Eyehategod

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Eyehategod
Eyehategod - Roskilde Festival 2011.jpg
Eyehategod ao vivo no Roskilde Festival em 2011
Informação geral
Origem New Orleans, Luisiana
País  Estados Unidos
Gênero(s) Sludge metal[1]
doom metal
Período em atividade 1988 - atualmente
Gravadora(s) Century Media
Emetic Records
Housecore Records
Afiliação(ões) Outlaw Order, Superjoint Ritual, Soilent Green, Down, Corrections House, Clearlight, Arson Anthem, Anal Cunt, Corrosion of Conformity
Integrantes Mike Williams
Jimmy Bower
Brian Patton
Aaron Hill
Gary Mader
Ex-integrantes Joye LaCaze
Steve Dale
Mark Schultz
Vince LeBlanc
Daniel Nick
Charles Alexander
Joey Delatte
Chris Hilliard
Página oficial www.Eyehategod.com/

Eyehategod é uma banda de Sludge doom metal de Louisiana, Estados Unidos da América formada em 1988. Eles têm sido uma das mais importantes bandas que emergem do cenário do metal em Nova Orleans. Ao longo dos anos, sua formação tem se mantido a mesma, com a exceção do baixista guitarrista, muitos que foram e viram.

Eyehategod tem notado Melvins, The Obsessed, Black Flag, e Black Sabbath como as principais influências para seu som. Eles são a combinados com paredes de retorno e tortura de vocais para criar essa vibe. Suas gravações tem sido lançadas constantemente pela Century Media embora a mais recente produção foi feita pela Emetic Records, não incluindo as numerosas separações lançadas sobre várias gravadoras. A banda é conhecida de Anal Cunt e apresentou com A.C. para o primeiro show depois de Seth Putnam sair do coma.

História[editar | editar código-fonte]

Anos antes – In the Name of Suffering[editar | editar código-fonte]

Muito pouco se sabia sobre Eyehategod. Jimmy Bower e Joey LaCaze fundaram a banda em 20 de Abril de 1988, e eles recrutaram Mike Williams, Brian Patton e Steve Dale. A banda gravou uma demo, Lack of Almost Everything em 1990 e mandaram para várias gravadoras. Eles eventualmente assinaram com uma gravadora francesa pequena Intellectual Convulsion, e lançaram seu primeiro álbum, In the Name of Suffering. In the Name of Suffering foi o longe mais primitivo e cru som que os outros lançamentos (como foi gravado muito rápido e os membros foram inexperientes até este momento), e tinha um a mais de hardcore nisso. Muitas poucas cópias do álbum foram feitas na gravadora antes deles saírem, deixando Eyehategod sobre ofertas de gravadoras. Eles foram brevemente chamados pela Century Media entretanto, que relançou In the Name of Suffering como o que é conhecido hoje. Ainda em 2006, In the Name of Suffering foi relançada com 4 músicas bonus. Essas 4 músicas foram as mesmas 4 que estavam na demo Lack Of Almost Everything.

Take as Needed for Pain[editar | editar código-fonte]

Eyehategod começaram a gravar Take as Needed for Pain em 1993 com seu próximo baixista, Mark Schultz. (Nota -Schultz também tocou em In The Name Of Suffering) O álbum foi gravado no Studio 13, o 13º andar de um abandonado departamento de vendas em uma velha rua em Nova Orleans. A banda teve junto diariamente durante esse período para colocar novas músicas no álbum. No momento, Mike Williams saiu de casa (tendo sido expulso por uma ex-namorada) e foi viver em um abandonado, e infestada sala sobre uma casa de strip perto do estúdio. O som de Take as Needed for Pain foi muito mais do que os membros acharam do que In the Name of Suffering, e isso deixou limpo, um som mais distinto, com riffs mais definidos. O rock sulista, blues e doom influências são mais distintos e percebidos neste álbum. Depois do lançamento, a banda entrou em uma turnê com muitas outras bandas como Buzzov*en, White Zombie e Corrosion of Conformity. Depois da turnê, os membros da banda tomaram rumos em diferentes direções. Mike Williams ocupou-se contribuindo para a revista Metal Maniacs. Jimmy Bower tocou bateria no Crowbar no álbum Broken Glass como bem fez o álbum com o Down, chamado NOLA. Brian Patton gravou o álbum do Soilent Green, Pussysoul.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação atual[editar | editar código-fonte]

  • Mike Williams - Vocal
  • Jimmy Bower - Guitarra
  • Brian Patton - Guitarra
  • Aaron Hill - Bateria
  • Gary Mader - Baixo

Formação Antiga[editar | editar código-fonte]

  • Joey LaCaze - Bateria (falecido)
  • Steve Dale - Baixo
  • Mark Schultz - Guitarra/Baixo
  • Vince LeBlanc - Baixo
  • Daniel Nick - Baixo
  • Charles Alexander - Baixo
  • Joey Delatte - Bateria
  • Chris Hilliard - Vocal

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Singles e EPs[editar | editar código-fonte]

  • "Ruptured Heart Theory"
  • "Serving Time in the Middle of Nowhere"
  • "Southern Discomfort"
  • "Sabbath Jam"
  • "The Age of Bootcamp"
  • "I Am the Gestapo"
  • "99 Miles of Bad Road"
  • "New Orleans Is The New Vietnam"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Huey, Steve. «Eyehategod - Biography (Allmusic)» (em inglés). Consultado em 1 de febrero de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)


Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.