Expresso Livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Expresso Livre
ExpressoLivreLogo.png
Desenvolvedor Celepar, Serpro, Prognus Software Livre, Prodeb, Dataprev
Versão estável Expressov2: 2.4.1 ExpressoV3: Kristina.20150223 (11 julho 2012; 1143 dias atrás)
Sistema operacional Multiplataforma
Gênero(s) Groupware
Licença GNU GPL v.2 - ExpressoV2 [[GNU Affero General Public License| AGPL - ExpressoV3]
Página oficial www.expressolivre.org

Expresso Livre é o nome de um sistema eletrônico de comunicação e colaboração inteiramente desenvolvido em software livre.  Seu objetivo maior é fornecer uma ferramenta economicamente viável, com grande domínio e auto-suficiência do conhecimento e difusão  para corporações, dentro e fora do Brasil.

Existem atualmente duas versões em produção do Expresso Livre: O ExpressoV2, baseado no EGroupWare, e o ExpressoV3, baseado no Tine 2.0.

ExpressoV2[editar | editar código-fonte]

O ExpressoV2 reúne funções de correio eletrônico, agenda, catálogo de endereços, workflow e mensageria instantânea desenvolvidas pelo comitê gestor do Expresso, que reúne empresas públicas e privadas de informática do Brasil. O ExpressoV2 é uma customização da ferramenta alemã E-GroupWare. Iniciado pela Celepar, o seu objetivo foi fornecer aos usuários do Governo do Estado do Paraná uma ferramenta econômica e de código aberto, em contraste com outras soluções proprietárias, uma vez que estas representavam alto custo para o estado. Entre suas funcionalidades, encontra-se:

  • Correio eletrônico (ExpressoMail). Com interface baseada em AJAX, utiliza as tecnologias dos correios web comerciais da atualidade;
  • Agenda, sincronizada com módulo de correio, onde usuários recebem aviso por e-mail dos compromissos criados;
  • Catálogo de endereços geral de todas as secretarias de Estado juntamente com catálogo pessoal e possibilidade de criação de grupos pessoais;
  • Workflow, módulo para o desenvolvimento de fluxos de trabalho, onde é possível mapear processos, em forma de atividades, com transições, perfis e controle de acesso. Existe um motor de workflow integrado ao módulo que gerencia todos os fluxos;
  • Messenger Uma nova interface sem Java applet, refeita usando Javascript e PHP. Pode ser usada a de java também;
  • Gerenciador de Arquivos, gerenciador de documentos e arquivos com controle de acesso;
  • Expresso Mini Uma nova interface para utilização do Expresso em dispositivos móveis;
  • Mailman Admin para administração integrada do serviço MailMan dentro do Expresso;
  • Expresso Reports para exibição de relatórios administrativos do Expresso;

Grande parte do ExpressoV2 foi desenvolvido em PHP, com o uso de AJAX na comunicação, o qual exige menos tráfego de dados e propicia uma navegação mais rápida. A API atual do ExpressoV2 é formada pela API do E-GroupWare, versão 1.0.0.007.

ExpressoV3[editar | editar código-fonte]

O ExpressoV3 é uma evolução do projeto Expresso Livre, criado com o objetivo de ter um software mais extensível, modular e fácil de manter.

Para isso, foi escolhida como plataforma o projeto Tine 2.0, que era uma resposta às limitações do EGroupware 1.

Módulos disponíveis[editar | editar código-fonte]

  • Expressomail, correio eletrônico eficiente e com interface fácil de usar. Possui as principais funcionalidades dos melhores sistemas web de correio da atualidade.
  • Agenda, sincronizada com módulo de correio.
  • Catálogo de Endereços, um catálogo de endereços geral juntamente com catálogo pessoal e criação de grupos pessoais.
  • Tarefas, módulo para controle de tarefas dos usuários.
  • Messenger, Provê um mensageiro instantâneo para os usuários do expresso.
  • WebConference, Provê Conferência com vídeo e áudio.
  • Activesync, Provê sincronização com dispositivos móveis, integrada.
  • Administração - Novo módulo de Administração.
  • ExpressoLite, Provê  uma interface leve para dispositivos móveis.

Frameworks[editar | editar código-fonte]

Nesta versão são introduzidos dois frameworks para sustentação da aplicação, Zend para tratamento de controle do negócio e ExtJs para tratamento da camada de visão.

Arquitetura de Serviços e Privilégios[editar | editar código-fonte]

A aplicação foi concebida baseada 100% em uma arquitetura voltada para utilização das funcionalidades ofertadas como serviços via protocolo JSON/XML-RPC.

Também um novo conceito de ACLs, fora construído, quando agora é possível distribuir privilégios   aos diversos usuários via uma combinação de grupos e containers disponíveis para este fim.

Usabilidade[editar | editar código-fonte]

A interface gráfica fora também totalmente remodelada tornando-a padronizada para os diversos módulos e seguindo uma arquitetura voltada para a facilidade de navegação do usuário.

A navegação entre módulos agora persiste de um módulo ao outro, sem a necessidade de reabertura a estrutura do módulo navegável.

Certamente se você é usuário de versões anteriores a versão 3.0, necessitará ferramentas que facilitem a migração de seus usuários, ou seja, basicamente migração de contatos e agenda, ferramentas estas que estarão disponíveis no Wiki do Site.

Governança[editar | editar código-fonte]

Os caminho do desenvolvimento do Expresso Livre são decididos pelo Comitê Gestor nos Encontros dos Desenvolvedores do Expresso Livre. O Comitê Gestor é formado por:

Utilizadores do ExpressoV2[editar | editar código-fonte]

  • Governo do estado do Paraná (aprox. 117 mil usuários) [1]
  • Governo de Estado de Alagoas
  • Governo do Estado de Pernambuco (aprox. 18.000 mil usuários) - Implantado e mantido pela ATI - Agência de Tecnologia de PE
  • Itaipu Binacional (aprox. 1 mil usuários)
  • Serpro (aprox. 10 mil usuários) [2]
  • Caixa Econômica Federal
  • Cohapar - Companhia de Habitação do Paraná
  • Dataprev - Empresa de TI da Previdência Social
  • Emgetis - Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação
  • Prodepa – Empresa de TI do Pará
  • Propepi – Empresa de TI do Piauí
  • Prodesp – Empresa de TI de São Paulo
  • Prodeb - Empresa de TI da Bahia (aprox. 8 mil usuários)[3]
  • Prodam – Empresa de TI do Amazonas
  • Codin – Agência de TI do Rio Grande do Norte
  • Quinto CTA, Exército de Pernambuco
  • Primeiro CTA, Exército de Porto Alegre
  • ICMBIO(Instituto Chico Mendes)
  • PGFN (Procuradoria Geral Fazenda Nacional)
  • Ministério Integração
  • Ministério Fazenda
  • CINDACTA II - Curitiba-PR
  • Camara Municipal de Curitiba-PR
  • Sanepar
  • Presidência da República
  • Governo de São tomé e Príncipe na África
  • TRE-PE - Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco
  • TJSE - Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe
  • TJPE - Tribunal de Justiça de Pernambuco
  • Prefeitura de Novo Hamburgo - RS ( 3 mil usuários)
  • Prefeitura de Porto Velho - RO
  • Governo do Estado de Rondônia [4]
  • Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco - PGE
  • UNIMED de Manaus

Utilizadores do ExpressoV3[editar | editar código-fonte]

Melhorias do ExpressoV2 em relação ao EGroupWare[editar | editar código-fonte]

  • Correção de bugs da versão 0.9.15 do eGroupware
  • Conclusão e correção da tradução dos módulos instalados
  • Alterações em funcionalidades existentes
  • Criação de novas funcionalidades
    • Versão móvel para celulares
    • Camada de conexão ajax com cache em memória
    • Templates e temas novos
  • Criação de novos módulos
    • Contact Center (catálogo pessoal e geral de contatos);
    • ExpressoMail (módulo de correio);
    • ExpressoFilemanager (módulo de compartilhamento de arquivos);
    • ExpressoAdmin (módulo de administração);
    • Mensagens Instântaneas;
    • Mobile (Acesso via celular);
    • Workflow
  • Suporte e administração
    • Instalador
    • Live CD

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]