Fábrica de Cerâmica das Devesas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Fábrica de Cerâmica das Devesas localiza-se perto da Estação Ferroviária das Devesas, na cidade e concelho de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, em Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em meados da década de 1860 e, durante décadas, foi gerida por uma sociedade constituída por António Almeida da Costa (canteiro ornatista), José Joaquim Teixeira Lopes (estatuário e ceramista) e Feliciano Rodrigues da Rocha (canteiro ornatista).

Terá sido a mais importante produtora de artefatos cerâmicos para aplicação na Arquitetura no país. Até 1915, ano da morte de António Almeida da Costa, a fábrica dominou o espectro da produção de azulejaria de fachada, de estatuária e outra ornamentação cerâmica para platibandas e jardins. Nas oficinas de Vila Nova de Gaia ou do Porto - onde ainda hoje existe o edifício da fábrica, na Rua José Falcão[1] - produziram-se ainda artefatos em ferro fundidos e em bronze, maquinaria, cantarias de mármore, túmulos, ornatos para tetos em estuque, e outros.

A fábrica dispunha ainda de uma sucursal junto à Estação Ferroviária da Pampilhosa do Botão, onde se produziam materiais de construção.

Foi premiada em várias exposições nacionais e internacionais, em finais do século XIX e inícios do século XX.

Referências

  1. QUEIROZ, Francisco (2016). «Aspectos históricos e decorativos dos edifícios portuenses da Fábrica de Cerâmica das Devesas». Actas do II Congresso "O Porto Romântico". Universidade Católica Portuguesa. Consultado em 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • DOMINGUES, Ana Margarida Portela. "António Almeida da Costa e a Fábrica de Cerâmica das Devesas. Antecedentes, fundação e maturação de um complexo de artes industriais (1858-1888)". Dissertação de Mestrado em História da Arte em Portugal, concluída em 2003 e apresentada à Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 2004, 2 volumes (217+148 páginas).
  • PORTELA, Ana Margarida; QUEIROZ, Francisco. "A Fábrica das Devesas e o Património Industrial Cerâmico de Vila Nova de Gaia". separata de Arqueologia Industrial, 4ª Série, Vol. IV, n.º 1-2. Famalicão, 2008. 47 p.
  • DOMINGUES, Ana Margarida Portela. "A Fábrica de Cerâmica das Devesas – percurso biográfico dos seus principais artistas". In Atas do "VII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte - Artistas e Artífices e sua Mobilidade no mundo de expressão portuguesa" (Porto, Viana do Castelo, Barcelos e Póvoa de Varzim, 20 a 23 de Junho de 2005), p. 41-48.
  • PORTELA, Ana Margarida. "António Almeida da Costa e as artes industriais no século XIX". In Actas do "II Congresso Internacional de História da Arte" (Porto, 14 a 17 de Novembro de 2001), p. 287-299.
  • PORTELA, Ana Margarida. "A Fábrica de Cerâmica das Devesas – entre a Arte e a Indústria". In "Fabrikart – Arte, Tecnología, Industria, Sociedad", Bilbao, Universidad del País Vasco, 2005, p. 92-101.
  • PORTELA, Ana Margarida. "Devesas: as origens históricas da fábrica de cerâmica que mais marcou as fachadas de Ovar". In "Dunas – Temas & Perspectivas", Revista sobre Cultura e Património da Região de Ovar, n.º 4, Novembro de 2004, p. 61-72.
  • PORTELA, Ana Margarida; QUEIROZ, Francisco. "A Cerâmica das Devesas: um notável complexo fabril oitocentista". In "Boletim da Associação Cultural Amigos de Gaia", 8º vol., n.º 52, Junho de 2001, p. 61-70.
  • QUEIROZ, Francisco. "Devesas: de complexo fabril bem sucedido a património industrial em risco". In Actas do "III Congresso de Arqueologia Peninsular" (Vila Real, 22 a 26 de Setembro de 1999), vol. 8 – «Terrenos» da Arqueologia da Península Ibérica (secção de Arqueologia Industrial), Porto, A.D.E.C.A.P., 2000, p. 323-335.
  • QUEIROZ, Francisco. "O aproveitamento urbanístico dos quarteirões norte e sul da antiga Fábrica de Cerâmica das Devesas". In "Boletim da Associação Cultural Amigos de Gaia", 9º vol., n.º 56, Junho de 2003, p. 57-63.
  • PORTELA, Ana Margarida - A Fábrica de Cerâmica das Devesas – entre a Arte e a Indústria. In "Fabrikart – Arte, Tecnología, Industria, Sociedad", Bilbao, Universidad del País Vasco, 2005, p. 92-101. URL: www.ehu.es/ojs/index.php/Fabrikart/article/download/2832/2446
  • QUEIROZ, Francisco - "Os mostruários da Fábrica de Cerâmica das Devesas". Actas do II Congresso Internacional sobre Património Industrial, "Património, Museus e Turismo Industrial: uma oportunidade para o século XXI" (Porto, Universidade Católica, 22-24 de Maio de 2014).
  • QUEIROZ, José Francisco Ferreira - "Aspectos históricos e decorativos dos edifícios portuenses da Fábrica de Cerâmica das Devesas". Actas do II Congresso "O Porto Romântico", Porto, Escola das Artes da Universidade Católica, 2016, p. 202-225.
  • QUEIROZ, José Francisco Ferreira - "Os catálogos da Fábrica das Devesas". Lisboa, Chiado Editora, 2016.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]