Ezekiel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ezekiel
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição The Amazing Spider-Man vol. 2 #30 (junho de 2001)
Criado por J. Michael Straczynski
John Romita, Jr.
Características do personagem
Alter ego Ezekiel Sims
Espécie Humana
Afiliações Sociedade da Aranha
Codinomes conhecidos Zeke
Habilidades Força, Agilidade, Resistência e Reflexos Super-Humanos
Aderências às paredes
Sentido de alerta paranormal
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Ezekiel Sims é um personagem fictício das histórias em quadrinhos da Marvel Comics, coadjuvante das aventuras do Homem-Aranha. Foi criado por J. Michael Straczynski e John Romita, Jr. e sua primeira aparição foi na revista The Amazing Spider-Man vol. 2 #30 (junho de 2001). As primeiras aventuras que apareceu foram publicadas no Brasil pela Editora Panini nas revistas "Homem-Aranha" a partir de 2002, e na Coleção Oficial de Graphics Novels da Marvel da Editora Salvat, de abril de 2013 [1] .

Biografia ficcional[editar | editar código-fonte]

Ezekiel era um idoso empresário milionário, que na juventude adquirira poderes similares ao do super-herói Homem-Aranha, depois de participar de um ritual nativo. Ele pretendia usar os poderes para ser um herói, mas antes fundou uma corporação empresarial, acreditando que não conseguiria realizar nada sem uma estruturada base de operações. Mas se tornou tão ocupado que acabou usando seus poderes apenas para enriquecer. Quando Peter Parker surgiu com a identidade de Homem-Aranha, Ezekiel imediatamente contratou seis dos melhores investigadores particulares para descobrirem informações sobre o herói, cada um com uma tarefa específica sem ligação com as dos demais. Apenas Ezekiel ao final juntou as seis partes das informações e descobriu o nome de Peter. Felicia Hardy (a Gata Negra) foi um dos investigadores e ficara encarregada de descobrir informações sobre as aparições do Homem-Aranha em países estrangeiros.

Já na casa dos cinquenta anos de idade, Ezekiel, se apresentou ao Homem-Aranha [2] revelando seus poderes de aranha e explicando ao herói sobre os totens animais, pessoas que ganhavam habilidades sobrenaturais através de uma ligação mística com determinados animais. Ele sugeriu que a aranha que mordera Peter Parker na verdade estava querendo lhe transferir suas habilidades antes de ser morta pela radiação. E que os poderes de aranha provinham da ligação mística e não eram uma mutação causada pela radiação. Com isso, o Homem-Aranha era agora parte de uma cadeia alimentar, um alvo para outros seres que se alimentavam da energia dos totens. Também a verdadeira razão do Homem-Aranha ter enfrentado vários vilões com poderes de animais era que estes "sentiam" que eram impostores e que por isso desejavam eliminar o verdadeiro totem [3] . Em seguida, Ezekiel ajuda o Homem-Aranha a lutar contra Morlun, um tipo de entidade vampiresca que se alimenta dos totens [4] . Mais tarde, Ezekiel vai a África e novamente auxilia o herói aracnídeo, na luta contra Shathra,[5] outra ameaça sobrenatural[6] . Mais tarde se revelou que esses seres com poderes místicos que apareceram após o surgimento de Ezekiel, faziam parte de uma tentativa de direcionar as ações do Homem-Aranha até o templo onde o empresário ganhara os poderes da aranha, levando o herói a enfrentar um gigantesco ser aracnídeo [7] . Na luta que se seguiu, Ezekiel perdeu a vida[8] .

Em The Gauntlet and Grim Hunt, houve uma aparição de um Ezekiel revivido coberto de aranhas e que encontrou-se com o Homem-Aranha e Arachne.[9] . Na verdade era o Camaleão disfarçado que tentava atrair Peter para uma armadilha dos Kravinoffs, que queriam ressuscitar Kraven (Sergei Kravinoff), usando o sangue do Homem-Aranha[10] .

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

Ezekiel tinha um grande numero de poderes sobrehumanos que eram quase idênticos aos do Homem-Aranha. Ele era resistente, rápido, forte, ágil e com ótimos reflexos, e excelente combatente manual mas sem se utilizar de nenhum treinamento em artes marciais, apenas seus poderes. Apesar da idade avançada, não houve declínio em suas habilidades físicas. Ele também grudava nas paredes e possuia um tipo de sensibilidade paranormal de alerta, semelhante ao Homem-Aranha. Mas esse sentido de alarme não funcionava entre eles . Ele era perito nas histórias sobre os totens humanos e uma vez falou a Peter da lenda do primeiro 'Homem-Aranha".

Referências

  1. Guia dos quadrinhos Acessado em 22-09-13
  2. The Amazing Spider-Man vol. 2 #30
  3. The Amazing Spider-Man vol. 2 #32
  4. The Amazing Spider-Man vol. 2 #34
  5. The Amazing Spider-Man vol. 2 #47
  6. The Amazing Spider-Man vol. 2 #48
  7. The Amazing Spider-Man #507
  8. The Amazing Spider-Man #508
  9. The Amazing Spider-Man #634
  10. The Amazing Spider-Man #635

Ligações externas[editar | editar código-fonte]