Exu (Pernambuco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Exu
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Exu
Bandeira
Brasão de armas de Exu
Brasão de armas
Hino
Gentílico exuense
Localização
Localização de Exu em Pernambuco
Localização de Exu em Pernambuco
Exu está localizado em: Brasil
Exu
Localização de Exu no Brasil
Mapa de Exu
Coordenadas 7° 30' 43" S 39° 43' 26" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Municípios limítrofes oeste: Bodocó; sul: Granito; leste: Moreilândia; norte: Crato (Ceará)
Distância até a capital 630 km
História
Fundação 1734 (288–289 anos)
Emancipação 10 de junho de 1907 (115 anos)
Administração
Prefeito(a) Raimundo Pinto Saraiva Sobrinho (PSB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 1 473,958 km²
População total (estatísticas IBGE/2018[2]) 31 885 hab.
Densidade 21,6 hab./km²
Clima Tropical (Aw)
Altitude 523 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,576 baixo
PIB (IBGE/2016) R$ 223 317,25 mil
PIB per capita (IBGE/2016) R$ 7 009,77

Exu é um município brasileiro do estado de Pernambuco, situado à altura da Serra do Araripe, na divisa entre os estados de Pernambuco e Ceará.

Administrativamente, o município é composto por cinco distritos: Exu (sede), Tabocas, Timorante, Viração e Zé Gomes.[4]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é tropical com estação seca, frio no inverno e quente no verão. O índice pluviométrico é 865 mm anuais de água.

Dados climatológicos para Exu
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30,6 29,7 28,8 28,2 27,6 27,4 27,6 28,8 30,3 31,3 31,5 31,2 29,4
Temperatura média (°C) 25,4 24,9 24,3 23,9 23,2 22,5 22,3 23 24,3 25,2 25,6 25,6 24,2
Temperatura mínima média (°C) 20,2 20,1 19,9 19,6 18,8 17,7 17,1 17,3 18,3 19,2 19,8 20,1 19
Precipitação (mm) 121 134 190 146 71 38 21 11 10 18 37 68 865
Fonte: Climate Data.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Nos primeiros anos do século XVIII teve início a povoação de Exu, decorrentes dos contatos da tribo indígena Ançu, com a Fazenda da Torre, à margem do Rio São Francisco, habitada por proprietários baianos. Os indios, já amigos dos vaqueiros daquelas fazendas, levara, estes às suas tabas e ao regressar os vaqueiros informaram aos patrões que as terras onde moravam os índios, eram cheias de fontes de águas excelentes e os terrenos de muito boa qualidade para o cultivo e criar. Conhecida a região, os fazendeiros se transferiam para lá. Logo após chegaram alguns jesuítas, que ali permaneceram alguns anos e, partiram deixando apenas vestígio de suas estadas, pois construíram uma capelinha ao Senhor Bom Jesus dos Aflitos, que tornou-se o padroeiro da cidade.

A denominação Exu, conforme os habitantes da terra, existem duas versões, uma decorrentes de uma corrutela do nome da tribo Ançu da nação Cariris e a outra, que os índios puzeram o nome de Exu, devido a um tipo de abelhas de ferrão, denominadas "Inxu", que ao ferroar causava muita dor. [6]

Conforme informações locais, a penetração do município, ocorreu no século XVIII, pelos portugueses, tendo à frente Joaquim Pereira de Alencar, avô do Barão do Exu.

Em 1734, era criada a freguesia do Senhor Bom Jesus dos Aflitos de Exu. No ano de 1846, o povoado de exu era elevado à categoria de vila, em 1849, outra lei transferia a sede do termo para Ouricuri, seguindo-se várias outras leis como: a de 1858, restaurou-a na categoria de vila; a de 1862, anexando-a à comarca de Cabrobó; a de 1863, que transferiu a vila para Granito; a de 1872, que a considerava sede da freguesia; as de 1874, que restaurou-a na categoria de vila; a de 1881, elevou-se comarca e, a de 1883, tirava-lhe a classificação de comarca.

O município foi instalado em 07 de junho de 1885, passando a autônomo em 09 de julho de 1893, em face a lei n 52, de 03 de agosto de 1892, sendo seu primeiro prefeito Manoel da Silva Parente. Em 1895 foi supresso o município, sendo restaurado em 1907, com nome de Novo Exu. [7]

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativa da população 2018 - IBGE» 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 9 de setembro de 2013 
  4. «Exu». IBGE Cidades. Consultado em 5 de maio de 2022 
  5. «Clima: Exu». Climate Data. Consultado em 25 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2014 
  6. https://www.ifsertao-pe.edu.br/reitoria/pro-reitorias/prodi/observatorio/microrregiao_araripina/exu.pdf
  7. https://www.cidadesdomeubrasil.com.br/pe/exu

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.