Exile on Main St. (Supernatural)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Exile on Main St."
1.º episódio da 6.ª temporada de Supernatural
Informação geral
Direção Phil Sgriccia
Escrito por Sera Gamble
Código de produção 3X6052
Duração 42 minutos
Transmissão original 24 de setembro de 2010
Convidados
Cronologia
"Swan Song"
"Two and a Half Men"


"Exile on Main St." é o primeiro episódio da sexta temporada da série de televisão Supernatural e 105º no geral. O episódio foi escrito pela nova showrunner Sera Gamble e dirigido pelo produtor-executivo Phil Sgriccia. A primeira transmissão foi no dia 24 de setembro de 2010 na The CW em seu novo horário, nas noites de sexta.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um ano depois de Sam (Jared Padalecki), entrar na jaula do Lúcifer, Dean foi viver uma vida normal com Lisa e Ben, e parou caçar demônios. Ele sai com seu vizinho, Sid (Russell Porter), mas se recusa a falar sobre o seu passado como um caçador. Ele começa a perceber acontecimentos estranhos em sua vizinhança, escutando gritos e vendo marcas de garras nas portas. Ele é confrontado por uma alucinação de Azazel (Fredric Lehne) até que Sam aparece e o deixa sedado.

Tendo recuperado a consciência, Sam revela que misteriosamente foi libertado da jaula do  Lúcifer. Durante todo esse tempo, ele caçava junto com seu ressuscitado avô, Samuel Campbell (Mitch Pileggi) e seus primos, Gwen (Jessica Heafey), Christian (Corin Nemec) e Mark (David Paetkau). Eles foram caçar um Djinn que quer vingança depois que matou um deles. O Djinn mata outro membro dos Campbell que foi enviado para ver Ben e Lisa. Pressentindo o perigo, Dean leva eles para a casa de Bobby (Jim Beaver), até que tudo esteja seguro, que também já sabia que Sam estava ressuscitado a um ano atrás.

Eles vêem o Djinn causando caos e tentam capturá-lo. Dean é atacado e fica alucinando a morte de Ben e Lisa assim como aconteceu com Mary. Sam resgata Dean e mata os outros Djinns. Quando eles saem, Samuel e outros Campbells capturam uma Djinn. Sam tenta convencer Dean a voltar para a caça, mas ele se recusa.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Telespectadores[editar | editar código-fonte]

O episódio foi assistido por 2.90 milhões de telespectadores um compartilhamento de 1.3/5 entre adultos de 18 a 49 anos.[1] Ele teve um aumento de 2% na audiência em relação ao episódio final da quinta temporada, com uma audiência de  2.84 milhões de telespectadores[2] mas uma queda de 15% em relação ao primeiro episódio da quinta temporada, com 3.40 milhões de telespectadores.[3] Isso significa que 1,3% de todos os domicílios com televisores assistiram o episódio Supernatural se classificou como o segundo programa mais assistido na The CW por dia, atrás apenas de Smallville.

Críticas[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
IGN 8.0 [4]
The A.V. Club B+ [5]
TV Fanatic 3.5 de 5.0 estrelas. [6]
TV Overmind B+ [7]

"Exile on Main St." recebeu críticas positivas. Diana Steenbergen da IGN deu ao episódio um "grande" 8.0 de 10 e escreveu, "Supernatural está de volta e pronto para enfrentar uma nova safra de coisas que vão colidir com a noite. Muita coisa mudou para os irmãos Winchester, e depois do criador Eric Kripke ter desistido de ser o showrunner, entregando as rédeas para a escritora e produtora de longa data, Sera Gamble. Além disso, a tarefa da sexta temporada que Sobrenatural enfrenta não é fácil. Os enredos dos últimos anos, tem sido capaz de construir sobre a temporada anterior, o aumento da mitologia para o apocalipse da 5ª temporada. Depois de um apocalipse, é compreensivelmente necessário para levar as coisas para baixo, e esta temporada encontra nossos heróis de volta para a mais fundamental tarefa de caçar monstros, sendo a primeira uma Djinn." [4]

Zack Handlen do A.V. Club deu ao episódio um "B+" e escreveu: "A última temporada não foi o fim, porém, feliz para dizer. Era o fim para o criador Eric Kripke, que partiu depois de contar a história que ele queria contar, mas Supernatural foi renovada novamente (provavelmente pela última vez), e isso significava que os escritores tinham de encontrar uma forma para fazer Sam voltar, e reunir os Winchesters. Veja, isso é outra coisa que sabemos: o que pode ter acontecido, esta série é sobre a luta de dois irmãos contra demônios, e se você não tiver ambos a bordo, você não tem um show. Não importa se Sam deu sua alma para salvar o mundo, e não importa que Dean encontrou o amor verdadeiro e o filho que ele sempre quis. Temos visto este tipo de coisa antes, e sabemos que, mais cedo ou mais tarde, as luzes piscam, e é quando a gritaria começa. A questão não era 'se.' A pergunta era: 'como' e 'quando'. O episódio de estreia da temporada tinha encontrar uma forma para reunir todo mundo" [5]

Clarissa do TV Overmind deu ao episódio um "B+" e escreveu: "no Geral, este foi um bom início de uma nova temporada e, como Tamara disse, espero que seja otimista. A maioria dos meus medos foi descansada e quero saber por que os monstros estão agindo de forma diferente (o caos no inferno, porque o mundo está fora de equilíbrio após a falha do apocalipse?) e, especialmente, o que Mitch Pileggi está fazendo." [7]

Sean McKenna da TV Fanatic fez uma de 3,5 estrelas em 5, afirmando: "O episódio ficou estritamente na transformação de Dean ao longo de um ano e foi um olhar sólido sobre isso. Com todos os tipos de criaturas que correm sobre a Terra, eu não tenho nenhuma ideia do que vem à frente para os meninos e isso me deixa animado para ver o que vai acontecer a seguir. Quando Dean vai voltar para o jogo da caça? Nós nunca vamos descobrir como Samuel Campbell e Sam Winchester , foram retirados do céu e do inferno? Há uma força maior lá fora, esperando pelos irmãos na estrada?" [6]

References[editar | editar código-fonte]

  1. Gorman, Bill. «Friday Finals: Supernatural Up; Dateline Down». TV by the Numbers (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2016 
  2. Seidman, Robert. «Thursday Finals: Survivor, Grey's Anatomy, CSI, Mentalist, Community Adjusted Up». TV by the Numbers (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2016 
  3. Kubicek, John. «'The Vampire Diaries' Makes a Killing with Viewers». BuddyTV (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2016 
  4. a b Steenbergen, Diana. «Supernatural: "Exile on Main St." Review». IGN (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2016 
  5. a b «"Exile on Main St." · Supernatural · TV Review 'Supernatural': "Exile on Main St." · TV Club · The A.V. Club». avclub.com (em inglês) 
  6. a b McKenna, Sean. «Supernatural Season Premiere Review: "Exile on Main St."». TV Fanatic (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2016 
  7. a b Bishop, Hunter. «Supernatural 6.01 'Exile on Main St.' Review». TV Overmind (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2016