Fábio Assunção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde maio de 2011). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fábio Assunção
Fábio em agosto de 2011
Nome completo Fábio Assunção Pinto
Nascimento 10 de agosto de 1971 (46 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Ator
Atividade 1990–presente
Cônjuge Priscila Borgonovi (1997–2004)
Karina Tavares (2010–2013)
Outros prêmios
2004 — Celebridade
Prêmio Contigo! de TV de melhor ator
2011 — Dalva e Herivelto: uma Canção de Amor
Prêmio Contigo! de TV de melhor ator de série ou minissérie
Indicações

2011 — Dalva e Herivelto: uma Canção de Amor
Emmy Internacional de melhor ator
IMDb: (inglês)

Fábio Assunção Pinto (São Paulo, 10 de agosto de 1971)[1] é um ator brasileiro, muito conhecido por seu trabalho em telenovelas da Rede Globo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Na infância foi uma criança feliz, Fábio teve aulas de piano por dois anos e meio, depois de violão clássico, popular, canto e coral. Com apenas 15 anos, sabendo tocar guitarra e piano, ele chegou a montar uma banda chamada Delta T, mas o sonho acabou por falta de dinheiro e tempo para praticar. Fábio iniciou a faculdade de publicidade, até que um dia ele viu um anúncio de um curso de teatro na Fundação das Artes, em São Caetano, o qual resolveu fazer. Isso foi o começo de uma brilhante carreira. Uma semana depois de ter levado seu currículo à Rede Globo e ter sido escolhido em um teste, ele já estava gravando Meu Bem, Meu Mal, sua primeira novela. Posteriormente, seguiram-se vários outros trabalhos, tornando-se um dos atores preferidos de Gilberto Braga.

Em 1993, viveu seu primeiro vilão, em Sonho Meu, e em 1999 interpretou seu primeiro protagonista em Força de um Desejo. Depois viriam os mocinhos de Coração de Estudante e Paraíso Tropical. Também participou de várias minisséries e seriados como protagonista, entre elas: Labirinto, Os Maias, Mad Maria e Copas de Mel. Foi indicado duas vezes ao Troféu Imprensa, na categoria "Melhor Ator", por sua interpretação como Marcos Mezenga em O Rei do Gado em 1996 [2] e como o vilão Renato Mendes de Celebridade em 2004.[3] Esse mesmo personagem de Celebridade acabou lhe dando os prêmios Qualidade Brasil (2004) [4] e Contigo (2004).[5]

Em 2008, foi escalado para interpretar Dodi, em A Favorita, porém desistiu, tendo seu papel feito por Murilo Benício.[6] Ainda em 2008, integrou o elenco de Negócio da China, mas deixou a novela para se tratar da dependência química.[7][8]

Em 2009, ganhou o prêmio de "Melhor Ator" no Festival de Cinema Brasileiro de Los Angeles, por sua interpretação no filme Bellini e o Demônio.[9][10] Retornou à televisão como o protagonista da minissérie Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor. Por esta minissérie, onde atuou ao lado de Adriana Esteves foi indicado ao Emmy Internacional na categoria melhor ator,[11] ainda em 2009 Fábio ganhou o prêmio Arte Qualidade Brasil de Melhor Ator Série ou Minissérie de Televisão [12] e o Prêmio Contigo 2011 de Televisão como Melhor Ator de Série.[13] Em 2010, foi escalado para interpretar o vilão Léo em Insensato Coração, mas deixou o elenco, alegando não estar preparado para o ritmo intenso de gravações de uma novela.[14][15][16]

Para o tratamento de sua dependência química, Fábio afastou-se das atividades, passando por clínicas nos Estados Unidos e depois em duas clínicas no Brasil. Em entrevista concedida ao jornal Folha de S.Paulo em junho de 2011, afirmou que, mesmo tendo alta na clínica, seu tratamento "não acaba", continuando com seções de psicanálise, e já estaria pronto para novos desafios no cinema e na televisão.[17]

Em 2011, volta para televisão para viver o Jorge no seriado Tapas & Beijos dono de uma boate, onde é casado com Sueli (Andrea Beltrão).[18] Em 2012, esteve cotado para viver Max, em Avenida Brasil, mas devido ao compromisso com a série Tapas & Beijos, não pôde integrar a novela.[19] Estreou como diretor teatral em agosto de 2012 com o espetáculo "Expresso do Por do Sol", adaptação de Maria Adelaide Amaral para a peça Sunset Limited.Em 2015, é escalado para viver o playboy Arthur, dono de uma agência de modelos, na novela Totalmente Demais. No ano seguinte participa da série "A Fórmula", no papel do protagonista Ricardo Montenegro.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Fabio foi casado com a atriz Cristiana Oliveira, namorou durante seis anos a atriz Cláudia Abreu e teve um relacionamento de 8 anos com Priscila Borgonovi,[20] com quem teve o filho João, nascido em 2003. Ele também é pai de Ella Felipa, nascida em 2011, com sua ex-esposa Karina Tavares.[21]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1990 Meu Bem, Meu Mal Marco Antônio Venturini
1991 Vamp Felipe Ramos Rocha (Lipe)
1992 De Corpo e Alma Caio Pastore
1993 Sonho Meu Jorge Candeias de Sá
1994 Pátria Minha Rodrigo Laport
1995 Você Decide Episódio: "Agora ou Nunca"
1996 Mundo VIP Ele mesmo
1996 O Rei do Gado Marcos Mezenga
1997 Por Amor Marcelo de Barros Motta
1997 A Comédia da Vida Privada Marcelo / César
1998 Labirinto André Meireles
1999 Força de um Desejo Inácio Silveira Sobral
2001 Os Maias Carlos Eduardo da Maia
2001 Brava Gente Cid (Episódio: "A Grã-Fina de Copacabana")
2002 Coração de Estudante Eduardo Feitosa
2003 Celebridade Renato Mendes
2003 Os Normais Leandro (Episódio "Querer é Poder")
2003 A Grande Família Maurício (Episódios: "Quem Ama Não Casa", "O Troco" e "Eu Vou Tirar Você Deste Lugar")
2004 Casseta & Planeta, Urgente Ele mesmo
2005 Mad Maria Dr. Richard Finnegan
2006 JK João César
2006 Belíssima Marcelo Assumpção (participação especial)
2006 Copas de Mel Salvador
2007 Paraíso Tropical Daniel Bastos
2008 Negócio da China Heitor Alonso
2010 Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor Herivelto Martins
2010 S.O.S. Emergência Edgar
2010 Clandestinos: o Sonho Começou Ele mesmo
2011 Ti Ti Ti Fernando Flores (participação especial) [22]
2011—15 Tapas & Beijos Jorge
2012 As Brasileiras Pablo Ponti (Episódio: A Sexóloga de Floripa)
2015—16 Totalmente Demais Arthur Valmont Carneiro de Alcântara [23]
2017 A Fórmula Ricardo Montenegro[24]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2000 A Hora Marcada Sicrano
2000 Duas Vezes com Helena Polydoro
2000 Dinossauro Dublagem de Aladar
2001 Bellini e a Esfinge Bellini
2003 Cristina Quer Casar Paulo
2004 Sexo, Amor e Traição Thomás
2004 Espelho d'Água - Uma Viagem no Rio São Francisco Henrique
2007 Primo Basílio Basílio
2008 Bellini e o Demônio Remo Bellini
2009 Do Começo ao Fim Alexandre
2011 País do Desejo Padre José
2012 Totalmente Inocentes Vanderlei
2016 Entre Idas e Vindas Afonso

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Função
1986/1987 A Bruxinha que Era Boa Ator
1988 Barrela
1988 Beijo no Asfalto
1989/1990 Estrelas da Janela
1991 Blue Jeans
1993 Bate Outra Vez
1995/1996 Oeste (True West)
1997/1998 Paixão de Cristo de Nova Jerusalém
2000 Quem Tem Medo de Virginia Woolf?
2011 Adultérios [25]
2012 O Expresso do Por do Sol Diretor

Referências

  1. «Fábio Assunção faz 40 anos e brilha no teatro e cinema». R7. 10 de agosto de 2011. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  2. «Troféu Imprensa - 1996» 
  3. «Troféu Imprensa - 2004» 
  4. «Prêmios» 
  5. «Prêmio» 
  6. Flávia Faccini, Sônia Vieira (29 de setembro de 2008). «Fábio Assunção elogia atuação de Murilo Benício em "A Favorita"». Quem. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  7. «Fabio Assunção é afastado do elenco de 'Negócio da China'». Estadão. 13 de novembro de 2008. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  8. «Fábio Assunção volta para casa após tratamento contra drogas». Estadão. 30 de abril de 2009. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  9. «Novamente Remo Bellini» 
  10. «Fábio Assunção recebe prêmio como melhor ator em Los Angeles» 
  11. http://redeglobo.globo.com/novidades/noticia/2011/10/fabio-assuncao-e-indicado-ao-emmy-internacional-de-melhor-ator.html
  12. «Fábio Assunção e Adriana Esteves são indicados ao Emmy Internacional» 
  13. «Fábio Assunção recebe 'Prêmio Contigo!' de melhor ator; veja lista» 
  14. Raquel Borges (30 de novembro de 2010). «Entenda a crise que tirou Fábio Assunção da próxima novela das 9». MdeMulher. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  15. Leonardo Ferreira (2 de dezembro de 2011). «Gabriel Braga Nunes vai ao Projac e deve substituir Fábio Assunção». Extra. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  16. «Fábio Assunção: "Ainda não é o momento para enfrentar o ritmo intenso de uma novela"». Quem. 30 de novembro de 2010. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  17. Fabio Assunção fala sobre retorno aos palcos e tratamento contra drogas Folha.uol, 3 de junho de 2011
  18. UOL RJ (8 de setembro de 2011). «Personagem de Fábio Assunção entra em "Tapas & Beijos" para balançar Sueli e Fátima». UOL Televisão. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  19. Fernando Oliveira (9 de novembro de 2011). «'Tapas e Beijos' tira Fábio Assunção de 'Avenida Brasil', próxima novela das nove». IG Colunistas - Na TV. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  20. «Fabio Assunção: biografia, fotos, vídeos, notícias». gente.ig.com.br. Consultado em 20 de julho de 2016 
  21. «Fabio Assunção se separa após quatro anos de relacionamento». odia.ig.com.br. 25 de janeiro de 2013. Consultado em 20 de julho de 2016 
  22. «Fábio Assunção grava participação especial em "Ti-Ti-Ti"». UOL Televisão. 10 de março de 2010. Consultado em 3 de setembro de 2014 
  23. http://gshow.globo.com/tv/noticia/2015/09/totalmente-demais-conheca-o-elenco-da-proxima-novela-das-7.html
  24. «'A Fórmula': elenco, autores e direção apresentam nova série nos Estúdios Globo». 20 de junho de 2017. Consultado em 21 de junho de 2017 
  25. http://www.teatrofreicaneca.com.br/home/207-adulterios  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fábio Assunção