Expedições Punitivas à Sumatra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Expedições Punitivas à Sumatra foram uma série de expedições punitivas da marinha dos Estados Unidos contra um vilarejo de Aceh do Sudoeste, então um território da Sumatra.

Primeira Expedição[editar | editar código-fonte]

Antecedente

Em fevereiro de 1831, um navio mercante americano chegou ao porto de Kuala Batu, na costa de Sumatra para embarcar uma carga de pimenta, sendo que um barco malaio se aproximou, aparentemente para entregar uma parte da carga, mas eram piratas que atacaram os oficiais e a tripulação. Segundo Owen Rutter em "The Pirate Wind", todos os americanos a bordo foram mortos e os piratas saquearam o navio e tomaram a sua carga[1] , mas segundo Meacham[2] foram mortos apenas o imediato e dois outros tripulantes.

Entretanto, o capitão que tinha ficado na praia, com quatro membros de sua tripulação, conseguiu fugir e com a ajuda de outros navios mercantes americanos conseguiu recuperar o navio.

A Operação

O Presidente Andrew Jackson enviou John Downes em uma expedição punitiva, que realizou-se entre 5 e 9 de fevereiro de 1832[3] .

O navio de guerra americano chegou disfarçado como um cargueiro dinamarquês, a fim de manter o elemento de surpresa em seu favor.

O armamento superior dos americanos permitiu o massacre de mais de 300 nativos, enquanto que apenas 2 marines foram mortos.

Segunda Expedição[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 1838 ocorreu um novo incidente semelhante em uma aldeia chamada Trabongan, próxima a cidade de Muka, próxima à Kuala Batu, e que resultou numa nova expedição punitiva entre 24 de dezembro de 1838 e 04 de janeiro de 1839.

Referências

  1. The United States attack on Kuala Batu, em inglês, acessado em 21 de junho de 2010
  2. Jon Meacham American lion: Andrew Jackson in the White House, Random House, 2008, New York, isbn = 1400063256, p 213, em inglês, acessado em 24 de junho de 2010
  3. "Instances of Use of United States Armed Forces Abroad, 1798-2007" Updated January 14, 2008 Congressional Research Service reports Grimmett, Richard F., p 7, em inglês, acessado em 22 de junho de 2010