Expedição Jackson–Harmsworth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Caricatura de Frederick George Jackson em 1897.

Expedição Jackson–Harmsworth (1894-1897) foi uma expedição patrocinada pela Royal Geographical Society que teve por objetivo a exploração da Terra de Francisco José no Ártico. Frederick George Jackson (1860-1938) explorador britânico liderou e deu seu nome a expedição.

História[editar | editar código-fonte]

A expedição estabeleceu a sua base na Ilha Northbrook aonde ficou por três anos. Jackson mapeou e executou os levantamentos geográficos da Terra de Francisco José, provando que a região era um arquipélago de pequenas ilhas e não um novo continente.

Em 1896, ele se encontrou com Fridtjof Nansen e Johansen Hjalmar que estavam desaparecidos e retornavam de uma tentativa frustrada para alcançar o Pólo Norte.

Em reconhecimento a seus serviços, Frederick George Jackson recebeu o título de cavaleiro da primeira classe da Ordem Real Norueguesa de Santo Olavo, em 1898, e foi premiado com a medalha de ouro da Sociedade Geográfica de Paris em 1899.[1] Seu relato da expedição foi publicado sob o título de A Thousand Days in the Arctic(1899).[2]

Referências

  1. «Jackson, Frederick George» (em inglês). 1911 Encyclopædia Britannica. Consultado em 24 de agosto de 2012. 
  2. Frederick George Jackson (1899). «A Thousand Days in the Arctic» (em inglês). New York, London, Harper & Brothers. Consultado em 24 de agosto de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.