Fórnix (cérebro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Fórnix leva sinais do hipocampo para o hipotálamo.

O fórnix é um feixe de fibras (axônios) constituído por duas metades laterais e simétricas no centro do cérebro, podendo ser considerado parte do diencéfalo. Está inferior ao corpo caloso e entre os ventrículos laterais. As duas metades afastam-se nas extremidades e unem-se na parte inferior do corpo caloso1 .

Anatomia[editar | editar código-fonte]

Pode-se nele destacar três porções:

  • Corpo do fórnix: correspondendo à porção intermédia na qual as duas metades do fórnix se unem.
  • Pernas do fórnix: correspondendo à porção anterior em que as extremidades se afastam. As pernas do fórnix formam uma espécie de forquilha, penetrando de cada lado do corno inferior do ventrículo lateral, onde vêm a se ligar ao hipocampo.
  • Colunas do fórnix: correspondendo à porção posterior em que as extremidades se afastam. As colunas do fórnix terminam no corpo mamilar, cruzando então a parede lateral do III ventrículo.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Fórnix significa arco ou abóbada em latim.

Notas

  1. MACHADO, Angelo. Neuroanatomia Funcional. 2a.Edição. Editora Atheneu.
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.