Félix José Machado de Mendonça Eça Castro e Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Félix José Machado de Mendonça Eça Castro e Vasconcelos (Lisboa, 22 de Março de 1677 — Lisboa, 15 de Julho de 1731), 6.º senhor de Entre Homem e Cávado, foi um aristocrata e militar português, governador de Pernambuco (1711-1715) no final da Guerra dos Mascates. Distinguiu-se no exercício das armas, sendo Mestre de Campo do Terço Velho da guarnição de Chaves em 1706, e na ciência genealógica.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi filho de António Félix Machado da Silva e Castro, 2.º marquês de Montebelo, e de sua mulher Luísa Maria de Mendonça e Eça.

Foi nomeado governador do Pernambuco por por carta patente de 27 de Março de 1711, chegando à província a 7 de Outubro de 1711. Depois de ter passado alguns dias em Olinda, mudou a sua residência para Recife e exerceu as funções até 1 de Junho de 1715.[2]

Foi o provável compilador do manuscrito sobre técnicas de infantaria atribuído a Manuel Soares Villegas.[3]

Notas

  1. D. António Caetano de Sousa na sua História Genealógica da Casa Real, pp. 160 e 194.
  2. Governadores e presidentes da Província de Pernambuco.
  3. Segundo José António Moniz. Cf. Catálogo da BNP.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.