Félix de Nicósia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Félix de Nicósia (Nicosia, 1715 - Maio de 1787) foi um frade capuchinho franciscano que pela sua vida simples e fraterna , pelo seu exemplo de fé, bondade e boa índole, foi canonizado pelo Papa Bento XVI..

Nasceu na Sicília de uma família pobre mas muito honesta, trabalhadora e cristã.

Félix com a idade de 20 anos pediu para ser admitido no convento dos frades Capuchinhos. Obteve resposta negativa. Mas não desistiu: rezou, implorou, pediu novamente até que, depois de sete anos de provas, em 1743, é admitido na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos.

Aí se dedicava de dia ao apostolado e a noite às orações e penitências. Gostava de se chamar a si própro “o jumentinho do convento” pois pois todos os dias percorria as ruas e becos da região, fizesse frio, chuva, ou um calor tórrido, , com uma batina velha e remendada, os pés descalços, sacola nos ombros o terço nas mãos e o coração em Deus. Era afável e cordial com grandes e pequenos, ricos e pobres, autoridades e gente simples, tendo sempre uma palavra boa para todos, ora consolando, ora admoestando. Sempre agradecia com um alegre "Deo gratias" não só as esmolas, mas também as ofensas e repulsas.

No fim de maio de 1787, adoece de uma febre forte e falece.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]