consiste na avaliação de traços e desenhos feitos com lápis para a avaliação da personalidade.

Em alguns estados do Brasil, este teste foi necessário para se obter a Carteira Nacional de Habilitação para ser condutor de veículos automotivos.

Dentre outras coisas, o PMK visa avaliar aspectos como Depressão e Elação, Tônus Vital, Impulsividade, Explosividade, Ansiedade, Emotividade.

O teste PMK era muito usado em concursos onde o candidato precisará usar arma de fogo, ele é muito usado pela policia federal.

Fonte: Satepsi - Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos (http://satepsi.cfp.org.br/listaTeste.cfm?status=1)