Fábio Maldonado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fábio Maldonado.jpg
Informações
Nome
completo
Fábio Rogério Maldonado
Nascimento 17 de março de 1980 (36 anos)
Brasil Sorocaba, São Paulo
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Outros nomes Caipira de Aço
Peso 93 kg
Divisão Meio-Pesado (2000-2014)
Pesado (2014-presente)
Envergadura 1,91 m
Modalidade Boxe
Posição Ortodoxo
Luta por Florianópolis, Santa Catarina
Equipe Team Maldonado
Período em
atividade
2000-presente (MMA)
Cartel profissional no boxe
Total 22
Vitórias 22
Por nocaute 21
Derrotas 0
Cartel nas artes marciais mistas
Total 32
Vitórias 22
Por nocaute 13
Por finalização 3
Por decisão 6
Derrotas 9
Por nocaute 2
Por finalização 2
Por decisão 6
Ligações externas
Página oficial:
Recorde de Boxe no BoxRec
Recorde de MMA no Sherdog

Fábio Rogério Maldonado (Sorocaba, 17 de março de 1980) é um pugilista e lutador de artes marciais mistas brasileiro. Era membro da Team Nogueira, mas devido a problemas relacionados à aquisição de uma franquia da academias, Maldonado saiu da equipe.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

O sorocabano Fábio Maldonado iniciou sua carreira no mundo da luta no ano de 1997 lutando boxe amador. Em cinco anos como amador, Maldonado acumulou um respeitado cartel de 40 vitórias em 45 lutas, sendo 27 por nocaute, tornando-se campeão dos principais torneios em atividade como a Forja dos campeões, Luvas de ouro, Campeonato Paulista, entre outros.[2]

Em 2002, junto com seu treinador na época, Lucas França, o lutador resolveu migrar para o Boxe Profissional. Esporte em que permenece invicto até hoje, com 21 nocautes em 22 lutas. Sempre foi apontado como exímio boxeador, sendo conhecidas suas qualidades nesse esporte

No MMA, sua história começou antes mesmo de tornar-se profissional de boxe. Em 2000, estreou em um GP em Brasília fazendo três lutas na mesma noite. Quatro anos mais tarde conheceu os irmãos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro, e passou a treinar no Rio de janeiro. Maldonado tem se tornado uma referência no mundo das lutas quando o tema é irreverência. Chegou a afirmar no programa Agora é Tarde do apresentador Danilo Gentilli na Rede Bandeirantes de Televisão, que era um lutador limitado, por isso não chutava. Envolveu-se em outras polêmicas com lutadores como Anderson Silva, Pedro Rizzo e Glover Teixeira.

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

No dia 16 de Outubro de 2010, Maldonando estreou no UFC contra o inglês James McSweeney, vencendo por nocaute técnico.[3] Após essa luta, Maldonado protagonizou duas das mais polêmicas lutas do UFC no quesito contagem de pontos, nas quais perdeu para Kyle Kingsbury e Igor Pokrajac.

Maldonado venceu o americano Joey Beltran por decisão dividida no UFC Fight Night: Maia vs. Shields.

Após confirmada lesão de Júnior Cigano, Fábio Maldonado substituiu o ex-campeão e enfrentou o croata Stipe Miocic no The Ultimate Fighter Brazil 3 Finale: Maldonado vs Miocic, realizando sua estreia na categoria dos pesos-pesados do UFC. Maldonado perdeu por nocaute técnico ainda no primeiro round.

Ele enfrentou o holandês Hans Stringer em 25 de Outubro de 2014 no UFC 179, e venceu por nocaute técnico.

Maldonado enfrentou o americano Quinton Jackson no UFC 186: Johnson vs. Horiguchi, após resolvida uma questão envolvendo o americano, com uma liminar na justiça vinda do Bellator. Rampage seria forçado a sair do card, mas acabou lutando. Maldonado, segundo a crítica, decepcionou no confronto, perdendo por pontos.

Maldonado era esperado para enfrentar Tom Lawlor em 7 de Novembro de 2015 no UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III. No entanto, uma lesão tirou Lawlor do evento e ele foi substituído por Corey Anderson. Maldonado foi derrotado por decisão unânime.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Empate 22-9-1 Rússia Fedor Emelianenko Empate Fight Nights Global 50: Emelianenko vs. Maldonado 17/06/2016 3 5:00 Rússia São Petersburgo Associação alterou resultado.
Derrota 22-9 Estados Unidos Corey Anderson Decisão (unânime) UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III 07/11/2015 3 5:00 Brasil São Paulo
Derrota 22-8 Estados Unidos Quinton Jackson Decisão (unânime) UFC 186: Johnson vs. Horiguchi 25/04/2015 3 5:00 Canadá Montreal, Quebec
Vitória 22-7 Países Baixos Hans Stringer TKO (socos) UFC 179: Aldo vs. Mendes II 25/10/2014 2 4:06 Brasil Rio de Janeiro Performance da Noite.
Derrota 21-7 Estados Unidos Stipe Miocic TKO (socos) UFC Fight Night: Miocic vs. Maldonado 31/05/2014 1 0:35 Brasil São Paulo Luta no Peso Pesado.
Vitória 21-6 Estados Unidos Gian Villante Decisão (unânime) UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson II 23/03/2014 3 5:00 Brasil Natal
Vitória 20-6 Estados Unidos Joey Beltran Decisão (dividida) UFC Fight Night: Maia vs. Shields 09/10/2013 3 5:00 Brasil Barueri
Vitória 19-6 Canadá Roger Hollett Decisão (unânime) UFC on FX: Belfort vs. Rockhold 18/05/2013 3 5:00 Brasil Jaraguá do Sul
Derrota 18-6 Brasil Glover Teixeira TKO (inter. médica) UFC 153: Silva vs. Bonnar 13/10/2012 2 5:00 Brasil Rio de Janeiro
Derrota 18–5 Croácia Igor Pokrajac Decisão (unânime) UFC on Fuel TV: Korean Zombie vs. Poirier 15/05/2012 3 5:00 Estados Unidos Fairfax, Virginia
Derrota 18–4 Estados Unidos Kyle Kingsbury Decisão (unânime) The Ultimate Fighter 13 Finale 04/06/2011 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Luta da Noite
Vitória 18–3 Inglaterra James McSweeney TKO (socos) UFC 120: Bisping vs. Akiyama 16/10/2010 3 0:48 Inglaterra Londres Estréia no UFC.
Vitória 17–3 Brasil Nelson Martins Nocaute (soco) First Class Fight 4 30/06/2010 1 0:40 Brasil São Paulo
Vitória 16–3 Peru Jackson Mora Finalização (guilhotina) Memorial Fight Qualifying 04/06/2010 1 N/A Brasil Santos
Vitória 15–3 Países Baixos Jessie Gibbs Finalização (socos) Bitetti Combat MMA 7 28/05/2010 2 2:52 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 14–3 Brasil Alessandro Leal TKO (socos) Combat Power Championship 13/03/210 1 N/A Brasil Piracicaba
Vitória 13–3 Brasil Fernando Tressino TKO (cansaço) Bitetti Combat MMA 5 12/12/2009 2 5:00 Brasil Barueri
Vitória 12–3 Brasil Vitor Miranda Decisão (unânime) Bitetti Combat MMA 4 12/09/2009 3 5:00 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 11–3 Brasil Edgard Castaldelli Filho TKO (socos) Predador FC 12 03/12/2008 2 N/A Brasil São Paulo
Vitória 10–3 Estados Unidos Shaton Vaughn Finalização (guilhotina) FW 16: International 01/11/2008 1 4:48 Estados Unidos Albuquerque, New Mexico
Vitória 9–3 Brasil Maiquel Falcão TKO (socos) Predador FC 9 15/03/2008 2 N/A Brasil São Paulo
Vitória 8–3 Brasil Renato Matos TKO (socos) Predador FC 7 07/12/2007 1 N/A Brasil São Paulo
Derrota 7–3 Brasil Alexandre Ferreira Finalização (chave de joelho) MTL: Final 10/11/2007 1 0:27 Brasil São Paulo
Vitória 7–2 Brasil Vitor Miranda Decisão (unânime) Mo Team League 2 29/09/2007 3 5:00 Brasil São Paulo
Vitória 6–2 Brasil Maiquel Falcão TKO (socos) Circuito Mariliense MMA 18/05/2007 3 0:46 Brasil Marília
Vitória 5–2 Brasil Ildemar Marajó Decisão (unânime) Predador Kamae 2 25/01/2007 N/A N/A  Brasil
Vitória 4–2 Brasil Cleisson Mamute TKO (socos) Pantanal Combat 10/02/2006 2 N/A  Brasil
Vitória 3–2 Brasil Bruno Alves TKO (cansaço) Clube da Luta 1 14/12/2004 2 4:54 Brasil Bahia
Derrota 2–2 Brasil Alessandro Leal Finalização (chave de joelho) Meca World Vale Tudo 5 09/06/2001 1 5:22 Brasil Curitiba
Derrota 2–1 Brasil Senior Omni Santos Decisão (unânime) Surf Fight Circuit: Day 2 23/09/2000 2 10:00 Brasil Brasília
Vitória 2–0 Brasil Augusto Menezes Santos Nocaute (socos) Surf Fight Circuit: Day 1 22/09/2000 2 3:03 Brasil Brasília
Vitória 1–0 Brasil Robson Parazinho TKO (socos) Surf Fight Circuit: Day 1 22/09/2000 1 2:21 Brasil Brasília

Referências

  1. «Fábio Maldonado esclarece saída da Team Nogueira e revela mágoa de Anderson Silva». MMAMAGAZINE. 19/07/2013. Consultado em 27/07/2013. 
  2. Pretorian. «Fábio Maldonado - Release». Consultado em 25/07/2011. 
  3. Pretorian. «Fábio Maldonado estreia no UFC com nocaute.». Consultado em 25/07/2011.