Expedição 24

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Expedição 24
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Soyuz TMA-18
Soyuz TMA-19
Número de tripulantes 6
Início 1 de junho de 2010
00:04 UTC
Término 25 de setembro de 2010 02:02 UTC
Imagem da tripulação
Wheelock, Caldwell, Skvortsov, Korniyenko, Walker e Yurchikhin
Wheelock, Caldwell, Skvortsov, Korniyenko, Walker e Yurchikhin
Navegação
ISS Expedition 23 Patch.svgExpedição 23
Expedição 25ISS Expedition 25 Patch.png

Expedição 24 foi a 24ª expedição de longa duração à Estação Espacial Internacional, realizada entre 1 de junho e 25 de setembro de 2010. Ela foi composta de seis astronautas, três russos e três norte-americanos.

Foram realizadas três caminhadas espaciais já previstas e uma adicional, para realizar um conserto de emergência numa bomba de refrigeração externa da estação. A tripulação foi lançada ao espaço em datas diferentes, nas naves russas Soyuz TMA-18 e Soyuz TMA-19.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Missão[editar | editar código-fonte]

A missão foi iniciada em 1 de junho, após o desacoplamento da Soyuz TMA-17, levando de volta à Terra os integrantes da expedição anterior. Skvortsov, Kornienko e Caldwell, no espaço desde 2 de abril, aguardaram a chegada da TMA-19, que, lançada de Baikonur em 15 de junho com Yurchikhin, Walker e Wheelock acoplou-se em 17 de junho, dando início à Expedição com todos os seis membros.[1]

A Expedição teve dois incidentes: em 31 de julho, a tripulação foi acordada por um alarme na estação, causado por uma falha numa bomba de refrigeração, que causou o travamento de um controle remoto de força e a perda de energia em parte da ISS. Os astronautas Wheelock e Caldwell precisaram fazer uma caminhada espacial e da ajuda do controle da missão em Houston para realizar alguns reparos externos, para recarregar o sistema da estação. Pouco tempo depois outro alarme soou quando Houston tentou religar a bomba de refrigração.[2]

Um segundo problema num anel de acoplamento do módulo Poisk causou um atraso de cerca de 24 horas na data planejada para a aterrissagem da Soyuz TMA-18. A falha provavelmente ocorreu por uma indicação errada de um micro-interruptor localizado entre a Soyuz acoplada e o módulo em que acoplou. Uma engrenagem de transmissão, ligada ao mecanismo de encaixe, também foi encontrada com dois dentes quebrados, o que pode ter ajudado a causar o problema.[3]

Esta expedição realizou o final da montagem do laboratório, instalando os equipamentos finais para permitir a utilização total da estação para pesquisas, desenvolvimento de tecnologia e educação, colocando para funcionar todo o potencial da ISS para trabalhar pelos povos da Terra.[1] Ela encerrou -se em 25 de setembro com o desacoplamento da Soyuz TMA-18 levando de volta à Terra a tripulação, que pousou em segurança nas estepes do Casaquistão na manhã do mesmo dia.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Expedition 24». NASA. Consultado em 3 de julho de 2012 
  2. Bill Harwood. «Spacewalks needed to fix station cooling problem». Spaceflightnow.com. Consultado em 2 de agosto de 2010 
  3. Chris Bergin. «Soyuz TMA-18 home after second undocking attempt success». NASASpaceflight.com. Consultado em 25 de setembro de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]